Vídeo: Entrevista a Fabio Civitelli a propósito da edição especial dos 60 anos, finalizada com um Tex ao… piano!

O blogue do Tex dá a conhecer uma fantástica entrevista (dividida em duas partes) realizada no passado mês de Setembro, com o desenhador Fabio Civitelli, autor do álbum celebrativo dos 60 anos de TEX.

Para além de se ter esgotado num ápice, o álbum, totalmente a cores, tornou-se famoso pelo beijo que TEX dá à sua esposa Lilyth, se bem que toda a história suscitou uma grande aprovação por parte da maioria dos texianos, sempre atentos aos mais ínfimos pormenores.

Muito apreciada nesta histórica edição, foi a particularidade conseguida através das várias tonalidades das cores que mudam das cenas diurnas para as nocturnas, um particular cuidado que Fabio Civitelli conseguiu obter por parte dos excelentes profissionais que coloriram a história, mas melhor do que palavras, assistam aos dois vídeos que vos mostramos de seguida:

Para finalizar este espaço dedicado ao mítico desenhador Fabio Civitelli, apresentamos um delicioso vídeo, realizado em Maio deste ano, a propósito do evento Makarska HQ, realizado na Croácia, onde o desenhador aretino fez um inusitado e muito bem conseguido desenho de Tex.

Neste vídeo que apresentamos de seguida, pode-se ver o surgimento, passo a passo, de um maravilhoso desenho de Tex aopiano!

5 Comentários

  1. Vi os vídeos com muita satisfação. Bela reportagem e que prazer ver os bastidores, isto é, o próprio local onde o desenhador trabalha!!
    Um abraço.
    Orlando Santos Silva

  2. Bellissime interviste… è molto piacevole vedere un disegnatore intervistato proprio sul suo tavolo di lavoro.
    Mi ha incuriosito molto il discorso sui cavalli: non sapevo che Ticci sapesse farli a mente, ma d’altronde, se a contare è il risultato, i cavalli di Civitelli sono senz’altro ben fatti… quello che conta quando si fa un cavallo è trovare una posizione dinamica, e credo che per ottenerla non sia sufficiente nemmeno una foto, perchè non credo si possano trovare delle foto per tutte le posizioni possibili di un cavallo (a meno che non si ha un maneggio).

  3. Molto bella intervista!
    Interesante soprattutto che la scena del bacio non compariva nella seneggiatura ma se l’e ‘inventata’ lui.
    Sembra che doveva esserci un abbraccio, ma visto che tra i due anche in passato la cosa si era già vista ha voluto fare questo colpo di scena ai lettori.

  4. Bella intervista. Ogni volta che sento parlare Civitelli, ne ricavo un’impressione a dir poco ottima: che gran bella persona deve essere! E non finisce di stupirmi l’ammirazione con la quale i colleghi parlano di Ticci: è un punto di riferimento per tutti, perfino per gli autori più affermati.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.