Tex colorido: o fim da distribuição sectorizada (no Brasil)

Por José Carlos Francisco

As repercussões positivas (já) recebidas a todos os níveis pela editora Mythos, no Brasil, a propósito do TEX COLORIDO nº 1, publicação em formato italiano (21 x 16 cm) que nasceu recentemente como forma de comemorar os 10 anos do Ranger na editora da fogueirinha, assim como a forte crença nesta colecção (e nos fieis leitores) que apresenta as aventuras de Tex na ordem em que foram publicadas originalmente na Itália, desde a edição nº 1, em 1948, cuja colorização foi feita pela Sergio Bonelli Editore e que devido à distribuição sectorizada ainda só foi posto à venda em São Paulo e Rio de Janeiro e também para atenuar no futuro a grande ansiedade dos queridos leitores espalhados pelo Brasil e ao mesmo tempo evitar muitas reclamações dos leitores de fora do eixo São Paulo – Rio de Janeiro levam a Mythos Editora a informar que, a pedido dos leitores, a partir da edição nº 2,  a distribuição no Brasil será a nível nacional.

Tex em cores nº 2 - Surge MefistoAssim sendo, o número 2, onde surge Mefisto pela primeira vez na saga de Tex Willer e cuja capa divulgamos (aqui ao lado) em estreia mundial, estará nas BOAS bancas de todo o Brasil na segunda quinzena de Dezembro, de modo a que alguns dias antes já possa estar à venda em todo o Brasil o tão aguardado número 1 (O Totem Misterioso).
O número 3 tem data prevista de lançamento para dia 30 de Janeiro de 2010, o número 4 será lançado em 30 de Março, o 5 em 30 de Maio e o número 6 em 30 de Julho, esperando a Mythos poder anunciar o número 7 para dia 30 de Setembro, data do 62º aniversário de Tex Willer, uma vez que a continuação da colecção dependerá única e exclusivamente da receptividade dos texianos brasileiros e portugueses.

Para Portugal está prevista a chegada do Tex colorido para o Verão de 2010, tendo também uma distribuição a nível nacional, com um preço de venda ao público no valor de 12,00 €.

Sergio Bonelli conta...Recorde-se que as edições do Tex colorido da Mythos terão sempre 240 páginas de história, para além de habituais matérias interessantes da autoria de Sergio Bonelli e Júlio Schneider, numa ampla parte introdutiva na qual o editor italiano na rubrica “Sergio Bonelli conta…” e o tradutor, consultor e articulista brasileiro em “Julio’s Tavern” contam os segredos e bastidores ligados à realização e ao sucesso de TEX na Itália e no Brasil!

Julio's Tavern(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

12 Comentários

  1. Para Portugal está prevista a chegada do Tex colorido para o Verão de 2010, tendo também uma distribuição a nível nacional, com um preço de venda ao público no valor de 12,00 €.

    Uma pena ter de esperar mais de seis meses por essas novidades, mas mais vale tarde que nunca.
    Esperamos com ansiedade e venha o Verão!

    Paulo Silva

  2. Adorei a novidade. Agora só espero que o número 01 chegue na próxima semana aqui em Recife. Pois até agora nada. Mais gostei demais da capa do número 2 e de saber as datas previstas para as demais revistas de forma que assim poderemos nos programar para realizar a compra das mesmas.
    Obrigado Pard Zeca, essa é a notícia que todos Texianos esperavam.

  3. Opa… não vou precisar ficar 2 meses esperando a revista então… Uma boa noticia! Mais um ponto pra Mythos que acertou em cheio com essa coleção…

  4. Muito boa a noticia. O Tex Colorido foi um sonho de todos os Brasileiros e Portugueses que sonhavam com uma coleção colorida e em Português.
    Parabéns a Mythos editora.

  5. Claro que é uma boa notícia, mas não podemos negar dois factos:

    – Não vão ser baratos e estamos mergulhados numa profunda crise;

    – Já são tantas (re)publicações que o comprador ou se farta ou se torna selectivo!

    Espero que seja um sucesso, mas o futuro o dirá!

  6. Ótima notícia essa da distribuição nacional do Tex em cores nº 2, isso significa que sendo o lançamento em 14 de dezembro, deve chegar aqui em janeiro de 2010, e o nº 3, que será lançado em 30 de janeiro deve chegar até o fim de fevereiro, nesse contexto, os três primeiros números vão ser mensais. Agora só não concordo com a Mythos não colocar o título original, que é “Mefisto, o espião”, ao invés de “surge Mefisto”.

  7. Gostaria de participar do Fórum TexBR. O problema é que eu ja criei três contas e elas não entram. Como faço?

    Agora mundando de assunto eu achei essa noticia muito boa.

  8. Eu tenho certeza de que essa coleção não pára no número seis. Até no site da Mythos está indisponível! Isso quer dizer uma coisa: está vendendo muito bem. E espero que chegue a todo o Brasil e que as vendas arrebentem e que o cronograma acima não seja cumprido. OU seja, passe a ser mensal.

  9. Mais uma vez, os portugueses vão levar com as sobras que não forem vendidas no Brasil! Quando é que isso irá acabar?

  10. Já comprei as duas primeiras edições e adorei.
    Concordo acima com o Pedro Pereira, “são tantas que podemos nos fartar ou tornar seletivos”. No entanto, essas primeiras edições, poucos leitores devem ter lido e poderão se divertir com elas.
    O preço não é dos melhores, mas vale pela qualidade do material.
    Parabéns Mythos.

  11. Aqui na minha cidade (Campina Grande) chegou na 1ª semana deste mês de Janeiro… e com o n° 1 veio tambem o n° 2 – MARAVILHA!! Essa coleção vai “pegar”!! E que bom seria se já se tornasse mensal! Mas não importa que seja bimestral, o importante é que TEX À CORES permaneça sempre nas bancas… eternamente nas bancas, pois depois do Tex normal, com certeza ela será minha coleção predileta!! E não adianta ninguem ficar “gorando” dizendo que não vai pasar do n° 6… Pois eu digo com toda certeza: passará sim do n° 6! Minha única incerteza é se, depois disso, permanecerá bimestral ou se tornará mensal.
    E quanto ao preço, está ótimo, pois um Tex Gigante P&B com o mesmo n° de páginas está R$ 19,90…
    E eu digo mais: Enquanto a Mythos tiver os direitos de Tex, essa coleção sobreviverá!!

    Dá-lhe MYTHOS!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.