Inauguração da Praça da Banda Desenhada (Praça Andrea Pazienza), em Roma

Por José Carlos Francisco (texto) e Maurizio Nicastro (fotos)

CartinaSexta-feira, dia 20 de Novembro, foi inaugurada a Praça Andrea Pazienza no bairro Mezzocammino em Roma, também conhecida na actualidade como A PRAÇA DA BANDA DESENHADA.

Segundo Maurizio Nicastro a inauguração foi esplêndida e verdadeiramente festiva, como se pode inclusive confirmar através das fotos (para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas) cedidas ao blogue do Tex pelo próprio presidente do consórcio que nos confidenciou também que estiveram presentes cerca de cinco milhares de pessoas na cerimónia que teve como ponto mais alto o descerrar dos já famosos painéis de mosaico, um momento de ainda maior emoção para Maurizio Nicastro que teve o privilégio e a honra de ter Sergio Bonelli a seu lado no momento de desprender as telas que cobriam os painéis cintilantes de Tex Willer e das personagens da família Bonelli, enquanto Mauro Marcheselli destapava Dylan Dog e Ornella Castellini fazia o mesmo com Zagor.

La piazza fishIl nostro salotto

La piazzaLa piazza 2
.
La famiglia BonelliForam inaugurados 21 painéis no âmbito de um projecto onde colaboraram o consórcio unitário Torrino-Mezzocammino e a Câmara Municipal de Roma, integrados num bairro situado entre a Via Cristoforo Colombo e a Via del Mare, onde autores célebres da banda desenhada italiana deram o seu nome a vias e praças. Tratam-se de gigantescos painéis compostos por azulejos agrupados, totalizando 4 metros e 20 por 3 metros e 60 nos quais, com um processo em fotocerâmica sobre o grés porcelânico, estão representadas as personagens mais famosas da banda desenhada italiana e que dão um colorido deveras especial à Praça Andrea Pazienza.

la piazza by night

La piazza 3Os painéis de azulejos são uma homenagem aos génios que no decurso do século passado fizeram a História da banda desenhada italiana e podem ser observados dos seus mais de 4 metros de altura o Tex de Gianluigi Bonelli, Diabolik de Angela e Luciana Giussani, Corto Maltese de Hugo Pratt e Zanardi de Andrea Pazienza, entre muitos outros. O projecto prevê também a construção do “Parque da banda desenhada”, um parque público de 40 hectares que se situará sobre a praça e onde existirá também um centro comercial e um lago, do qual uma parte será balnear.

Finalizamos mostrando dois vídeos que mostram a cerimónia de inauguração. O primeiro, mais curto (62 segundos), mostra somente o emocionante momento em que se procedeu ao destapar dos painéis. O segundo vídeo, mais longo, mostra a cerimónia quase na íntegra, desde os discursos protocolares até ao momento em que os painéis foram destapados, numa reportagem televisiva da Torrino News:

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.