Fabio Civitelli e o Troféu Anim’Arte 2010 para autor estrangeiro

Por José Carlos Francisco (texto e fotos) e José Machado (fotos)

Troféu Anim’arte 2010 GICAV-BD para Fabio Civitelli

Depois de em 2007 Fabio Civitelli no decurso do XVI Moura BD – Salão Internacional de Banda Desenhada, evento organizado pela Câmara Municipal de Moura, ter sido homenageado com a entrega do Troféu Balanito de Honra para Autor Estrangeiro e ter na altura dito que aquele prémio, o primeiro individual da sua carreira, foi para ele “Um momento muito importante. Eu dei-me conta de que, em tantos anos de trabalho, consegui comunicar alguma coisa aos meus leitores, mas ao mesmo tempo este prémio representou para mim o início de uma fase nova e mais criativa da minha actividade: é claro que trabalhar na BD chamada “comercial” não impede a um autor motivado de fazer experiências, renovar e melhorar a qualidade dos próprios desenhos, e a partir de agora sinto que preciso atender às expectativas do meu público fazendo um produto sempre melhor.“, foi agora a vez de ser também homenageado no XVII Salão Internacional de Banda Desenhada de Viseu, tendo recebido o prestigiado Troféu Anim’Arte 2010 para autor estrangeiro, naquele que foi sem dúvida alguma o momento mais nobre da inauguração do Salão viseense.

Os Prémios Anim’arte são organizados pela Revista Anim’Arte visando a dignificação dos Dirigentes Associativos, como agentes de desenvolvimento local e regional. São pois um reconhecimento público do trabalho realizado por todo o tipo de agentes culturais. A Revista Anim’Arte é um projecto editorial do Grupo de Intervenção e Criatividade Artística de Viseu – GICAV (grupo responsável pela realização do Salão de Banda Desenhada) que, ao longo dos últimos 19 anos, tem prosseguido um dos seus objectivos prioritários através da divulgação de projectos culturais e artísticos, quer colectivos, quer individuais, que as Associações e Artistas do Distrito de Viseu (e não só) realizam, e por direito próprio,  fez este ano homenagem pública a 22 agentes associativos e culturais do distrito, distinguindo-os na qualidade de agentes de desenvolvimento local e regional, a maioria deles retirados do anonimato através da Revista Anim’Arte em reconhecimento do trabalho realizado durante o ano que findou (2010).

A banda desenhada nem sempre é reconhecida como uma manifestação de criatividade artística e fenómeno cultural secular, mas o GICAV pretendeu uma vez mais evocar e distinguir com este prémio os criadores de BD com obra de reconhecido valor artístico e didáctico, presenteando Fabio Civitelli aquando da cerimónia de inauguração do 17º Salão de Viseu de Banda Desenhada e o momento em que o desenhador italiano recebeu nas suas mãos o tão prestigiado troféu que reconhece o seu talento mas também valoriza a sua humildade e simplicidade,  foi festejado  pelo numeroso público que enchia literalmente a sala nobre do Salão com uma estrondosa ovação de palmas confirmando que a aposta do salão viseense estava ganha!

Fabio Civitelli e o orgulho de receber mais um prestigiado prémio em Portugal

(Para aproveitar a extensão completa das fotos acima, clique nas mesmas)

4 Comentários

  1. Parabéns Civitelli, você merece todas as homenagens possíveis e impossíveis, pois você tem um Dom raro de colocar a arte na ponta do lápis.

  2. Nada de mais justo, para quem eu admiro como artista, embora não tenha o prazer de conhecer pessoalmente.

  3. Civitelli, cujo amor a Tex e ao “western” está patente em todas as suas páginas, de uma perfeição e harmonia inexcedíveis, já soma vários troféus conquistados em Portugal e no Brasil e não se ficará certamente por aqui.
    Parece que continuamos a ter vocação de “descobridores”… já não de novos mundos mas de grandes talentos, ao prestigiar artistas como Civitelli que, mesmo sem estarem expostos nas grandes galerias de Arte Moderna, ao lado de pintores, fotógrafos ou escultores, honram e dignificam a sua profissão, o seu país e o seu editor, através de uma forma de cultura popular que tem sobrevivido a todas as mudanças.
    Que continue, por muitos e bons anos ainda, a trabalhar para Tex e para a editora de Sergio Bonelli, são os votos de todos os seus admiradores, rendidos à sua cativante simpatia e ao talento que exibe até no esboço mais ligeiro.

  4. O homem é fera e meticuloso no traço.
    Merece muito mais, não há dúvidas.
    É um grande representante do grande elenco de grandes rabiscadores da Bonelli Comics!
    Parabéns, bengala brother Civitelli!
    Go ahead!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.