A “Collezione Storica a Colori” de Tex, continua!

“Collezione Storica a Colori” de TexO grande sucesso da iniciativa texiana realizada na Itália pela Sergio Bonelli Editore em colaboração com o quotidiano “La Repubblica” e o semanário “L’espresso”, prossegue com trinta e quatro novos volumes!

Em 2008, ano de importantes aniversários para Tex (em Setembro festejaremos os 60 anos da personagem e em 22 de Dezembro ocorrerá o centenário do nascimento de Gianluigi Bonelli), inicia com os melhores auspícios para o Ranger bonelliano.
Dado o grande afecto e a fidelidade demonstrada pelos leitores, a “Collezione Storica a Colori”, apresentada semanalmente associada com o “La Repubblica” e o “L’espresso”, continua para além dos cinquenta volumes inicialmente previstos.

cop TEX V51 OKProssegue, portanto, a republicação das aventuras de Tex, pela primeira vez inteiramente em “technicolor”, abrilhantada em cada número por uma capa inédita, criada para a ocasião por Claudio Villa, acompanhada por artigos e comentários assinados pelo crítico Luca Raffaelli e pelo editor Sergio Bonelli.
O quinquagésimo primeiro volume encontra-se à venda desde esta última quinta-feira, dia 17 de Janeiro, conjuntamente com o quotidiano “La Repubblica” ou com o semanário “L’espresso”, e tem como título “Difesa disperata” (capa acima).

De seguida mostramos o texto  com que Sergio Bonelli informou os leitores da série inédita (mensal) de Tex (no número 567, de 8 de Janeiro), do prolongar desta importante iniciativa:

“Collezione Storica a Colori” de Tex - Página ACaros amigos,
Uma vez mais,  devo confirmar aquilo que já me ouviram dizer amiudadamente: os leitores de Tex são verdadeiramente únicos no mundo e todos nós da Via Buonarroti não lhes seremos nunca suficientemente gratos. Fiel à tradição, e portanto ao sinal gráfico “clássico”, mas disponível para aceitar a proposta de novos desenhadores, entusiasta defronte de uma história bem feita, mas também tolerante quando (como sucede inevitavelmente no decurso de uma série tão longa) algumas aventuras não parecem particularmente conseguidas, o “Texiano” que espera mensalmente a sua revista sempre encorajou as muitas iniciativas “paralelas” que tiveram como protagonista o Ranger criado por Gianluigi Bonelli: aludo aos “Texoni” (Tex Gigantes), aos Maxi Tex (Tex Anuais) e aos outros “Especiais”.
E refiro-me também à recente reedição cronológica a cores que, todas as semanas, aparece nos quiosques juntamente com o quotidiano “La Repubblica” e o semanário “L’espresso”, fazendo já parte de uma recente tradição italiana.

Confesso que tive que superar não poucas dúvidas pessoais antes de aceitar a ideia de usar cores nas páginas que tinham sido concebidas, pelo contrário, para o preto e branco que tanto me agrada e constitui o orgulho de toda a produção da nossa editora, mas, mês após mês, eu tive que render-me às evidências.

“Collezione Storica a Colori” de Tex - Página BDeveria ser composta somente por cinquenta números, a nova colecção, que oferecer-nos-ia também a possibilidade de verificar eventuais mudanças de tendências e de interesses acontecidas entre os nossos “aficionados”. Bem, o veredicto dos leitores de Tex, que não poderia ser mais favorável, levou à expansão da “Collezione storica a colori” a níveis jamais alcançados por nenhuma outra iniciativa do género: em suma, um novo, memorável “record” de popularidade!
Como resistir, deste modo, à tentação de continuar para além desta primeira fase, incorporando as cores também aquelas histórias que, pela maturidade dos argumentos e pela qualidade dos desenhos, sejam consideradas desde sempre como sendo o “período de ouro” de Tex?

E eis então que, em pleno acordo com os colegas do “Repubblica” e do “L’espresso”, a “Collezione storica a colori” será acrescida de outros trinta e quatro volumes, para alegria de todos os amigos que, a cada sete dias, querem confrontar o “velho” com o novo Tex.

Sergio Bonelli

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.