Tex Série Normal (Itália): Spedizione in Messico

Tex 563 - “Spedizione in Messico”Tex 563 – “Spedizione in Messico” de Setembro de 2007 e Tex 564 – “Rurales!” de Outubro de 2007.
Argumento de Mauro Boselli, desenhos de Erasmo Dante Spada e capas de Claudio Villa. História inédita no Brasil e Portugal.

Já o dissemos, a época é de renovação em Tex. Novos argumentistas e novos desenhadores, adaptando a série aos novos tempos, a novos rumos e, com isso, tentando colher melhor os anseios dos apaixonados. Depois de Del Vecchio, desta vez é Erasmo Dante Spada o responsável pelo desenho de mais uma nova aventura escrita por Mauro Boselli.

Trata-se de uma história que certamente não ficará como das melhores, mas é uma história interessante, como são quase todas as escritas por Boselli. Porque Boselli consegue sempre organizar os seus argumentos moldando-os com personagens interessantes, enquadrando a acção com emoção e com isto ganha uma eficácia que importa realçar. O mecanismo da aventura é clássico, levando Tex e os seus pards até ao México. O capitão Masters do exército norte-americano pede a Tex que atravesse a fronteira e traga de volta ao Arizona o chefe coyotero Calvado, fugido há meses da sua reserva.

Tex e Carson à chuvaAgora, o governo americano está disposto a conceder-lhe perdão, mas a missão é secreta e poucos a conhecem. Tex e o seu grupo, com a companhia do jovem tenente Baines como enviado de Masters vão ao encontro do capitão Larriego, o ambíguo comandante dos rurales de Tecopah e o único que por terras mexicanas está por dentro desta missão.

Carson e TexDesde o início que compreendemos que algo se passa, alguma coisa não se enquadra bem nesta missão. Este elemento é importante na primeira parte da aventura, porque permite manter um certo suspense e emoção, gerando uma atmosfera de permanente tensão em território inimigo. E permite também ver os quatro pards em acção, usando a sua imensa habilidade em tornear as situações mais extremas. Cada um a seu tempo é duro, decisivo e corajoso, mas Boselli constrói uma cena verdadeiramente antológica com Tex e Carson, quando ambos são encurralados pelos rurales, demonstrando uma coragem até ao limite. Esta primeira parte da aventura não economiza em acção e emoção, através de páginas plenas de ritmo e de acontecimentos.

Tex 564 - “Rurales!”No entanto, a aventura sofre de alguma falta de equilíbrio, porque se a primeira parte colhe frutos na capacidade evidenciada de chamar a si a emoção, já a segunda parte arrasta-se por vezes com passagens que poderiam ser perfeitamente suprimidas e que revelam afinal um Boselli impotente perante o número de páginas que é obrigado a seguir para terminar a aventura.

Realce ainda para a personagem do tenente Baines, um oficial recentemente graduado na Academia e que procura adquirir uma experiência que só o terreno lhe pode conceder. A missão de acompanhar Tex e os seus pards afigura-se assim como a ocasião ideal para aprender algo, sobretudo o que não é ensinado nos compêndios militares, formando uma certa empatia com o jovem Kit Willer.

Arte de Dante SpadaE onde fica, no meio de tudo isto, o desenho de Spada. Fica a um excelente nível, sim senhor, porque o autor dá uma prova cabal das suas capacidades. Spada tem grande talento, o seu desenho é muito expressivo e convincente, paisagens fantásticas, cenas de acção dinâmicas e um conjunto de pards bem delineado. O Tex de Spada vai sendo moldado ao longo da aventura, denotando o autor cada vez maior à vontade na sua construção, um Tex com personalidade e algum carisma, um Kit Willer decisivo (e sempre presente como Boselli tanto gosta), assim como Carson e Jack Tigre convincentes.

Tex e Carson em acçãoRealce para o magnífico plano desenhado no terceiro quadrado da página 71, onde Spada consegue oferecer um plano dos cinco homens de grande dinamismo e onde cada um está em perfeito movimento quer fisicamente quer na sua expressividade facial.

Arte de Dante  SpadaOu seja, Spada reúne todas as características para se tornar num dos grandes desenhadores de Tex, caso venha a integrar o staff texiano, o que parece ainda não ser um dado adquirido, pois acaba de regressar a Martyn Mystère, a série que o tornou conhecido no panorama dos fumetti.

Texto de Mário João Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.