Tex e Aventureiros em destaque no Diário As Beiras: 5 de Agosto de 2006

Texto do jornal Diário “As Beiras” de 5 de Agosto de 2006
João Miguel Lameiras

MYTHOS TRAZ O MELHOR DA BONELLI NO FORMATO ORIGINAL ITALIANO

MYTHOS TRAZ O MELHOR DA BONELLI NO FORMATO ORIGINAL ITALIANOJá por várias vezes objecto de referência nesta coluna, por via da importação das edições da editora brasileira Mythos, os “fumetti” (nome dado à Banda Desenhada em Itália) da Editora Bonelli estão mais uma vez aqui em destaque graças à nova revista “Tex e os Aventureiros”, cujo nº 3 já se encontra nas bancas.

A fórmula desta revista, que recupera o formato original das edições italianas da Bonelli, bastante mais próximo do formato dos comics americanos do que do formato de bolso usado pela maioria das publicações da Mythos, é simples, e consiste numa história longa de uma personagem, completada por uma série de histórias curtas, cada uma protagonizada por um diferente herói Bonelli. Uma selecção que dá uma boa perspectiva das diferentes séries da editora Bonelli, num formato que valoriza os bons desenhadores, cuja riqueza de traço se torna mais visível para os leitores, neste formato maior e que corresponde precisamente àquele para o qual as histórias foram inicialmente desenhadas.

Neste nº 3 da revista “Tex e os Aventureiros”, temos direito a uma aventura do ranger Tex em cor directa, pintada por Fabio Civitelli, que também imaginou a história, interessante, mesmo sem primar pela originalidade, que Claudio Nizzi transformou em argumento de BD. Mais do que pelas inúmeras referências cinéfilas, que o bem conseguido texto de enquadramento ajuda a identificar, esta experiência de Civitelli em desenhar directamente a aguarela, vale pelo seu carácter de raridade, tendo sido a primeira aventura do ranger da Bonelli realizada em cor directa.

Martin Mystère e JavaOutro dos motivos de interesse desta colectânea é a história “A Espada e a Rocha” de Alfredo Castelli e Giancarlo Alessandrini, em que Martin Mystère vai a Lucca durante o decorrer do Festival de BD daquela bela cidade italiana (o mais prestigiado de Itália) e acaba por ser salvo pelo… incrível Hulk. Uma história simples e divertida, cheia de piscadelas de olho aos leitores de BD e que nos permite matar saudades de Martin Mystère, agora que a VASP (a distribuidora das revistas da Mythos em Portugal) decidiu unilateralmente, sem o menor respeito pelos leitores da série, parar de distribuir as aventuras do “detective do impossível”…

Além disso, temos direito a algumas histórias, bem desenhadas mas sem grande “sumo” de Dylan Dog e Nick Raider e uma história passada na Índia, protagonizada por Ramath, um secundário da série “Zagor” que, pelo pouco que conheço da série-mãe, me pareceu mais interessante do que as aventuras do próprio Zagor

A “piece de resistance”, ou seja a história de fundo, é “Um Mundo Perdido” uma bem interessante aventura de Mister No em busca das ruínas da Atlântida na selva amazónica. Se não há nada a apontar ao clássico, mas muito bem estruturado, argumento de Nolitta, já o desenho de Roberto Diso ganhava mais em ser publicado no formato habitual das revistas da Mythos, pois a redução sempre ajudaria a disfarçar as muitas debilidades do traço deste desenhador, pouco menos que banal, bastante abaixo do nível médio gráfico desta bem produzida revista.

Tex e os Aventureiros nº 3Só é pena que muitos dos leitores que travarem contacto com algumas das personagens em destaque nesta revista, como Nick Raider, Martin Mystère e Mister No, e que queiram conhecer melhor estes carismáticos heróis da Editora Bonelli, vão ter grandes dificuldades em o conseguir, pois trata-se de personagens cujas séries foram canceladas no Brasil. Por isso, para quem como eu, achava que o mais interessante dos “fumetti” da editora Bonelli não passava necessariamente pelas páginas das revistas do Tex ou de Zagor, estes tempos de crise, que se reflecte de forma tão clara nas bancas, não são propriamente animadores…

(“Selecção Bonelli Comics: Tex e os Aventureiros” nº 3, Vários Autores, Mythos Editora, 252 pags, 6 €)

Copyright: © 2006 Diário “As Beiras“; João Miguel Lameiras

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.