Tex a cores também na Croácia

Por José Carlos Francisco

Kolor biblioteka Tex Willer # 1Motivada certamente pelo estrondoso sucesso editorial do mais popular e estrondoso lançamento efectuado na Itália nos últimos anos, falamos como todos devem deduzir da “Collezione storica a colori” (este é o seu título no país de origem) que apresenta – pela primeira vez inteiramente a cores – as clássicas aventuras de Tex (e na exacta ordem cronológica) realizadas por Gianluigi Bonelli e Aurelio Galleppini desde o longínquo ano de 1948, em elegantes volumes semanais de trezentas páginas e em grande formato, numa iniciativa conjunta da Sergio Bonelli Editore em colaboração com o Grupo L’Espresso, através do quotidiano “La Repubblica” e do semanário “L’espresso” e também como mostramos anteriormente, pelos recentes lançamentos ocorridos no Brasil (através da Mythos Editora), na Finlândia (Egmont Kustannus) e na Noruega (Egmont Serieforlaget), a editora Libellus acaba de publicar na Croácia o número 1 desta nova colecção, intitulada Kolor biblioteka Tex Willer, numa luxuosa edição, com capa cartonada, formato 17,8 x 24,8 cm, com uma tiragem de apenas 500 exemplares, ou seja, uma edição tipicamente para coleccionadores e que damos também a conhecer no blogue português do Tex, inclusive até com o destaque que a edição tem na lombada e na 4ª capa, onde podemos apreciar um belo desenho da autoria de Bruno Brindisi.

Kolor biblioteka Tex Willer #1

Kolor biblioteka Tex Willer - Texto Sergio BonelliCada novo número desta nova colecção na Croácia também será brilhantado por uma capa inédita (na Croácia obviamente) criada propositadamente para a ocasião pelo consagrado desenhador Claudio Villa, tal como acontece na Itália, acompanhada por artigos e comentários assinados pelo crítico italiano Luca Raffaelli e pelo próprio editor Sergio Bonelli numa ampla parte introdutiva na qual o editor milanês conta alguns dos segredos e bastidores ligados à realização e ao sucesso de TEX, mas devido ao número de páginas da edição croata, ocorrerá certamente o mesmo “problema” que acontecerá no decurso do evoluir da colecção com as edições brasileiras, finlandesas e norueguesas, ou seja, faltarão capas e estamos curiosos para ver qual a opção que cada país, através da respectiva editora tomará para contornar esta dificuldade.

Kolor biblioteka Tex Willer com capa cartonadaKolor biblioteka Tex Willer interior

Para já, em todos estes países, tal acontecerá na edição nº 4, uma vez que pelas informações que recebemos, em todos eles, haverá 240 páginas de história, ao invés das 300 publicadas na Itália. No caso brasileiro a Mythos Editora já está a estudar a opção que tomará, aliás, essa foi uma das preocupações debatidas pelo editor Dorival Vitor Lopes, por Júlio Schneider e por José Carlos Francisco, na recente visita à Sergio Bonelli Editore.

Kolor biblioteka Tex Willer interior 1Kolor biblioteka Tex Willer interior 2Kolor biblioteka Tex Willer interior 3
.

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *