Pranchas da história com o Tigre Negro (que afinal continua vivo) que Andrea Venturi está a desenhar

Como todos julgávamos saber, na Califórnia desenrolou-se o terceiro e definitivo capítulo da luta entre o nosso ranger e o diabólico criminoso Tigre Negro, numa história escrita por Claudio Nizzi e desenhada por Andrea Venturi, que foi publicada em finais de 2009 na Itália.

Andrea Venturi, foi o terceiro desenhador a representar graficamente o príncipe malaio de nome Sumankan (podemos ver o Tigre Negro de Venturi, na ilustração ao lado), o inimigo de Tex de maior carisma criado por Claudio Nizzi, depois de Claudio Villa, o criador gráfico e de Fabio Civitelli o terem feito nas duas histórias precedentes.

Mas voltando ao início deste texto, fomos todos induzidos em erro, porque afinal o Tigre Negro ainda está vivo!

Ao contrário do que Tex pensava, o Tigre Negro não morreu

E Tex, com quem o Tigre Negro fará um acordo, irá acompanhá-lo ao Oriente à conquista do seu reino situado em um dos países do Sudeste Asiático em uma nova e excitante viagem do Ranger que está a ser desenhada novamente por Andrea Venturi como comprova a foto que mostramos de seguida e que foi tirada por ocasião da recente visita de Venturi à redacção da Sergio Bonelli Editore:

Andrea Venturi exibe-nos duas pranchas originais da história com o Tigre Negro que está a desenhar

Trata-se de uma história de 440 páginas que está sensivelmente a meio e que está prevista ser publicada lá para o final de 2024 na série regular de Tex, história escrita por Mauro Boselli, autor da fotografia acima.

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

2 Comentários

  1. Pard José Carlos, além dos adversários do Tex, o Boselli poderia fazer uma história que mostrasse que também houve indução ao erro sobre a morte de um amigo, no caso Glenn Corbett o jayhawker do Kansas (Tex Ouro 83) poderia na verdade estar vivo com nova identidade.
    Um personagem importante que só apareceu uma vez, mas ajudou muito Tex e que deveria voltar a aparecer em uma nova história é o Clem (Tex 107, 108, 109 e 110).

    • Mais uma vez, excelentes ideias, pard Teodoro. Quem sabe um dia não venhamos a ter uma surpresa vendo alguns regressos sugeridos por si…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.