O SURPREENDENTE BRINDE (da Mythos Editora) que acompanha o TEX #600

Seiscentas edições de Tex, uma meta extraordinária para uma personagem que nunca deixa de surpreender!.

Parece que foi ontem mas já se passaram oito anos desde que Dorival Vitor Lopes, o editor de Tex no Brasil, sublinhou que foi com um enorme orgulho e felicidade que se chegou ao número 500 de Tex no Brasil. Um importante número alcançado pelo nosso Tex. Com essa edição, intitulada “Os demónios da noite“ e datada de Junho de 2011, na verdade, nós comemoramos meio milhar de números ininterruptos de presença de Águia da Noite nos quiosques brasileiros, uma façanha extraordinária de uma personagem que, como todos sabem, representa um inimitável fenómeno editorial.

E hoje aqui estamos nós de novo, pards, com mais um recorde! Depois de 100, 200, 300, 400, 500 edições (sem contar as cada vez mais numerosas edições divididas entre Gigantes, Anuais, Almanaques, Edições Históricas, Férias, Coloridas, Ouro, Platinum, Maxi, etc.),  no momento em que na capa (da autoria de Claudio Villa) do volume que chega aos quiosques brasileiros em Outubro comparece, com orgulho, um número invejável 600, acompanhado do usual Mythosiano “Totalmente em cores” das edições centenárias, Dorival Vitor Lopes não pode deixar de agradecer, com um único ideal e um emocionado abraço, o exército de leitores brasileiros e portugueses que aguardam cada mês, o encontro com o Ranger mais famoso da banda desenhada.

Tex #600

Falando da edição em si, trará uma aventura (a cores) de 110 páginas, escrita por Mauro Boselli e desenhada por Fabio Civitelli e cujo título é “O ouro dos pawnees” (no original: L’oro dei Pawnee): Muitos anos atrás, nas Grandes Pastagens atravessadas por ferozes hordas de Sioux, quatro garotos vagabundos a caminho de casa corriam para uma princesa Pawnee em perigo… A partir daquele momento, o destino de Tex e das pessoas vermelhas se uniu inexplicavelmente na pessoa de Tesah e no segredo do tesouro sagrado. Muitos anos depois, Night Eagle recebe uma mensagem de ajuda de um velho amigo e vai para o resgate com Carson, Kit e Tiger!

Mas melhor do que as palavras, eis as quatro primeiras páginas da história do Tex nº 600:

O ouro dos pawnees

Tex #600 – Página 5

Tex #600 – Página 6

Tex #600 – Página 7

Tex #600 – Página 8

Mas para assinalar a efeméride e como é tradicional na editora da fogueirinha, este Tex centenário trará um brinde, brinde esse deveras surpreendente, quanto mais não seja por ser algo raro (o original) e inédito até aos dias de hoje: o facsímile da primeiríssima revistinha do Tex em língua portuguesa, a histórica edição número 28 da revista (em tiras) Júnior, datada de 25 de Fevereiro de 1951. Importante destacar que até o número 27 a revista Júnior publicava outros personagens.

Júnior #28 – Aventuras de Texas Kid

Trata-se da edição que contém a primeira e autêntica aparição de Tex no Brasil, quando o Ranger recebeu o nome de Texas Kid, editado na época pela Rio Gráfica e Editora. A revista Júnior era semanal e trazia o subtítulo “As Aventuras de Texas Kid” e continha 36 páginas, medindo 16 cm de largura por 7 cm de altura, exactamente como a edição italiana original.

Também neste caso do brinde, divulgamos as três primeiras páginas (tiras) de Júnior #28 – O totem misterioso:

Júnior #28 – Aventuras de Texas Kid – Página 1

Júnior #28 – Aventuras de Texas Kid – Página 2

Júnior #28 – Aventuras de Texas Kid – Página 3

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

29 Comentários

  1. Isso vai preencher muitos que desejavam esse Tex Júnior. É um brinde e tanto, viu? E considerando o número 600 de Tex bem que poderiam fazer mais fac simile de Tex. O número 01 ” O signo da serpente” seria ótimo.

  2. SENSACIONAL!!!!
    A Mythos acertou em cheio com essa novidade, nos presenteará com algo inédito e cobiçado pelos colecionadores.
    Como acredito ser esse tipo de revistinha estilo talão de cheques não ter um custo muito alto, sugiro a continuação dos 28 numeros.
    Eu era contra o caderno com as capas.
    Nesse quesito das capas sugiro editar aqui no Brasil os 3 volumes com todas as capas nos moldes que sairam na Itália, ainda que de forma on Demand.

  3. Eu sou comprador de Banca, vai ter também? Ou somente para quem compra antecipado direto na editora?

    • Pard Cido Ribeiro o brinde será para todos que comprem o Tex 600, seja no site da editora ou na banca

  4. Decepção total, esperava um brinde de metal….
    Não é um bom ano do Tex no Brasil.

  5. Meus parabéns aos editores! Certamente um item muito especial essa réplica do número 28 da revistinha Júnior. Todo colecionador, que se preze, tem a curiosidade de ler Tex em seu formato original e dar a oportunidade para que todos possam ter um gibizinho desse é fenomenal. Faço minhas as palavras do Jessé Bicodepena, poderiam continuar vindo nas próximas edições junto com as On Demand.

  6. Respeitosamente o brinde, mas… pelo ”Peso” do Tex 600, o mínimo.
    Obrigado, pois $ o Tex600 (on demand)!

  7. Vai ser uma oportunidade para o colecionador de Tex. Se não é o original (muito difícil de conseguir), pelo menos é um fac-símile oficial… Muitos texianos agora poderão conhecer essa edição…

  8. Poderiam no futuro por exemplo no numero 700 um chaveiro do Tex em Aluminio… seria possível.

  9. Uau!!!! Parabéns a nossa querida Mythos!!! Comprei 4 exemplares da edição 600… esse fac símile é um verdadeiro sonho para os colecionadores texianos!!!

  10. Este brinde, junto com a volta dos Disney (Mickey, Don Rosa e Carl Barks) alumiou o meu mundo. Obrigado Mythos ( e vocês, pela noticia).
    Bem que podiam continuar a coleção, nem que fosse “on demand”… hehe.
    Abraços.

  11. Bem, já que vão fazer duas edições com capas diferentes poderiam também mandar numa o facsimile e na outra o livreto de capas.

  12. Gostaria de perguntar ao pard José Carlos se ele está sabendo de alguma coisa da editora Mythos em relação a publicação de cadernos com as capas de todas coleções de Tex publicado até hoje no Brasil. Obrigado.

    • Pard Zenilto pelo que consegui apurar, para agora não está previsto nenhum caderno de capas das edições de Tex publicadas no Brasil. Este ano a Mythos decidiu inovar…

  13. Eu acho que o Sr. Dorival perdeu uma imensa chance de agradar praticamente a todos, o que vocês acham? Vejam bem já que vai ter duas capas pra mesma edição, poderia em uma edição o fac-símile e na outra o caderno com todas capas.
    Um abraço a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.