Galep e as divas “hollywoodianas” (e não só)

Por Sandro Palmas [1]

TESAH e TEXJennifer JonesÉ logo na primeira edição da série, “La Mano Rossa” (“A Mão Vermelha“), em 1948, que acontece a primeira e histórica presença feminina na longa saga de Tex, a bela índia Tesah, que foi desenhada por Aurelio Galleppini inspirando-se na actriz Hollywoodiana Jennifer Jones..
.

FlorecitaGalleppini trabalhava durante o dia nas empenhativas páginas de Occhio Cupo (revista quinzenal de formato grande, mais cara que a média dos restantes quadradinhos da época), desenhando nas horas nocturnas os quadradinhos de Tex, inspirando-se, para as personagens femininas, nas divas hollywoodianas que via nas grandes telas do cinema do pós-guerra. Mas por vezes a sua inspiração provinha de ambientes mais restritos, como o pequeno apartamento que foi a primeira sede da editora, em cujos corredores vagava, sob o seu olhar indolente e cansado, a figura da secretária de Tea Bonelli, a menina Antonia, que forneceu uma oportunidade para a segunda figura feminina dos álbuns de Tex, (aparece inclusive na edição “La Mano Rossa” ), a vulcânica Florecita, neta do temível El Diablo!
.
.Cora GrayRita Hayworth
No quinto álbum, “Satania!“, a belíssima protagonista, cujo verdadeiro nome é Cora Gray, é uma vez mais o perfeito retrato de uma diva de Hollywood, a própria Rita Hayworth!
.
.
.
Tea BonelliManuela GuzmanA própria editora Tea Bonelli é uma outra figura de referência para o então jovem Aurelio Galleppini, que inspirado no rosto da mãe do actual editor de Tex, Sergio Bonelli, modela a bela e rica, mas também cruel e revolucionária mexicana, Dona Manuela Guzman, figura feminina que aparece na história “Gli sciacalli del Kansas“!.
.
YogarÍndia desenhada por Walter MolinoNa história “Uno contro venti“, uma outra bela jovem  índia, Yogar (filha do chefe e sacerdote Tenoc), rainha dos índios blancos, não é uma criação da fantasia de Aurelio Galleppini.A semelhança com a índia que se vê em cima, no lado direito, retirada de uma obra de Walter Molino, desenhador que inspirou bastante tanto Galleppini como Mario Uggeri, é simplesmente extraordinária!
.
Veronica LakeMarie GoldVeronica Lake
, a esta actriz parece verosímil dizer-se que foi a inspiração de  Galleppini, apesar da ausência da franja, para delinear a figura de Marie Gold que apareceu nas edições nº 1 e 2 de Tex Willer.

.
.

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)
.
[1] (Texto publicado originalmente no Tex Willer Forum, em 15 de Setembro de 2009)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.