Fanzine “A Conquista do Oeste” – Maio/Novembro 2001 – Página 85 – Os outros artistas que participaram em filmes de “western” (Parte 5)

OS OUTROS ARTISTAS QUE PARTICIPARAM EM FILMES DE “WESTERN” (Parte 5)

Fanzine “A Conquista do Oeste” – Página 85Muitos outros artistas teriam também um papel importante, na divulgação de filmes de “western”, ainda que em artigos anteriores, só nos tivéssemos preocupado mais com os actores que acabariam em Histórias aos Quadradinhos. Mas claro, houve muitos artistas de craveira mesmo, que tiveram um papel muito significativo nos filmes de “western”. No entanto, sobre esses iremos unicamente indicar os nomes e pouco mais. O espaço assim o obriga:

Charlton Heston (1923-2008). O “western” não foi a sua especialidade. De qualquer dos modos também trabalhou nesses filmes, desde 1952 a 1979.
William Halden
(1918-1981). Era um artista que sabia viver e que aproveitou os belos momentos que a vida lhe ofereceu, embora tenha morrido tragicamente. Entrou em filmes desde 1940 até 1972. Mas as suas interpretações, que ficaram na nossa memória são as dos filmes “Sabrina” e “Piquenique”.
Jack Holt
(1888-1951). Era pai de Tim Holt. Trabalhou em filmes mudos e sonoros desde 1914 até 1950.
Tim Holt
(1918-1973). Foi mais um artista a ser adaptado para a Banda Desenhada. Iniciou-se novo, com 10 anos e trabalhou até 1952.
Skip Homeier
(1930-). Fez papeis de mau. Trabalhou desde 1946 a 1975, com uma passagem pela TV.
Dennis Hopper
(1936-). É um artista já com um Óscar, embora não conquistado em filmes de “cow-boys”. Trabalhou desde 1956 a 1980, com TV.
Jack Hoxie
(1890-1965). Trabalhou em filmes mudos e sonoros, desde 1913 a 1933. Era um grande artista de “western” na sua época.
Henry HullHenry Hull
(1890-1977). Também seria um artista de categoria, nos seus papeis secundários. Trabalhou desde 1939 a 1963.
Arthur Hunnicut
(1911-1979). Foi outro artista secundário de respeito. Trabalhou desde 1942 a 1975, com várias séries de TV em paralelo.
Jeffrey Hunter
(1926-1969). Era um artista bonito, de olhos azuis e que morreria muito novo. Trabalhou com John Ford e outros, desde 1953 a 1968, com TV.
Walter Houston
(1884-1950). Fez poucos filmes. Foram só 4, de 1930 a 1950.
John IrelandJohn Ireland
(1914-1992). Artista secundário, mas bom. Trabalhou de 1946 a 1977, com TV.
Dean Jagger (1903-1991). Foi outro actor de grande craveira, ainda que secundário. Trabalhou de 1934 a 1974, também com TV.
Ben Johnson (1918-1996). Entrou em filmes de “cow-boys” e de séries de TV, desde 1946 a 1986.
Chubby Johson (1903-1974). Teve interpretações fabulosas, embora nem sempre como figura principal. Trabalhou desde 1950 a 1969, com TV.
Buck Jones (1889-1942). Foi bastante conhecido na sua juventude, como “cow-boy” e em outros papeis, tendo sido adaptado às Histórias aos Quadradinhos, nas suas aventuras. Em Dezembro de 1942 e num jantar em sua honra, num clube nocturno em Bóston, morreria com mais outras 400 pessoas num terrível incêndio. Trabalhou desde 1918 a 1942.
L. Q. Jones (1927-). Ainda que não tivesse papeis de grande fôlego, convenceu nas suas figuras secundárias. Trabalhou desde 1958 a 1983, com TV.
Victor Jory (1902-1982). Em papeis de vilão, alcançou o seu sucesso. Trabalhou desde 1933 a 1980, com séries de TV incluídas.
Tom Keene (1904-1963). Atraente e de grande figura, fez vários filmes de “cow-boys” desde 1929 a 1958. Passou pela TV uma vez.
Brian Keith (1921-1997). Não deixou os seus créditos por mãos alheias e soube desempenhar bons papeis. Trabalhou desde 1953 a 1987, com algumas séries de TV incluídas.
Arthur Kennedy (1914-1990). Fez poucos filmes, mas bons e quase sempre como bandido. Trabalhou de 1941 a 1968.

(Para aproveitar a extensão completa da imagem acima, e/ou imprimi-la, clique nas mesma)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.