Exposição do faroeste de Tex Willer com Fabio Civitelli

Exposição A partir de 19 de Março próximo, homenagem à lendária personagem da banda desenhada da Sergio Bonelli Editore na galeria “Artecò” em Como, na região da Lombardia..

Exposição pessoal de Fabio Civitelli com Tex Willer na cidade italiana de Como

Na galeria Artecò em Como, de 19 de Março a 6 de Abril poder-se-á apreciar a arte de um dos mais talentosos desenhadores do staff da Sergio Bonelli, através de uma antologia da sua melhor produção. Trata-se de Fabio Civitelli. Os seus trabalhos foram expostos na 54ª Bienal de Veneza e um pouco por toda a Itália, mas também em Portugal, Brasil, Croácia e Finlândia.

Devido às pranchas da história “La cavalcata del Morto“, que estarão expostas na Galeria em Como, o Maestro foi agraciado com o prémio de melhor desenhador italiano no prestigioso “Salone dei Comics” em Lucca no ano passado. “A Cavalgada do Morto” (título português) foi o vigésimo sétimo “Texone” dedicado a Tex, tendo sido publicado em Julho de 2012, com textos de Mauro Boselli. Foi também o primeiro Tex Gigante confiado a Fabio Civitelli. Uma história, violenta e trágica, na origem de uma vingança inspirada num conto de Washington Irving , A Lenda do Vale Encantado, onde Civitelli pôde desfrutar no criar jogos de luz e sombras.

Estarão também expostas pranchas originais de “Il Mio Tex” que exigiram mais de 17 anos de preparação, uma fascinante viagem ao western épico de um jovem Tex (em companhia da bela Lilyth) através de aventuras e perigos nos quais o popular herói da banda desenhada é retratado ao lado dos grandes amigos e contrapondo-se aos seus grandes inimigos.

Haverá também pranchas expostas de “Tex, il romanzo della mia vita” (Editora Mondadori), 12 verdadeiras obras de arte nas quais Fabio Civitelli percorreu a vida do Ranger: dos primeiros disparos com Gunny Bill ao acerto de contas com Tom Rebo para vingar o assassinato do seu irmão Sam Willer, da primeira aparição de Mefisto no papel de ilusionista às aventuras do jovem Tex durante a Guerra da Sucessão, do duelo  com Tagua ao juramento no túmulo de Lilith, das aventuras nos trilhos gelados do Canadá ao lado de Jim Brandon e Gros Jean ao encontro com o Senhor do Mal, Mefisto e os seus ferozes Hualpai.

Civitelli há quase 30 anos (28 para ser exacto) que duela com o seu amigo Tex na prancheta de desenho. Isto é, a partir de Maio de 1985, quando realizou sob textos de Claudio Nizzi o longo episódio “I due killers”. Civitelli chegou ao faroeste bonelliano depois de experiências quadrinhísticas de vários tipos: a banda desenhada erótica, os álbuns de guerra, as revistas periódicas, até chegar a Mister No, personagem graças à qual entrou para o staff da Sergio Bonelli Editore.

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

Um comentário

  1. Tex chegando no famoso Lago de Como, na Lombardia, província ao Norte da Itália, ao flanco do talentoso e também famoso desenhista Fabio Civitelli.
    O evento “Tex Willer em Como” acontecerá de 19 de março a 6 de abril de 2013 e apresentará pranchas e originais texianos. A inauguração será em 16 de março com a presença do artista.
    Algumas edições especiais civitellianas estarão em exposição e à venda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.