Entrevista com o fã e coleccionador: Elder Campos

Entrevista conduzida por José Carlos Francisco.

Para começar, fale um pouco de si. Onde e quando nasceu? O que faz profissionalmente?
Elder Campos: Meu nome é Elder, nasci em Itaperuna, interior do Rio de Janeiro e sou formado em Tec. em Enfermagem.

Quando nasceu o seu interesse pela banda desenhada?
Elder Campos: Meu interesse pelas HQs surgiu logo quando eu era criança, pois meu irmão comprava as revistas da Turma da Mônica para seus filhos e eu as pegava para ler, até que um dia tive meu primeiro contato com Homem-Aranha.

Quando descobriu Tex?
Elder Campos: Meu irmão mais velho sempre falava comigo sobre Tex, até que um dia eu estava fazendo uma viagem e em uma rodoviária tinha uma banca de jornal onde comprei meu primeiro Tex e foi a edição nº 385 – A revolta dos mineiros, eu de cara fiquei maravilhado com os desenhos do Ticci e o roteiro tão fluído. Isso foi no ano de 2001 e desde então acompanho o personagem.

Porquê esta paixão por Tex?
Elder Campos: Sou um grande fã do gênero de faroeste e as histórias de Tex na minha opinião é a mídia que mais representa esse gênero, além de ser uma leitura sempre muito fluída e prazerosa.

O que tem Tex de diferente de tantos outros heróis dos quadradinhos?
Elder Campos: Sua forma de agir diante das situações, as decisões firmes tomadas, seu otimismo quando tudo parece tão difícil e principalmente o código de honra do personagem que na minha opinião nenhum outro personagem das HQs tem.

Qual o total de revistas de Tex que você tem na sua colecção? E qual a mais importante para si?
Elder Campos: Nossa, essa é uma pergunta difícil pois nunca parei pra contar, mas com certeza são mais de 1000 exemplares kkk. Mas, uma que é muito importante pra mim é o Almanaque Tex nº 05 – A Lei do Deserto. Foi a primeira história completa de Tex que li e me lembro de vibrar muito com essa história.

Colecciona apenas Tex no que à editora Bonelli diz respeito?
Elder Campos: Dos personagens Bonelli que busco colecionar mesmo além de Tex são: Mágico Vento, Zagor, Dylan Dog e Júlia.

Qual o objecto Tex que mais gostaria de possuir?
Elder Campos: Uma action figure ou um quadro original grande pra colocar na parede.

Qual a sua história favorita? E qual o desenhador de Tex que mais aprecia? E o argumentista?
Elder Campos: Eu poderia fazer uma lista de histórias favoritas mas, Rumo ao Forte Apache, El Muerto, O Ouro dos Confederados e Golden Pass estão na lista das melhores pra mim. O melhor desenhista pra mim é o Giovanni Ticci, acho os enquadramentos que ele cria para as cenas algo diferenciado dos outros desenhistas. Ah eu gosto muito do Mauro Boselli como argumentista, os roteiros dele dão a sensação de um faroeste mais selvagem e violento.

O que lhe agrada mais em Tex? E o que lhe agrada menos?
Elder Campos: O que mais me agrada em Tex sem dúvida são os roteiros. A forma como as tramas são conduzidas são muito diferentes das demais HQs de outros personagens. As histórias são sempre muito fluídas no que se refere a narrativa. Não existe nada em Tex que me desagrade, mas, provavelmente eu seja suspeito demais para dizer isso kkk.

Em sua opinião o que faz de Tex o ícone que é?
Elder Campos: Acho que a qualidade das histórias, os personagens são muito bem construídos e principalmente por não haver uma linha cronológica difícil de ser seguida. Por exemplo: um novo leitor pode pegar qualquer edição do personagem e ele vai entender perfeitamente a história, isso é um diferencial para o personagem na minha opinião.

Costuma encontrar-se com outros coleccionadores?
Elder Campos: Apenas virtualmente, lá no meu instagram onde posto conteúdos sobre quadrinhos.

Para concluir, como vê o futuro do Ranger?
Elder Campos: Acho que Tex é um quadrinho que vai perdurar por muitos e muitos anos, pois ele sempre vai manter os leitores mais antigos e acredito que ele vai cativando novos leitores com o passar dos anos. Aqui no Brasil por exemplo várias editoras publicam o personagem e acredito que a popularidade dele só aumenta.

Prezado pard Elder Campos, agradecemos muitíssimo pela entrevista que gentilmente nos concedeu.

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.