eBook de “Tex Willer – Il romanzo della mia vita”

Por Rodrigo Bratz

Capa do livro “Tex Willer – Il romanzo della mia vita”

Neste ano de 2011, mais precisamente em Maio, tivemos uma inovação muito bem-vinda nas publicações texianas. Pela primeira vez, um livro dedicado ao Ranger foi colocado à venda no formato digital.

Trata-se do recente romance autobiográfico de Tex, escrito por Mauro Boselli e ilustrado por Fabio Civitelli, intitulado “Tex Willer – Il romanzo della mia vita”. A editora italiana Mondadori, responsável pela obra impressa, lançou o eBook (livro electrónico) em vários sites de venda online, tais como a libreriauniversitaria.it, ao custo de aproximadamente dez euros.

O eBook texiano foi oferecido em dois formatos para download e leitura: o ePUB, mais amplo, usado em tablets (como o iPad ou o Galaxy Tab) e em vários e-readers (leitores electrónicos, como o nook ou o COOL-ER), e destinado a tornar-se o padrão na distribuição e venda de livros digitais; e a edição específica do Kindle, o famoso e-reader da gigante do comércio electrónico Amazon.

Livro do Tex via Adobe Digital Editions

Sobre essa edição do Kindle, por ora está sendo vendida apenas na Europa, e para adquiri-la é necessário ter no cadastro um endereço em um dos países europeus em que a empresa actua.
Já pela americana Amazon.com, que é ainda a única loja online disponível aos usuários internacionais do e-reader (como os brasileiros), só se tem acesso, por enquanto, a uma prévia da introdução e do prólogo do romance texiano (clicando-se na capa do mesmo).

Prévia do livro de Tex no kindle

Tanto o livro na versão ePUB quanto na edição do Kindle (formato AZW) também podem ser lidos, embora com menos conforto, pelo computador pessoal. O primeiro, usando-se o aplicativo Adobe Digital Editions; o segundo, por meio do Kindle for PC.

Resta agora torcer para que a Mondadori continue trazendo edições texianas ao meio digital. Não se sabe ainda se a iniciativa foi bem sucedida, mas já é um primeiro passo. O mercado de livros/revistas digitais vem crescendo num ritmo acelerado, e a tendência é que todas as editoras, mais cedo ou mais tarde, invistam forte nele.

Quando será a vez da Sergio Bonelli Editore? Ainda é difícil prever. Mas acreditem; vai chegar.

2 Comentários

  1. É admirável a iniciativa. É um primeiro passo de Tex em direção ao mundo das tecnologias.
    Espero que a Bonelli não lute contra a evolução do processo, mas também espero que as edições virtuais NÃO substituam as obras primas em banca, que certamente são insubstituíveis.

  2. Tentei ler um livro digital e não consegui.
    Preciso folhear as páginas, sentir o papel em minhas mãos, e o cheiro da impressão.
    Então, não insistirei, deixo para as novas gerações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *