Com a chegada de Dezembro chegou a… Bonelli Digital Classic!

A Sergio Bonelli Editore inaugurou hoje, 1 de Dezembro, a nova plataforma proprietária que permite a leitura digital: Bonelli Digital Classic, mais de 360.000 páginas de aventuras dos Heróis Bonelli para serem lidas em smartphones, tablets e computadores.

A Sergio Bonelli Editore inaugurou a nova plataforma proprietária: Bonelli Digital Classic, o serviço de assinatura (mensal ou anual) que permite o acesso à leitura digital das histórias dos personagens clássicos que nasceram entre 1940 e 1982: Tex, Zagor, Mister No, Martin Mystère, Storia del West, Il Piccolo Ranger, Il Giudice Bean, Un ragazzo nel Far West e muitos mais.

A Bonelli Digital Classic oferece a leitura completa dos volumes dos mais importantes Heróis Bonelli. Assinar significa ter a oportunidade de ler qualquer número de cada série dos personagens incluída na oferta, desde que esteja nas bancas há mais de seis meses. Os assinantes da Bonelli Digital Classic desfrutarão da leitura de todos os episódios das séries regulares e de todas as aventuras das séries especiais: Speciali, Maxi, Color, passando pelos Almanacchi e os Magazine, até aos novos formatos como o da  “Audace” que é caracterizada por propostas como Mister No Revolution.

Todo o acervo destes grandes heróis em edição digital na palma da sua mão: mais de 360.000 páginas de banda desenhada Bonelli! Além disso, o catálogo oferecido pela Bonelli Digital Classic estará em constante expansão: todos os meses, novidades de Tex, Zagor, Martin Mystère e outros personagens clássicos.

A plataforma Bonelli Digital Classic também oferece a possibilidade de adquirir aventuras avulso. Os exemplares avulso podem ser lidos apenas na aplicação ao preço de 2,49 euros para as séries regulares e de 3,49 euros para os especiais, apresentando uma oferta composta pelos volumes distribuídos nas bancas até três meses antes.  Histórias que serão posteriormente incluídas no catálogo Bonelli Digital Classic, ficando disponíveis para os assinantes após os três meses posteriores ao seu lançamento nas bancas italianas. A assinatura é oferecida com duas tarifas, na oferta de lançamento: mensal (9,99 euros, em vez de 12,99) e anual (99,99 euros, em vez de 129,99).

A Bonelli Digital Classic foi concebida com o suporte técnico e desenvolvimento digital da D-Share – importante empresa especializada em produtos digitais do sector editorial – para permitir uma leitura agradável e fluída, oferecendo um leitor avançado, programado exclusivamente para o serviço, que  homenageia as maravilhosas vinhetas dos fumetti da história editora milanesa.

Cada leitor pode escolher o uso preferido, folheando o volume em três diferentes modalidades:

  • Página inteira
  • Tira por tira
  • Vinheta por vinheta

Para muitos volumes é também possível decidir se deseja folhear as histórias no tradicional preto e branco ou optar pela visualização de uma moderna edição a cores.

Além da versão app (disponível para download na Apple Store para os sistemas iOS ou na Google Play para Android), a Bonelli Digital Classic também pode ser utilizada através do navegador de um computador conectado á Internet.

Uma única assinatura da Bonelli Digital Classic permite acesso ao serviço em dois dispositivos móveis, além de um dispositivo desktop. Cada assinante pode assim utilizar a Bonelli Digital Classic simultaneamente no seu smartphone, tablet e computador pessoal para poder desfrutar do extenso catálogo em todas as ocasiões.

A Bonelli Digital Classic está disponível em todo o mundo já que por meio do aplicativo é possível assinar a partir de qualquer país.

Uma nota: O sistema entrou no ar hoje, e, como qualquer app ou sistema novo, está sujeito a ajustes.
E também, por ser uma novidade, certamente há muuuuitos usuários acessando ao mesmo tempo, o que causa lentidão no tráfego de dados.

Bonelli Digital Classic: a partir desta quinta-feira, 1 de Dezembro de 2022 as bandas desenhadas da Bonelli também serão digitais!

 

4 Comentários

    • De momento ainda não há notícias referentes a essa possibilidade, Raphael, mas certamente no futuro é provável que ocorra a não ser que a Bonelli ceda os direitos a editoras dos países interessados porque fazer a tradução de todas as aventuras de todos os personagens nas diversas línguas deverá ter custos astronómicos…

  1. É uma opção interessante, mas sinceramente nada melhor que a edição fisica em mãos, já até tentei ler algumas Hqs digitais, mas não dá…..

  2. Excelente opção para nós portugueses com a dificuldade que temos em aceder às publicações. E isto, claro, senão fosse o problema da língua, sem este problema assinava já.
    Também é verdade que a tradução das publicações atrasadas teria um custo astronómico e portanto não me parece viável.
    Relativamente à tradução das publicações a lançar já deve ser encarada de outra forma, e deve ser equacionada se a SBE pretender que esta opção se torne um sucesso e conquiste outros mercados.
    Se a tradução de todas as histórias de todos os personagens não é viável porque não investir na aplicação?
    Porque não criar uma aplicação que faça a tradução automática com recursos disponíveis?
    Porque não criar um leitor que espelhe a página, dotado de um programa de reconhecimento de texto, com recurso ao google translate, que traduza para a página espelhada, o texto e os diálogos na língua selecionada?
    Sei perfeitamente que a tradução está longe de ser a ideal mas para quem não percebe italiano … eu assinava.
    Penso que um aplicativo nestes termos não deve ser muito difícil de desenvolver e esta funcionalidade seria utilizada para as edições antigas, as que saírem à posterior já devem vir com os textos nas diversas línguas.
    Fica a ideia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *