“As grandes histórias de Tex”, NOVA COLECÇÃO italiana de Tex a estrear AINDA EM 2015 e “Tex Magazine” OUTRA NOVA COLECÇÃO a estrear em Janeiro de 2016

Por José Carlos Francisco

Série “As grandes histórias de Tex” estreia ainda em 2015 com “Tex, a lenda”

O lendário Ranger termina 2015 em grande estilo: todas as cores da aventura em 30 imperdíveis volumes em grande formato em As grandes histórias de Tex. Nos quiosques italianos a partir de 31 de Dezembro, todas as quintas-feiras com Repubblica e L’Espresso.

“Tex Magazine”, a nova colecção anual do Ranger, estreia em Janeiro de 2016 com DUAS histórias inéditas

A partir de 23 de Janeiro de 2016 Tex Magazine, a colecção ANUAL de Tex que substitui o Almanacco del West, com nova roupagem gráfica e com DUAS histórias inéditas de DOIS DESENHADORES QUE SE ESTREIAM EM TEXEmanuele Barison com a aventura (de 78 páginas) “Artigli!” , escrita por Pasquale Ruju e Alessandro Bocci com a história (de 32 páginas) “Maria Pilar“, da autoria de Mauro Boselli.

Arte original de Claudio Villa para a capa da edição nº 1 de As grandes histórias de Tex

As grandes histórias de Tex, grande e luxuoso formato nesta nova colecção de Tex

A “Collezione Storica a Colori” (Colecção Histórica a Cores) agregada ao quotidiano “La Repubblica” e ao semanário “L’espresso” na Itália, terminou a longa maratona com o ducentésimo trigésimo nono volume publicado a 25 de Agosto de 2011. Tratava-se de uma proposta semanal iniciada no longínquo mês de Fevereiro de 2007 e foi uma iniciativa que obteve um sucesso entusiasmante e que permitiu aos leitores italianos desfrutar, no espaço de apenas quatro anos e meio, de toda a carreira do Ranger mais famoso e mais duradouro do mundo da banda desenhada, pela primeira vez a cores.

Era suposto ser apenas um “experiência” limitada a 50 números e que, em vez disso, motivada por um sucesso tão extraordinário quanto imprevisível, tornou-se um “encontro semanal” mais ou menos obrigatório para dezenas de milhares de leitores…

Capas nº 1 e 2 de As grandes histórias de Tex

A colecção que reeditou todas as histórias da série principal de Tex marcou a introdução triunfal da cor no universo do nosso Ranger, uma “entrada” que, em doses assim maciças, nunca se tinha visto antes. Não foi fácil, para muitos leitores conseguirem completar com sucesso a série inteira, fosse pelo compromisso financeiro que a empreitada requereu, fosse para a obrigação de encontrar na própria habitação, um espaço suficiente para acolher uma espécie de “montanha de papel”. Mas, a oportunidade era realmente imperdível – mesmo única – e, profissionalmente, a Sergio Bonelli Editore não podia deixá-la fugir tal como os números finais (e oficiais) o provaram.

Capas nº 3 e 4 de As grandes histórias de Tex

A “Collezione Storica a Colori” ao longo dos seus 239 volumes vendeu um total astronómico de 27 MILHÕES de exemplares, o que deu uma média incrível de pouco menos de 113 MIL cópias vendidas a cada semana (a um custo unitário de 6,90€) e um facturamento incrível de 186 MILHÕES e 300 MIL EUROS.

Capa nº 5 de As grandes histórias de Tex

Perante estes números elevados compreende-se hoje porque logo após o fim da “Collezione Storica a Colori” a Sergio Bonelli Editore e o grupo editorial Espresso-Repubblica lançaram a reedição, em “technicolor”, dos Tex Gigantes, colecção que trouxe, durante 25 semanas, prestigiosas assinaturas da banda desenhada italiana e até mesmo mundial, seguindo-se depois Tex Gold uma nova colecção, com 30 volumes semanais, sempre com o selo editorial Espresso-Repubblica, que republicou (a cores) as aventuras publicadas nas séries Maxi Tex (Tex Anual no Brasil) e Almanacco del West (Almanaque Tex no Brasil), com a particularidade de ter tido capas inéditas da autoria de Giovanni Ticci. Intercaladas foram publicadas edições nos mesmos moldes para Zagor (recentemente terminado) e Dylan Dog e a partir do último dia deste ano a aventura em “technicolor” do nosso Ranger vai prosseguir com mais 30 volumes semanais, numa nova colecção denominada “As grandes histórias de Tex”, cujos títulos apresentamos de seguida, excepção feita ao volume nº 22 que para já ainda se encontra sem título:

Títulos e datas de lançamento dos 30 volumes de As grandes histórias de Tex

Por sua vez, Tex Magazine, nova série ANUAL de Tex que estreia dia 23 de Janeiro de 2016, vem substituir a colecção Almanaque del West, trazendo uma nova roupagem gráfica, destacando-se sobretudo por trazer DUAS histórias em vez da habitual de 110 páginas, já que teremos uma história curta de 32 páginas desenhada por Alessandro Bocci e com textos de Mauro Boselli sendo centrada na juventude de Kit Carson. O título é “Maria Pilar” e é centrada numa jovem mulher corajosa que desafia a ameaça de assaltantes que lhe assassinaram o pai, guiando uma caravana de comerciantes hispânicos na pista de Indianola a San Antonio. O único a ir em seu auxílio será um fascinante Ranger com um braço partido: Kit Carson!

Um jovem Kit Carson desenhado por Alessandro Bocci em Tex Magazine

A segunda história será desenhada por Emanuele Barison num argumento de Pasquale Ruju tendo como título “Artigli!” e sendo constituída por 78 páginas: No coração negro da floresta esconde-se uma antiga e maligna criatura… Apenas a água corrente, temida por ela, põe a salvo a cidade de Black Cedars da sua fúria mortal. Mas quando por causa de uma guerra para os pastos, o curso do rio é desviado , o terror desencadeia-se. Tex e um velho índio são os únicos a tentar combater a selvagem violência da fera!

Arte de Emanuele Barison para Tex Magazine

Perante estas grandiosas novidades podemos concluir que Tex terá um ano bem auspicioso em 2016 para gáudio de todos os fãs e coleccionadores do Ranger, já que se tratam de duas novas e belas colecções que futuramente embelezarão e de que maneira as biblioTex’s de cada pard e que mostram bem a vitalidade desta mítica personagem italiana criada em 1948 por G. L. Bonelli e Aurelio Galleppini e que está prestes a completar sete décadas de vida editorial tendo ainda um futuro muito radioso pela frente, até porque as novidades para 2016 não se ficarão por aqui…

Arte original de Claudio Villa para a capa do Tex Magazine

(Para aproveitar a extensão completa das imagens, clique nas mesmas)

2 Comentários

  1. Mais uma bela coleção gigante e a cores. De certeza que vou comprar alguns. Contudo, sempre pensei que em 2016 iam fazer a collezione storica a colori de Mister No (segundo consta oficiosamente). Sabes alguma coisa sobre isso, Zeca?

    • Realmente há rumores que a próxima collezione storica a colori pode ser a de Mister No assim como há quem diga que será da Júlia, mas somente após esta nova dedicada ao Tex é que deverá sair a próxima collezione storica a colori e aí veremos quem se segue, isto se não houver antes uma nova “actualização” da do Tex que foi interrompida no nº 256, prezado Emanuel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.