A última (vídeo) entrevista a Sergio Bonelli

Joi recorda Sergio Bonelli com uma entrevista exclusiva feita uns dias antes do seu falecimento. Aqui no blogue do Tex vamos mostrar um extracto daquela que se presume ter sido a última entrevista concedida por Sergio Bonelli.

Um retrato caloroso que nos mostra um dos mais prestigiados editores italianos, Sergio Bonelli, fundador da homónima editora que publica as mais importantes histórias de banda desenhada italiana desde há muitos anos:  das aventuras do mítico Tex Willer (criado pelo seu pai Gian Luigi) à criação de muitas outras personagens famosas tais como Nathan Never, Zagor, Mister No, mas sobretudo Dylan Dog e Ken Parker, tornados verdadeiros e próprios ícones da história dos fumetti (termo italiano que significa “banda desenhada”). Foi precisamente o seu talento empreendedor, a sua paixão e capacidade de encontrar bons escritores e desenhadores que lhe permitiram transformar uma pequena realidade editorial num colosso mundial.

Às tele-câmaras da Joi Sergio Bonelli afirmou: “Eu nunca fui bom a desenhar e improvisei-me como editor porque já era um leitor ávido e apaixonado. Eu já era capaz de distinguir entre um desenho e outro. Eu sabia de cor todos os quadradinhos que eram publicados. Deixei-me prender pela paixão pela banda desenhada. Quando eu via bons escritores e desenhadores não sabia resistir ao desejo de trabalhar com esses talentos e quando o conseguia tinha o cuidado de lançar para as bancas uma nova publicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.