Tex Willer por José Aguiar

Formado em Artes Plásticas pela Faculdade de Artes do Paraná, no Brasil, José Aguiar é desenhador de banda desenhada. Em Espanha, participou da colectânea Consecuèncias. Em França, da colectânea Flying Doctors – Un Jour de Mai onde ilustrou dois álbuns da série de aventura Ernie Adams, publicados por Editions Paquet. Em 2005 venceu o I Concurso Internacional de Quadrinhos do SENAC-SP. Alguns de seus álbuns de BD são: Quadrinhofilia (HQM), trabalho pelo qual foi indicado, como melhor argumentista e desenhador no troféu HQMIX; A Revolta de Canudos (Escala Educacional) e Ato 5 (Quarto Mundo). Sua tira Folheteen, além de álbum (Devir), também foi publicada nos jornais Gazeta do Povo, Jornal do Estado e O Globo. Premiado pelo Goethe-Institut, criou o projecto Reisetagebuch- Uma Viagem Ilustrada pela Alemanha. José Aguiar é também coordenador da GIBICON- Convenção Internacional de Quadrinhos de Curitiba, evento que nas suas duas edições já realizadas deu amplo destaque a Tex Willer.

José Aguiar confessa que nunca foi o maior fã de faroeste que o mundo já viu. Na verdade, só começou a respeitar o género após ler os quadradinhos do Tenente Blueberry e, principalmente, Ken Parker. Este último em especial, um dos melhores quadradinhos que já leu até hoje, na sua óptica. O clássico filme Era Uma Vez no Oeste foi outra obra que o fez olhar o género com novos olhos.

Mas indo directo ao ponto, hoje damos destaque a josé Aguiar porque em 2008 aquando dos 60 anos de Tex ele foi convidado para realizar uma ilustração dedicada aos 60 anos do caubói mais famoso dos quadradinhos: Tex!

O Ranger nunca foi uma de suas leituras favoritas, devido a ser, segundo o próprio José Aguiar, uma personagem clássica, mais apegada a fórmulas consagradas “Tanto que a maior parte dos leitores de Tex não são os leitores habituais de quadradinhos a quem costumamos associar as legiões de fãs que consomem essa arte.” Posto isto divulgamos de seguida a sua versão da mítica personagem italiana criada por G. L. Bonelli:

Tex Willer por José Aguiar

2 Comentários

  1. O Zé disse uma coisa que eu nunca tinha pensado, mas está coberto de razão.
    Os fãs de Tex não são, necessariamente, ou em sua maioria quase absoluta, consumidores de Histórias em Quadrinhos.
    A maioria dos leitores de Tex da minha idade, que conheço, só compram Tex, e mais nenhuma outra HQ.
    Eu, por exemplo, além de Tex só compra HQ de faroeste, isso quer dizer que no Brasil só compro Tex e Mágico Vento.
    Aqui na França compro todos os títulos de Faroeste, menos Tex.

  2. Mais uma promessa, para quem viu o filme Era uma vez no oeste, e dá valor ao Tenente Blueberry e Ken Parker, é Alguém de certeza com imenso talento e valor, sempre em frente, e muita fé e força, José Aguiar, sei que tem pessoal a torcer por ti.
    Um abraço amigo,
    Marco Avelar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.