Tex Willer na arte de João Serejo

Por José Carlos Francisco

Isabel Serejo e José Carlos Francisco

Tendo recentemente recebido, pela primeira vez, a visita no meu apartamento da minha querida prima Isabel Serejo, que veio propositadamente da Amadora, passar um fim de semana com a minha família, esta prima sabendo da minha enorme paixão pelo Ranger Tex Willer, resolveu surpreender-me trazendo um desenho original de Tex, oferecendo-o para enriquecer ainda mais a minha galeria de desenhos originais de Tex.

Foi um presente muito especial e próprio, porque foi precisamente Tex Willer que nos “juntou” ao fim de mais de 40 anos de vida, já que tendo nascidos ambos em Moçambique, eu e a Isabel perdemos o contacto em 1971, após a festa do meu 4º aniversário, para nos reencontrarmos, somente, em 2014 com a ajuda de Tex Willer, já que foi precisamente o Tex a palavra-chave que permitiu o nosso reencontro (e de demais familiares, entre eles o meu irmão Sérgio Francisco) após muita procura pela Internet…

Mas voltando ao desenho recebido, ele ainda é mais especial porque foi realizado pelo marido da Isabel, o meu primo João Serejo, engenheiro aeronáutico de profissão, com jeito para o desenho e que desafiado pela esposa, sem nunca antes ter sequer visto o Tex, brindou-me com a arte que mostro de seguida e que muito me sensibilizou, até porque foi feita num tempo record:

Tex Willer na arte de João Serejo

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.