Tex Willer e seus pards por Aurelio Galleppini

Por Jesus Nabor Ferreira[1]

Galep e os quatro pards! 

4 pards na capa de Tex nº 187Durante mais de quatro décadas Aurelio Galleppini foi o principal desenhador da personagem que ele criou graficamente: Tex Willer.

Na Itália, país de origem da personagem, Galep desenhou todas as capas do herói até ao número 400, publicada em 1994. Além de centenas de outras capas das outras edições do Ranger.

No Brasil, são do grande desenhador todas as capas da colecção “normal” até o número 310. Todas na verdade não. Em três ocasiões outro desenhador foi o responsável por uma capa do Tex: Tex número 94 – edição especial de Natal com a capa produzida no Brasil pelo desenhador Watson Portela, Tex número 100 e Tex número 300. Também se soube, há pouco tempo, que a capa do Tex número 68, não foi da autoria de Galep.

Capa Tex nº 100Pesquisando as capas da colecção do Tex editadas no Brasil, capas desenhadas pelo mestre Galep, encontrei uma curiosidade: somente uma única vez, Galep retratou os quatros pards em uma capa.
Sim, pode parecer incrível, mas apenas na edição numero 187 aparecem juntos em uma mesma cena os quatros grandes amigos.

Alguém pode dizer: Mas em nenhuma outra ocasião aparecem juntos os nossos heróis em uma capa?
Na verdade, sim: no Tex nº 100, mas aí o desenhador da capa desta edição especialmente convidado para a data comemorativa foi um brasileiro: Renato Sbrissa.

Capa Tex nº 300Capa Tex nº 400

Na edição número 300 e na edição número 400 também vemos juntos os quatros Rangers, porém, o autor de ambas as capas é Claudio Villa.

Nesta pesquisa levei em consideração somente as capas da colecção iniciada pela Vecchi em 1971. Não pesquisei nas demais colecções do Ranger e nem nas capas publicadas a partir do número 400. Esta é apenas mais uma das muitas curiosidades que cercam este fantástico mundo das personagens Bonelli. A cada releitura podemos encontrar novos detalhes que muitas vezes nos tenham passado despercebidos. É muito bom ficar catando estes detalhes e poder repartir estas informações com os colegas.

(Texto publicado originalmente no Blogue Zona Franca Comics, em 18 de Agosto de 2009)

——————————————————————————–
[1] Coleccionador de Banda Desenhada desde 1976.

3 Comentários

  1. Interessantes observações (quase já na base científica, só faltam as médias, medianas, desvio padrão…LOL). Muitas capas têm relação directa com a história da revista, por isso nunca poderiam ter os 4 pards. Mas realmente é verdade que é raro aparecerem todos juntos nas capas. E uma capa de Tex sem Tex Willer (por exemplo, só com Kit Carson), seria possível, seria uma “heresia”?
    Um abraço.
    Orlando Santos Silva – Lisboa, Portugal

  2. Olá amigo Orlando,
    Realmente a intenção da capa é remeter o leitor ao conteudo da revista. Mas nem sempre foi isto o que aconteceu, seja por quais motivos fossem.
    Quanto a haverem capas do TEX sem o próprio TEX , sim, houveram, pelo menos lembro agora, de memória, de duas :
    TEX Nº 39 e Tex Nº 58 (esta podem argumentar que os dois homens que aparecem são Tex e Kit, mas não fica claro isto)…
    Quanto a Carson aparecer sozinho em uma capa, não vejo problema algum. Na Tex nº 225 isto “quase” acontece!
    Abraço
    Jesus Ferreira

  3. Para além do que o pard Jesus Nabor salientou, há uma capa onde Tex não comparece sem a menor dúvida, estando apenas presentes Mefisto e Kit Carson… trata-se da edição ITALIANA nº 502, intitulada “Una Trappola per Carson”.
    Capa essa que a Mythos relegou para 4ª capa da mini-série “O retorno de Mefisto – volume 1” 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *