Tex Série Normal: Ao Sul de Nogales

Argumento de G. L. Bonelli, desenhos de Giovanni Ticci e capa de Aurelio Galleppini. Com o título original A sud di Nogales, a história foi publicada em Itália no nº 199 e no Brasil pela Editora Vecchi no nº 111.

Tex e Carson encontram-se perto de Nogales junto à fronteira com o México na pista de Solly Slade, um perigoso traficante que negoceia armas e wisky com os Apaches. Depois de destruírem o seu depósito junto da San Vicente, os pards vão no encalço de Solly Slade, mas o traficante engendra um plano para conduzir os rangers a uma emboscada.

Esta é uma das mais perfeitas aventuras escritas por G. L. Bonelli, não pela qualidade do seu argumento, mas pelo desenvolvimento imposto ao mesmo, muito de acordo com as características narrativas do autor. Na verdade, apesar de se tratar de uma aventura sem grandes artifícios imaginativos, ela é muito dinâmica, quase sempre composta por cenas de acção, que se vão sucedendo a outras mais contidas, um artifício típico de Bonelli e que servia muitas vezes para de modo eficiente tornar a narração mais cinematográfica.

Por outro lado, esta aventura é também característica na série por ter sido feita a dois tempos, uma vez que Ticci iniciou-a em 1967 e só a terminou em 1977, sendo bastante evidente a diferença entre um primeiro estilo mais rectilíneo e limpo e outro mais vigoroso e marcante.

No primeiro Ticci ainda denotava uma certa influência do seu mentor Alberto Giolitti, traço bem patente em aventuras como Flechas Pretas Assassinas ou Terra Prometida, para depois passar ao Ticci que todos nos habituámos a apreciar, mais pujante e perfeito no domínio gráfico.

Texto de Mário João Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.