Tex: O vingador, o novo cartonado a publicar (na Itália) em Setembro

Por José Carlos Francisco

Tex, il vendicatore, o sexto número da série Tex Romanzi a Fumetti

É já no próximo mês de Setembro, mais precisamente no dia 16, que chega aos quiosques italianos o já habitual Cartonado Outonal de Tex , prosseguindo a fórmula já consagrada de um álbum e história no habitual estilo franco-belga, cujo grande formato é de 22,5 x 30,5 cm em todas as suas esplendorosas 46 páginas. Trata-se da edição número 6 da série Tex Romanzi a Fumetti, também conhecida por Álbum Cartonado, intitulada “Il vendicatore”, que contém uma história a cores, de um jovem Tex, escrita por Mauro Boselli e desenhada pelo consagrado desenhador italiano Stefano Andreucci. A capa, como é tradição, também é assinada pelo desenhador da aventura, capa essa que divulgamos hoje aqui no blogue do Tex no início deste texto, assim como algumas páginas em ante-estreia. As cores (da história) são de Matteo Vattani.


Neste sexto número teremos uma aventura do jovem Tex, nos territórios para além do Rio Grande, fugindo de caçadores de recompensas e de xerifes corruptos. Uma aventura western que conterá a primeira parte, auto-conclusiva, de uma história ambientada imediatamente após a morte do pai de Tex.  A conta com os bandidos ainda está aberta, alguns deles separaram-se dos outros para fugirem à vingança de Tex, encontrando refúgio no México unindo-se ao famoso rancheiro fora-da-lei Juan Cortina, que entre 1859 e 1861 fez duas guerras contra os Rangers do Texas.


Para lá do Rio Grande, Tex fez justiça aos assassinos do seu pai. Mas um poderoso rancheiro aliado dos patifes põe a sua cabeça a prémio. Caçado por pistoleiros e xerifes corruptos, o jovem cowboy cruza de novo a fronteira à procura do feroz desperado Juan Cortina, numa aventura temerária e sem tréguas, nas áridas terras do Velho Oeste!


(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

4 Comentários

  1. Este estilo de Tex em formato franco-belga não me convence absolutamente nada!
    Gosto muito dos “cartonati a colori” da Sergio Bonelli Editore (e antes da Mondadori) e estou sempre na expetativa quando irá sair algum mas este “Il Vendicatore” não comprarei de certeza.

  2. Estou maluca para ter em mãos. Mal posso esperar pela Mythos anunciar sua venda em solo brasileiro! Essa linha de GN é sensacional. Possibilita ao leitor de Tex e da Bonelli como um todo, um contato muito refinado com outros estilos de enredo, arte e publicação. “O herói e a lenda” enfrentou uma certa “resistência” do pessoal, mas é uma magnífica obra. É uma questão de gosto, sem dúvidas, mas antes, uma questão de sensibilidade para recepcionar outros estilos. 🙂

    Creio que essa linha de publicações, o fã, colecionador, enfim, deva ler de forma alheia a tradição texiana. Há muitos conceitos e paradigmas quebrados por causa da liberdade de criação.

    Porém, bem por isso, tem deixado de ser uma linha espetacular de se adquirir.

    Mas é aquela: cada um tem um gosto! O importante é não prejulgar 😀

  3. Alem de gostar muito desta versão BD do Tex, gostei muito da ideia de contarem a juventude dele. Parabéns a todos.

  4. São, sim, muito bacanas essas GN. Entretanto, como já afirmei em outras redes, o preço que se paga é muito alto pelo material oferecido. Creio que pela ausência de material extras e a baixa quantidade de páginas, o valor de cada edição deveria ser reduzido a metade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *