TEX no Diário de Notícias: 10 de Novembro de 2003

Texto da secção Livros de 10 de Novembro de 2003
Banda Desenhada »
Tex Willer
João Miguel Tavares
Uma Viagem ao Mundo dos Fumetti

* A BD italiana de grande tiragem, é um mundo à parte, mas curioso.
Através da editora Mythos, ele pode ser acompanhado em Portugal.

Uma Viagem ao Mundo dos FumettiA BD industrial italiana – os chamados fumetti -, produzida para um público muito alargado e editada em papel de jornal, faz parte da memória afectiva de uma geração, que fazia peregrinações aos quiosques à procura dos seus heróis favoritos, com Tex Willer à cabeça. Essa imensa popularidade está hoje esbatida – ainda que em Itália continue a ser um mercado muito respeitável -, mas actualmente já é possível reencontrar os fumetti nas bancas portuguesas, após muitos anos de ausência.

Tal deve-se à editora brasileira Mythos, responsável pela gestão do catálogo da Bonelli Comics no outro lado do Atlântico, que também passou a distribuir as aventuras de Tex e companhia entre nós.

Essa distribuição envolve uma longa série de títulos, que incluem Dylan Dog, Mister No, Zagor, Mágico Vento, Martin Mistère, Nick Raider e alguns outros. A cabeça de cartaz é, no entanto, Tex Willer, o ranger do Texas sobre o qual foi construído o império Bonelli, e que a Mythos tem vindo a desdobrar numa série de títulos paralelos (Tex Colecção, Tex Edição História, Tex Gigante…), para assim aproveitar os fundos de arquivo e rentabilizar o catálogo.

Esta semana deverá chegar a Portugal o primeiro número de uma nova série, intitulada Edição de Ouro.
E o que é esta Edição de Ouro? Por um lado, um «baralha e volta a dar», apresentando, no primeiro número, uma longa aventura de 299 páginas – Cheyenne Club -, produzida em 1984 pelo argumentista Guido Nolitta (pseudónimo de Sergio Bonelli, filho do criador do herói, G. L. Bonelli) e pelo desenhador Ferdinando Fusco. Por outro, é o retrato de uma época de transição, quando novos autores entram para a fábrica Bonelli, partilhando com o núcleo de veteranos a responsabilidade de continuar as aventuras de Tex Willer.

Esta é, apesar de tudo, uma história bastante conservadora – Tex, aqui sem a companhia do seu amigo Kit Carson, enfrenta um grupo de poderosos rancheiros, que tentam anexar as terras dos pequenos proprietários da região -, numa longa variação de um tema que já deu infindáveis filmes e livros. Tanto o argumento de Nolitta como os desenhos de Fusco rodam em torno de um conjunto de situações estereotipadas, mas têm a competência das produções industriais bem oleadas, e nesse sentido são uma porta de entrada para este universo único, hoje em dia já um pouco enclausurado, mas pejado ainda de admiradores ferrenhos (basta consultar o site www.texbr.com).

Como quase todas as criações de sucesso, Tex Willer nasceu relativamente por acaso, a 30 de Setembro de 1948. O seu pai é Giovanni Luigi Bonelli (1908-2001), que então já tinha 40 anos de idade e uma carreira consistente na BD italiana, iniciada em meados da década de 30, como autor e depois como editor. Tex nasceu de uma parceria com o talentoso Aurelio Galleppini (1917-1994), mais conhecido como Galep, mas no início era apenas um herói menor, aparentemente igual a tantos outros, que entretinha o tempo dos autores nos intervalos da produção de Occhio Cupo, essa sim uma série na qual eram depositadas muitas esperanças.

Só que um ano depois Occhio Cupo desaparecia, enquanto a popularidade de Tex disparava em flecha, com tiragens que viriam a superar as centenas de milhar de exemplares e uma bem conseguida internacionalização. G. L. Bonelli, por sua vez, foi alargando a equipa de criadores, mas não deixou de assinar aventuras do ranger – de cujo rigor histórico sempre se orgulhou – até ao início da década de 90.

Ao longo de 55 anos, aconteceu a Tex de tudo. Para além de percorrer milhares de vezes as pradarias do Oeste e de abater uma legião de foras-da-lei, visitou outros continentes, combateu a magia negra e chegou mesmo a enfrentar extraterrestres. Tex não será do melhor que a BD já produziu, mas ninguém lhe pode negar um lugar de relevo na sua história.

************************************************
A FICHA
Tex Ouro 1- Cheyenne ClubTex Ouro 1- Cheyenne Club
Autor: G. Nolitta e F. Fusco
Editora: Mythos Editora
Páginas: 304
Género: Banda desenhada
Preço: € 4,90
Classificação: **

************************************************
ESTANTE

Sangue no ColoradoSangue no Colorado
Claudio Nizzi e Ivo Milazzo
Mythos Editora
240 págs, € 5,50

Entre as várias colecções paralelas de Tex encontram-se estas edições gigantes, com uma característica muito particular: os pincéis são entregues a um desenhador convidado, exterior ao universo da série. Entre os convidados já se contam nomes como Alfonso Font ou José Ortiz, e o último número a chegar até nós é da autoria de Ivo Milazzo, que tem um bom desempenho, embora esteja mal servido pelo argumento de Claudio Nizzi, demasiado previsível.

Ken Parker - Lili e o CaçadorKen Parker – Lili e o Caçador
Giancarlo Berardi e Ivo Milazzo
Asa
100 págs.

Por coincidência, e já que se fala de Ivo Milazzo, eis que as edições Asa diversificam o seu catálogo apostando numa das séries emblemáticas dos fumetti – o explorador Ken Parker – e logo em formato de luxo. Milazzo, 56 anos, trabalha na série da Bonelli desde 1974, numa colaboração que já vai longa com o argumentista Giancarlo Berardi, e este Lili e o Caçador é um óptimo trabalho, remetendo para o universo que Derib explorou em Buddy Longway.

Dylan Dog 7Dylan Dog 7

Sclavi, Mignacco e L. Piccatto
Mythos Editora
98 págs.
€2,50

Criado em Outubro de 1986, Dylan Dog rapidamente se afirmou como um dos mais populares heróis dos fumetti. As suas histórias cruzam a investigação policial com o sobrenatural e, simultaneamente, possuem um segundo nível de leitura, onde se encontram múltiplas referências cinematográficas (como o assistente Groucho). Este sétimo volume é um excelente exemplo de como se podem encontrar boas surpresas nos locais menos esperados.

Copyright: © 2003 Diário de Notícias; João Miguel Tavares
(Para aproveitar a extensão completa da foto acima, clique na mesma)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.