Tex – Il segreto degli Anasazi, LUXUOSO livro de Tex com o SELO da Sergio Bonelli Editore

Por José Carlos Francisco e Mário João Marques

É já no próximo mês de Novembro que a Sergio Bonelli Editore publica na Itália a sua PRIMEIRA edição LUXUOSA de Tex a CORES, dando “prosseguimento” à bela e grandiosa colecção que anteriormente tinha o selo da Mondadori, edição essa que chegará às principais livrarias italianas e terá um preço de venda ao público de 25 euros.

Tex – Il segreto degli Anasazi, LUXUOSO livro de Tex com o SELO da Sergio Bonelli Editore

E ninguém melhor para inaugurar esta riquíssima colecção com o selo da Sergio Bonelli Editore do que o consagrado desenhador Fabio Civitelli, autor que misteriosamente nunca tinha tido o privilégio de ter visto uma história desenhada por si publicada num destes volume de grande formato, com capa dura e inteiramente a cores, dedicado a Tex, naquela que muitos consideram a mais bela e luxuosa colecção de Tex, “Grandi libri” (“Grandes livros”) e que nasceu em 1975 pela Editoriale Cepim (a actual Sergio Bonelli Editore) com a publicação do primeiro volume, intitulado “Il mio nome è Tex” e que passou a ter uma periodicidade anual a partir de 1996, tornando logo desde o seu início como sendo uma verdadeira série para coleccionadores, enriquecida pelo formato grande (315 x 225), capa dura, artigos vários e sobretudo a inclusão das cores nas histórias originalmente publicadas a preto e branco pela editora Bonelli.

Tex – Il segreto degli Anasazi

A publicação deste ano (cuja capa, desenhada por Fabio Civitelli como podemos ver a ilustrar este texto), terá 240 páginas (todas a cores) e intitula-se “Il segreto degli Anasazi” (trata-se da história originalmente publicada com o título “Tumak l’inesorabile” – no Brasil “Tumak, o Implacável“) e contém a aventura originalmente publicada nas edições 536 e 537 da colecção principal de Tex na Itália, datada de 2005, aventura escrita por Claudio Nizzi e desenhada por Fabio Civitelli.

O professor Lovestock é um especialista em civilização pré-colombiana. Chegado ao velho oeste, encontra Link Miller, que alguns meses antes encontrou por acaso um pueblo abandonado. Lovestock está convencido que se trata do local onde viveram os Anasazi, uma antiga tribo índia. Por isso, combina com Miller e organiza uma expedição ao povoado perdido. No entanto, durante a viagem, a expedição depara-se com dois jovens guerreiros Hopi e os homens de Miller abatem-nos.

Il segreto degli Anasazi, de Claudio Nizzi e Fabio Civitelli

O fanático guerreiro Tumak odeia os brancos e pretende vingar-se da morte dos dois guerreiros, movendo uma perseguição à expedição com o firme propósito de defender o vale sagrado e os direitos da sua raça. Tex é chamado a intervir com o objectivo de evitar mais derramamento de sangue.

Álbuns cartonados da Mondadori

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

8 Comentários

  1. Zeca, sabes dizer-me qual é o critério de escolha das histórias de Tex desta coleção? Ou é feito aleatoriamente?

    • Aleatoriamente com toda a certeza que não é, pard Emanuel… no passado Sergio Bonelli era sempre uma voz a considerar pela Mondadori (a “desculpa” que eu ouvi para a não escolha de histórias desenhadas pelo Civitelli é que as histórias tinham um argumento – do Nizzi – fraco) e hoje em dia as histórias para esta colecção são uma escolha do Mauro Boselli e do Mauro Marcheselli que privilegiam tanto a arte como a escrita, daí terem optado pelo Civitelli, mesmo sendo uma história considerada relativamente fraca (a nível de argumento/guião) pela maioria dos leitores…

      Quanto à história Tex contra Mefisto desenhada por Claudio Villa constar nesta colecção, possível é mas atendendo ao número de páginas (cerca de 400) seria um pouco complicado já que originaria um volume bem mais “grosso” que certamente se tornaria um pouco mais caro, mas se a SBE quiser, não será impeditivo de vir a acontecer, com toda a certeza…

  2. Será que alguma vez teremos a aventura de Tex contra Mefisto desenhada por Claudio Villa nestas edições luxuosas da Mondadori?

    • Emanuel, as dimensões dos livros desta colecção (225 x 315) são superiores às dos Tex Gigante (185 x 275).

  3. Foi preciso tirar a Mondadori da jogada para o Civitelli ter FINALMENTE direito ao seu álbum gigante colorido! Maldito Berlusconi…

    Não costumo comprar esses volumes (prefiro Tex em P&B), mas não deixarei de comprar esse!

    Pela foto de baixo, os volumes têm encolhido ao longo dos anos.

    • Os volumes desta colecção foram sempre do mesmo tamanho, Pedro, é apenas a perspectiva da fotografia que engana 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.