Tex Férias: A Noite dos Assassinos

A Noite dos AssassinosArgumento de G. L. Bonelli, desenhos de Giovanni Ticci e capa de Aurelio Galleppini. Com o título original Il messaggio dei Dakotas, a história foi publicada em Itália nos nº 166 a 168 e no Brasil pela Mythos Editora no Tex Especial Férias nº 1.

Tex, Carson, Kit e Tigre surpreendem um grupo de lobos a tentar devorar o cadáver de um índio Dakota. Após terem afugentado os animais, os quatro pards lêem uma carta que este transportava, destinada a Forte Benton e a solicitar auxílio para a sua tribo que necessita desesperadamente de provisões para sobreviver. Após terem enterrado o infeliz, os pard dirigem-se até à aldeia Dakota e deparam-se com um cenário dantesco de fome, com toda a tribo a aguardar uma morte certa. Rapidamente descobrem que Nick Billing, o agente índio, de conluio com o Sargento Slater de Forte Benton combinaram deixar de alimentar a tribo para poderem tirar proveito do ouro que por ali existe.

Ticci em A Noite dos AssassinosEis uma das aventuras de ouro da saga texiana. A aventura está muito bem construída, os quatro pards estão presentes e desempenham todos um papel fundamental nos acontecimentos, Tex é duro e decisivo. Mas é na ideia de epopeia heróica que perpassa por toda a aventura que reside grande parte da qualidade do argumento.

Com Tex, também nós sofremos quando deparamos com o espectáculo dantesco de assistir ao definhar de um povo. De saber até onde poderá ir a ganância e a ambição humana, quando isso permite que outros homens aguardem por uma morte tão certa quanto o seu sofrimento. Por isso, quando Tex espanca Nick Billing, é um pouco da nossa ira e do nosso ódio que Bonelli acaba por transmitir. Quando o xerife Bart Logan fecha os olhos à violência empregue por Tex, é também um certo ideal de justiça que Bonelli apresenta.

Kit Willer e Jack Tigre por TicciE quando Kit e Tigre conseguem defender a aldeia Dakota da investida dos homens de Billing pensamos que afinal, aquele povo tem a sua oportunidade. Um argumento feito de heroísmo e de estoicidade. O heroísmo de um povo que soube sempre manter-se de pé esperançado na chegada das provisões, mas também o heroísmo de um conjunto de homens que souberam lutar contra adversidades naturais e humanas para fazer chegar essas provisões a quem delas necessitava.

Arte de TicciO desenho de Ticci contribui muito para a qualidade da aventura. Não apenas pela beleza do seu traço, pela notável caracterização de cenários e ambientes, ou ainda pelo ritmo empregue na acção. É também porque sendo o seu desenho imponente, concerteza que é dos melhores a saber interpretar a epopeia da aventura. E, já agora, para a superior galeria de personagens, sempre notavelmente apresentadas através do seu traço. Personagens vincadas, altivas e carregadas de expressões perfeitamente apelativas dos seus sentimentos.

Texto de Mário João Marques

7 Comentários

  1. Existem duas versões dessa história: na segunda delas Ticci retoca o rosto de Tex e de Kit Carson. Provavelmente quis atualizar seu traço posteriormente.

  2. Eu vivo no interior de Minas em uma pequena cidade. Por aqui não se vende a revista Tex, somente em uma cidade vizinha e devido a isso tenho poucas revistas Tex .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.