Tex 2022: O ano do Mefisto (com divulgação de 24 páginas inéditas)

Hoje no blogue do Tex vamos lançar um olhar à programação OFICIAL* das edições de Tex em 2022 para descobrir em antestreia, através de uma viagem de várias etapas, o que Tex oferecerá aos seus leitores nos próximos doze meses, pela “voz” de Mauro Boselli!

Por Mauro Boselli*

Chegou o momento de descobrir o que este ano, que acabou de se iniciar, trará para o Ranger mais amado da Nona Arte: o implacável, é apropriado dizer, Tex!

O arqui-inimigo do nosso herói está desaparecido há 20 anos da série regular, mesmo que tenha feito uma aparição fugaz na história do retorno de Yama e que tenha aparecido na terceira aventura da nova colecção dedicada às aventuras do jovem Tex Willer. Pois bem, em 2022, Mefisto estará presente durante sete meses, em duas super-histórias interligadas entre elas, ambas escritas por Mauro Boselli e desenhadas respectivamente  pelos irmãos Raul e Gianluca Cestaro e porFabio Civitelli.

Além do mais, terá a seu lado, pela primeira vez em absoluto, o filho Yama. A sinistra dupla poderá assim dar azo a um duplo poder de truques diabólicos e tenebrosas magias contra os quatro pards e os seus ocasionais aliados. Saberá o infernal Steve Dickart aproveitar a sua grande ocasião para se livrar de uma vez por todas do tenaz e implacável Ranger que o destino pôs no seu caminho? Iremos descobri-lo seguindo-o no assustador manicómio de Black Mountain e entre as brumas de São Francisco, no escaldante deserto de Altar, dentro da cratera de um antigo vulcão, entre as ilhas do Golfo da Califórnia…

Juntamente com Mefisto e Yama estará um grande número de super-delinquentes e sobretudo a Lily Dickart, mas Tex e seus pards poderão contar com Tom Devlin, com os “rapazes” do ginásio de Lefty Potrero, com El Morisco e, sobretudo, com um par de exóticos amantes das ciências ocultas que voltarão literalmente da morte e que os mais aficionados leitores terão prazer em rever novamente. E a safra Mefistiana não termina aqui, porque num especialíssimo Speciale Tex Willer a publicar no Verão, encontraremos Steve e Lily Dickart no início das suas carreiras criminosas!

Os amantes do puro western não se preocupem, porque as paisagens do Oeste não faltarão na saga de Mefisto e, na série regular, Tex fará um desvio até aos Comanches e uma visita a Vancouver.  Além disso teremos ainda os cartonados coloridos de Giampiero Casertano e de Carlos Gomez, entre bandidos e Cheyennes, o Texone de Giovanni Freghieri, os Maxi, os Tex Color

E, na série Tex Willer, o nosso heróilutará ao lado do guerrilheiro Juan Cortina contra uma sociedade secretado sul para vingar um amigo, viajará entre as florestas da Louisiana e conhecerá o dramático passado de Cochise!

Página de Gianluca e Raul Cestaro

Página de Gianluca e Raul Cestaro

Página de Gianluca e Raul Cestaro

Página de Gianluca e Raul Cestaro

Página de Gianluca e Raul Cestaro

Página de Gianluca e Raul Cestaro

Página de Gianluca e Raul Cestaro

Página de Fabio Civitelli

Página de Fabio Civitelli

Página de Fabio Civitelli

Página de Fabio Civitelli

Página de Fabio Civitelli

Página de Fabio Civitelli

Página de Fabio Civitelli

Página de Roberto De Angelis

Página de Roberto De Angelis

Página de Giampiero Casertano, cores de Matteo Vattani

Página de Giampiero Casertano, cores de Matteo Vattani

Página de Carlos Gomez

Página de Giovanni Freghieri

Página de Giovanni Freghieri

Página de Giancarlo Alessandrini

Página de Bruno Brindisi

Página de Bruno Brindisi

*Texto apresentado no sítio da Sergio Bonelli Editore em 12 de Janeiro de 2022.
Tradução e adaptação a cargo de José Carlos Francisco.
Copyright: © 2022, Sergio Bonelli Editore S.p.A.

(Para aproveitar a extensão completa das ilustrações acima, clique nas mesmas)

2 Comentários

  1. Giancarlo Alessandrini sou fã desde que li Ken Parker nos anos 70, editados pela Vecchi.
    Freghieri, Brindisi, Carlos Gomez, Matteo Vattani, Roberto De Angelis, Raul Cestaro… tem um time de tirar o chapéu desenhando Tex.

  2. Freghieri em Tex realmente é uma novidade muito boa. É um grande artista e devemos apreciar cada detalhe de sua belíssima arte. Desenhou Dylan Dog, Zagor, Ken Parker, Nick Raider, Martin Mystere: tudo de forma brilhante. Destaque para os irmãos Cestaro também, com um traço que consegue traduzir bem a atmosfera de terror necessária para as histórias de Mefisto. Civitelli dispensa qualquer observação, pois é sem dúvida um dos mais queridos desenhistas da Bonelli. Esta sequência de histórias poderia ser compilada num futuro próximo em formato Omnibus, já que estamos falando do maior inimigo de Tex.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *