Revista do Clube Tex Portugal #1 elogiada pelos próprios autores de Tex

Por José Carlos Francisco

Lançada no último sábado do passado mês de Novembro, no decurso do 2º Convívio do Clube Tex Portugal, realizado no Cacém, a entrega da Revista nº 1 do Clube Tex Portugal aos Sócios presentes, naquele que foi um dos pontos principais daquele salutar convívio entre fãs, apreciadores e coleccionadores de banda desenhada no geral e de Tex Willer em particular, a pouco e pouco também vai chegando às mãos de todos os Sócios do Clube, inclusive àqueles que residem no estrangeiro.

Andrea Venturi com a revista do Clube Tex Portugal #1

E os elogios não param de chegar à Direcção do Clube Tex Portugal assim como ao Director da Revista, o nosso Consócio Mário João Marques, elogios vindo um pouco de todo o país, mas também do estrangeiro, inclusive dos próprios autores de Tex que já tiveram o privilégio de receber a Revista, fazendo até questão de exibi-la com bastante orgulho como se pode constatar nas diversas fotografias que ilustram este texto.

Maurizio Dotti com a revista do Clube Tex Portugal #1

Segundo a totalidade dos ecos chegados até nós a revista está “fantástica” em todos os quesitos, desde o conteúdo, até ao grafismo, passando pela qualidade do papel nas suas luzidas 32 páginas, onde a cor é uma nota dominante. Um verdadeiro primor que não deixa nada a desejar (até supera!!) em relação ao padrão Bonelli, algo que muito nos orgulha mas que também nos obriga a manter alto o padrão de qualidade para os próximos números e prova também do sucesso desta primeira edição é que os pedidos de Sócios para colaborarem no número 2 surgem quase diariamente. Apesar do próximo número vir a ter, quase seguramente, 64 páginas, a crescente afluência de colaboradores fará com que algumas colaborações fiquem já de reserva para o nº 3 desta nossa Revista que já está fadada ao sucesso e prova disso foram também os elogios e incentivos vindos da própria Sergio Bonelli Editore: “Recebemos a Revista do Clube Tex. Parabéns, é muito agradável de se ver!!! E, como, sempre, obrigado pelo afecto que demonstram seja pelo nosso Ranger seja pelo nosso trabalho!“.

Fabio Civitelli com a revista do Clube Tex Portugal #1

Mas voltando aos autores de Tex que ilustram este post, eis as palavras que nos enviaram a propósito da Revista do Clube Tex Portugal #1, começando por Andrea Venturi, autor do desenho inédito e exclusivo para esta primeira capa da Revista: “A revista é muito bela! Estou muito contente e honrado por ver um desenho meu na capa desta linda e importante revista! 🙂
Grazie e parabéns!
“.

Pasquale Del Vecchio com a revista do Clube Tex Portugal #1

Também Maurizio Dotti fez questão de elogiar a Revista afirmando: “Considero-a muito bem confeccionada e com imagens muito bonitas. Quero dar os mais sinceros parabéns a todos os colaboradores.“. Por sua vez Fabio Civitelli afirmou: “Já li a revista e adorei-a na totalidade. Bravo!“. Quanto a Pasquale Del Vecchio considerou a Revista “Muito bela. Parabéns!“.

(Para aproveitar a extensão completa das fotografias acima, clique nas mesmas)

10 Comentários

  1. Muito fixe esta demonstração de solidariedade! Mas poderemos ir um pouco mais longe no grafismo e na qualidade dos textos. As coisas vão sempre evoluindo e… com 64 páginas, vai ser um “must“.

    Grande abraço a todos.

  2. Bela revista, com o grande Zeca na coordenação só podíamos esperar este resultado. Viva o Clube Tex Portugal.

    • O mérito da F A N T Á S T I C A Revista do nosso Clube é acima de tudo de todos os Sócios do Clube, pois sem Sócios não haveria Clube e muito menos Revista, mas os maiores elogios devem ir para o nosso director Mário Marques, para o Jorge Machado-Dias, responsável pelo grafismo e paginação e para os autores que colaboraram connosco, não esquecendo a Sergio Bonelli Editore que nos apoiou desde o primeiro instante e todos os colaboradores que escreveram os belos artigos, pois sem eles também não haveria Revista, eu “apenas” dei um impulso e ajudei na coordenação, mas como disse antes, esta Revista é mérito de TODOS os Sócios que acreditaram neste projecto, projecto este que continuará em 2015 e que será ainda maior e melhor… 🙂

  3. Estão de parabéns o nosso presidente e coordenador Zeca e os profissionais Mario Marques e Jorge Machado-Dias, além dos colaboradores. A revista certamente vai se tornar um cult na área das histórias em quadrinhos. O formato foi muito bem escolhido, a diagramação é moderna, facilitando e mesmo convidando o leitor a se deter nas páginas, e as matérias (textos, reportagens) foram muito bem concebidas e escritas. Vida longa à revista do nosso clube!

  4. Foi o trabalho de uma excelente equipa, cada um com o seu contributo. Como disse o Zeca, sem os sócios nao havia Clube, sem os sócios não havia revista.
    Como disse o Jorge Machado-Dias, podemos ir mais longe, a revista tem potencial para melhorar.
    Contamos com a participação de todos e todos são bem vindos.
    Como disse o Paulo Guanaes “Vida longa à revista do nosso Clube

  5. Parabéns ao Clube Tex Portugal pelo primeiro volume de sua revista. Eu estou à disposição dessa publicação.
    Saudações texianas desde a Amazónia, a Selva Cruel de Guido Nolitta.

    • Obrigado pelos seus parabéns e pela sua disponibilidade em colaborar na revista do Clube Tex Portugal, pard Afrânio.
      Você para além de um grande fã e coleccionador do nosso Ranger Tex, assim como do Tenente Blueberry, é também competentíssimo nas matérias e na escrita e certamente vamos aproveitar essa sua disponibilidade e contar consigo para uma futura (não muito distante) colaboração. Quiçá um texto seu sobre as duas séries (pontos de contacto, diferenças) teria muito interesse para os sócios e leitores da revista do Clube Tex Portugal 🙂

  6. Pard José,
    o saudoso Sergio Bonelli, editor, autor e roteirista italiano, disse que Blueberry é o irmão francês de Tex. Assim, seria uma honra escrever sobre as duas maiores bandas desenhadas western do mundo em um único artigo, as quais apresentam os meus dois personagens preferidos das histórias em quadradinhos: Tex Willer, o meu mais querido, e Mike Blueberry, o medalha de prata.
    Saudações texianas e blueberryanas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *