Poema para Sergio Bonelli, da autoria de Tizziana Giorgini Crudeli, ex-tradutora oficial de Tex

Por Tizziana Giorgini Crudeli

BonellInArte
Bonellinar-te

É um mágico vento
que faz ranger TEXturas
– textos de aventuras –
numa voragem de traços
que tecem constelações
para urdir a trama

Sopra a poeira do passado
do velho oeste
ao nascente leste…porvir

Exalações cavernícolas
Emanações vampíricas
Eflúvios de mitos e mistérios

Sobre natural mente

Forja heróis, ídolos, aventureiros
Cria tiras, detetives, justiceiros

Gestando em mil balões
universos de paixão
que arrebatam gerações
pela imaginAção.


5 Comentários

  1. A imaginação, a paixão, a magia“, “o vento da aventura“, “a voragem dos mitos e mistérios” que Sergio Bonelli e a sua arte caldearam em milhares de páginas com “heróis, ídolos e aventureiros que arrebataram gerações“, também ganham mais emoção neste belo poema da Tizziana…

  2. Zeca,

    como fui eu que convidei Tizzi para ser a tradutora de Tex nos idos de… deixa pra lá, não me admira ler poema de sua lavra tão inspirado.

    Um beijo, Tizzi!

  3. Obrigada a todos pelas palavras carinhosas e elogios!
    Pra você, Paulinho, outro beijo no coração!

    Ante tamanho personagem, de mente tão imaginativa e de uma dimensão humana ímpar, um pouco de inspiração era o mínimo que eu poderia lhe oferecer. Felizmente as palavras dão para muito… basta ter paciência para destripá-las e jogar com elas!

    Aproveito o espaço para parabenizar todos os colaboradores/fãs/colegas/amigos de Sergio Bonelli que lhe prestam as deliciosas homenagens que tenho lido/apreciado neste blogue: contos, charges, desenhos, depoimentos, causos… todos entranháveis, inspirados e inspiradores.

    Viva a grande família bonelliana!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *