NAS PEGADAS DO MISTERIOSO “MISTER P”; O HOMEM DAS MIL CARAS; O DIABÓLICO PROTEUS. {1}

“O MISTERIOSO “MISTER P”

Por Zenaldo Nunes – Caruaru – Pernambuco – Brasil
Janeiro de 2022

A MITOLOGIA GREGA

Proteu (grego clássico: Πρωτεύς), na mitologia grega, é uma deidade marinha. É filho dos titãs Oceano e Tétis, ou ainda de Posidão. Era o pastor dos rebanhos de Posidão. Era reverenciado como profeta, tinha o dom da premonição e assim atraía o interesse de muitos que queriam saber as artimanhas do destino. Porém, ele não gosta de contar os acontecimentos vindouros; então, quando algum humano se aproxima, ele foge ou metamorfoseando-se, assume aparências marinhas monstruosas e assustadoras. Porém, se o homem for corajoso o bastante para passar por isso, ele lhe conta toda a verdade. Fonte:

PPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP

Proteus (Perry Drayton): Nome original: Proteu – Criação: G. L. Bonelli – Licenciador: Sergio Bonelli Editore.

PPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP

Proteus é um adversário clássico do ranger. Mestre dos disfarces, tem esse nome em homenagem ao antigo deus marinho que pode se transformar no que quiser. Sua primeira aparição foi em 1966, em história assinada por Gian Luigi Bonelli {22 de Dezembro de 1908, Milão – 12 de Janeiro de 2001, Alexandria / 92 anos} e com desenhos do mestre Guglielmo Letteri {11 de Janeiro de 1926, Roma – 2 de Fevereiro de 2006, Roma / 80 anos}. Fonte:

PPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP

1ª aparição: (TXI 86-87, Tex 24, T2E 24, TXC 128-129, TEH 49 – G. L. Bonelli/Letteri)

O MISTERIOSO “MISTER P”

Tex 24 – O Misterioso “Mister P” (Fevereiro de 1973 / Editora Vecchi) – Personagens: Tex, Kit Carson, Kit Willer, Proteus (Mister P) – Roteiro: Giovanni Luigi Bonelli – “Gianluigi Bonelli” – Desenho: Guglielmo Letteri – Capa: Aurelio Galleppini “Galep” – Letrista: Marcos Maldonado – Tradutor: Tizziana Giorgini – Licenciador: Sergio Bonelli Editore – Formato: (14 cm x 21 cm) – Preto e branco / Lombada quadrada – Número de páginas: 116 – Título original italiano: “Il misterioso Mister P”. Publicada originalmente em Tex Serie Cobra (1965 – Talão de Tiras) n° 35/1966 – Edizioni Araldo.

Nesta aventura o primeiro encontro de Tex com “Mister P”, um inimigo perigoso e escorregadio pela sua habilidade em utilizar-se dos mais inusitados disfarces. Disfarçado de Capitão do Exército, o velhaco consegue roubar 50 mil dólares destinados ao forte Whipple. Os militares então pedem ao nosso ranger e seus “pards” que ajudem na captura do criminoso. Mas como achar alguém que pode se disfarçar em qualquer pessoa? Fonte:

TEX 24 (2ª edição) – O Misterioso Mister “P” (Março de 1979 / Editora Vecchi) – Roteiro: G.L. Bonelli – Arte: Guglielmo Letteri – Páginas: 132 – Formato: (13,5 cm x 17,5 cm). Referência italiana: TXI-86 – Rio Verde e TXI-87 – Yuma!

Uma perseguição feita por Tex, Carson e Kit Willer a um novo tipo de bandido, inteligente e ousado, que usa métodos singulares e se autodenomina Proteu (divindade grega que podia assumir a forma que quisesse). Kit Willer demonstra mais uma vez ter um conhecimento geral bem apurado ao inferir sobre o significado do nome Proteu pela letra grega P. Nesta aventura nosso herói tem o primeiro encontro com aquele que se tornaria um dos seus mais temíveis inimigos. É interessante ver o embate de duas inteligências tão refinadas, sendo uma voltada para bem e outra para o mal. A imaginação primorosa de Bonelli foi buscar inspiração na riquíssima história grega para compor tão singular personagem, e nos brindar com mais um clássico do faroeste. Fonte:
Nota: Fabrício Florêncio escreveu esta resenha para o Portal TEXBR e foi publicada em junho de 2004 (QG-TEXBR).

PROTHEVS

Proteu (em grego clássico: Πρωτεύς), na mitologia grega, é uma deidade marinha. É filho dos titãs Oceano e Tétis, ou ainda de Posidão. Era o pastor dos rebanhos de Posidão Reverenciado como profeta, tinha o dom da premonição e assim atraía o interesse de muitos que queriam saber as artimanhas do poderoso destino. Porém, ele não gosta de contar os acontecimentos vindouros; então, quando algum humano se aproxima, ele foge ou metamorfoseando-se, assume aparências marinhas monstruosas e assustadoras. Porém, se o homem for corajoso o bastante para passar por isso, ele lhe conta a verdade. Fonte:

SURGE O MISTERIOSO “MISTER P”

π

– Phoenix – Prescot – pg. 5.

PHOENIX, “Atualmente”

Prescott é uma cidade localizada no estado americano do Arizona, no condado de Yavapai, do qual é sede; incorporada em 1883. De acordo com o United States Census Bureau, a cidade tem uma área de 107,7 km², onde 107,1 km² estão cobertos por terra e 0,6 km² por água. Fonte:

O 1º DISFARCE

– O 1º disfarce de “Mister P” (Capitão Manson) – pg. 5.
– O Agente da Pinkerton – pg. 7.

O 1º ASSALTO

– O 1º assalto de “Mister P” (pagamento do forte Whipple) – pg. 10.
– A “divisão” do saque – pg. 11.

A 1ª MENSAGEM

– A 1ª mensagem de “Mister P” (ao Coronel Pennington) – pg. 14.

A MARCA DE PROTEUS

– “Mister P” mostra sua marca (π) – pg. 14.
Nota: A letra grega p, que vem da palavra perímetro, passou a ser usada para designar o número PI em 1707 pelo matemático galês William Jones. As teorias elaboradas sobre o Pi geram muita ”matéria prima” para as mais diversas áreas na matemática e na computação. Fonte:

– Citação à Agência Pinkerton (Coronel Pennington) – pg. 14.

Agência Nacional de Detetives Pinkerton foi uma agência de investigação e segurança particular fundada nos Estados Unidos da América em 1850 por Allan Pinkerton, detetive que ficou famoso ao frustrar uma conspiração para o assassinato do presidente Abraham Lincoln. A maior parte dos contratos da Pinkerton girava em torno de evitar que grevistas (principalmente líderes sindicais) se ocupassem das fábricas em que trabalhavam. O incidente mais famoso da Agência, foi o da greve de Homestead de 1892, quando centenas de agentes forçaram truculentamente o fim de uma greve, matando nove pessoas. O logotipo da agência era um olho circundado pela frase “We never sleep” (nós nunca dormimos) e inspirou o termo private eye, sinônimo de detetive particular. Agentes da Pinkerton foram contratados para perseguir foras-da-lei famosos do Oeste Americano, tais como Jesse James, Reno Brothers (Irmãos Reno) e a Wild Bunch (Grupo Selvagem); a gangue formada por Butch Cassidy e Sundance Kid, entre outros. Fonte:

– Alarme no forte (Comissário Jordan) – pg. 16.
– Capitão Manson é chamado de canalha, ladrão e traidor (Comissário Jordan) – pg. 17.
– Briga no forte (Agente da Pinkerton X Capitão Manson) – pgs. 17-19.
– Capitão Manson é acusado de roubo (Comissário Jordan) – pg. 19.
– Um “suposto” irmão gêmeo (Capitão Manson) – pg. 22.
– O sósia do Capitão Manson (supostamente) – pg. 23.

A 2ª MENSAGEM

– A 2ª mensagem de “Mister P” (deboche ao Coronel Pennington) – pg. 24.
– A 1ª citação à “Mister P” (Coronel Pennington) – pg. 25.

O SÍMBOLO π

– O símbolo π (letra P, em Grego) – pg. 25.
Nota: A letra grega p, que vem da palavra perímetro, passou a ser usada para designar o número PI em 1707 pelo matemático galês William Jones. As teorias elaboradas sobre o Pi geram muita ”matéria prima” para as mais diversas áreas na matemática e na computação. Fonte:

DIA DO NÚMERO PI (π)

Nota: Mesmo que não se trabalhe com números e as ciências exatas não sejam suas favoritas, tem, no mínimo, uma vaga lembrança do Pi. Obtido pela divisão da circunferência de um círculo por seu diâmetro. O resultado é sempre a dízima 3,1415927 (nunca chega ao fim). É comemorado em 14 de março, o Dia do Número Pi (π). A data foi estabelecida por causa dos primeiros números (3 = mês de março; 14 = dia). Fonte:

– O “Mister P” à espreita – pgs. 28-31.

O 2º DISFARCE

– O 2º disfarce de “Mister P” (Apache Tonito) – pg. 33.

O 1º ATAQUE DE PROTEU

– Chumbo desperdiçado (tiroteio na colina) – pgs. 33-40.
– A estranha detonação (som de canhão / dinamite) – pgs. 35, 36.
– O tiroteio na colina (farsa) – pg. 36
– A farsa do tiroteio é descoberta (um boneco) – pg. 43.
– Novamente a “marca” de “Proteu” (π) – pg. 44.
Nota: Inicialmente chamado de “Proteu” e posteriormente de “Proteus”.
– Citação a Proteu e Netuno (Mitologia Grega) – pg. 46.

MITOLOGIA GREGA / NETUNO

Netuno – É o deus romano do mar, inspirado no deus grego Posídon (ou Poseidon). Filho do deus Saturno e de Ops, irmão de Júpiter e de Plutão. É o deus das fontes e das correntes de água, dos terremotos e criador dos cavalos. Deus inseparável dos cavalos, senhor das ninfas e sereias, rios e fontes, tem ao seu lado sereias, nereidas e Tritão. Não veste roupas chiques, já que sua aparência já é suficiente para demonstrar o seu poder. O deus romano tem o mar como sua morada, pode provocar as mais terríveis tempestades e tormentas. (…) teve muitos amores, sendo a maioria passageiros. Sua principal esposa foi Salácia, uma nereida, que lhe deu como filho o Tritão, monstros marinhos com rostos humanos barbados e com caudas como a dos golfinhos. Fonte:

– O significado da “marca” π (Kit Willer) – pg. 46.
– Os “disfarces” são descobertos (Capitão Manson / Apache Tonito ) – pg. 47.
– “Hábil nos disfarces e pessoa de certa cultura” (alusivo à Proteus) – pg. 47.
HUMOR: Kit Carsom cita “metáfora” sobre os Professores – pg. 47.
Nota: Metáfora é uma figura de linguagem muito utilizada para fazer comparações por semelhança. É o uso de uma palavra com o significado de outra. É um tipo de comparação subjetiva. Consiste no uso de uma palavra ou uma expressão em um sentido incomum, manifestando de maneira implícita uma relação de semelhança entre dois termos. Fonte:

MEFISTÓFELES

– Citação a Mefistófeles {Mefisto} – pg. 47.

É o nome de uma entidade diabólica nascida durante a Era Medieval, e apresentada como uma das manifestações do mal, companheiro de Lúcifer, seu assessor na apreensão de almas puras, através da sedução. Ao longo do período renascentista e em muitas tradições culturais, é associado ao próprio Diabo. É conhecido na literatura sendo personagem-chave em todas as versões de “Fausto”, sendo a mais popular, a versão do escritor alemão Goethe. A tradução de seu nome é meio incerta, mas a maioria dos “demonologistas” chegaram em um consenso de que o nome significa algo como: “o inimigo da luz” ou “o que não ama a luz”. Fonte 1 e Fonte 2:

MEFISTO

É um dos maiores antagonistas de Tex e seus pards, sendo confrontado em longas tramas ao curso das aventuras de Tex, e seu legado é carregado pelos pards até os dias de hoje. Era um artista estilizado como o diabo, com bom conhecimento de truques “mágicos”, embora na realidade também agisse como um espião mexicano. Após ser derrotado por Tex pela primeira vez, ele jurou vingança, e implicitamente realizou pactos não-específicos com entidades sobrenaturais para adquirir poderes mágicos, os quais usou para enfrentar Tex e seus pards várias vezes. Ele teve sua última derrota nas mãos de Padma, que o deixou insano, e mais tarde, por uma sequência de infelizes acasos, o local onde estava ruiu; foi soterrado nas ruínas e devorado por ratos. Fonte:

Nota: Devido a Editora VECCHI publicar inicialmente, só histórias completas, sem ordem cronológica; a 1ª aparição de Mefisto foi nos nºs 48, 49 (O Desfiladeiro da Morte / A Ponte Trágica – Fevereiro e Março de 1975 / Brasil).

– Citação ao título da 3ª aventura (Tex) – pg. 48.
– “Proteu” cita Tex Willer (perigoso, esperto, ótimo atirador, notável inteligência) – pg. 49.
– “Proteus”, o escorregadio (citação própria) – pg. 49.
– Ataque a um garimpeiro (Proteu) – pg. 52.
– Citação ao “título da aventura inicial” (Kit Carson) – pg. 52.
– Explicação da farsa do tiroteio – pg. 53.

A FARSA

– A dinamite é citada (fim dos fogos de artifício) – pg. 53.

É um artefato explosivo à base de nitroglicerina, misturado com terra diatomácea (dióxido de silício em pó) ou com outro material absorvente, como serragem, argila, polpa de celulose ou pó de conchas, mais seguro que a pólvora e que a própria nitroglicerina em seu estado puro. Foi inventado por Alfred Nobel, que a patenteou como pó de segurança para explodir, em 1867. A palavra vem do grego δυναμις (dinamis), com o sufixo sueco – it, que quer dizer “conectado com a força“. É vendida na forma de bastões com 20 cm de comprimento e 3,2 cm de diâmetro, em média, e peso aproximado de 230 g. cada. Antes já se usava a nitroglicerina como explosivo, porém as explosões acidentais eram um obstáculo grande para o seu uso. A nitroglicerina é um líquido altamente sensível a qualquer movimentação, detonando com muita facilidade na sua produção, transporte e manuseio. Nobel criou uma solução para detonar a nitroglicerina com segurança, inventando o detonador, permitindo uma explosão controlada à distância. Fonte:

ALFRED NOBEL

Alfred Nobel (1833-1896), foi um químico, engenheiro e inventor sueco internacionalmente reconhecido por ter inventado a dinamite. Enriqueceu com a grande produção de explosivos, detonadores e outros equipamentos bélicos e tornou-se um dos homens mais ricos do final do século XIX. Em seu testamento, decidiu deixar quase toda a sua fortuna (94%), para a criação do que ficou conhecido como Prêmio Nobel. Fonte:

O TESTAMENTO DE NOBEL

PRÊMIO NOBEL

Prêmio Nobel – Existe 5 Categorias: Física, Química, Medicina, Literatura e Paz. Locais de premiação: Estocolmo, Suécia e Oslo, Noruega (apenas o prêmio para a Paz). A 1ª cerimônia foi em 1901 (há 120 anos). O prêmio não é concedido postumamente; no entanto, se uma pessoa receber um prêmio e morrer antes de recebê-lo, o prêmio ainda poderá ser apresentado. Embora o número médio de laureados tenha aumentado consideravelmente durante o século XX, um prêmio não pode ser dividido entre mais de 3 pessoas, embora o Prêmio Nobel da Paz possa ser concedido a organizações que tenha mais de 3 pessoas. Fonte:

HUMOR: Kit Carson chama “Promeu” (Proteu) – pg. 53.
– O mau humor do Capitão Manson – pg. 57.
– O “título da aventura inicial” é citado novamente (Tex) – pg. 57.
– O Capitão Manson “escapa” de uma surra (Tex) – pgs. 57, 58.
– “Um inimigo de astúcia extraordinária e muito hábil nos disfarces” (à Proteu) – pg. 60.

O 3º DISFARCE

– O 3º disfarce de “Proteus” (garimpeiro) – pg. 61.
– O garimpeiro é encontrado (amarrado e amordaçado) – pg. 63.
– Citação ao diabólico “Mister P” (Capitão Manson) – pg. 64.
– Citação ao Rio Verde – pgs. 64, 65.

RIO VERDE, ARIZONA, EUA, “Atualmente”

Vista deslumbrante do rio verde no arizona, EUA, durante o outono. Fonte:

Mistério: Qual o verdadeiro rosto de “Mister Proteu”? (Tex) – pg. 65.
– Os “estraga pistas” (pelotão do Capitão Manson) – pgs. 64 e 66.
– Apagando as pistas (Proteu) – pgs. 70, 71.
– Encontrado as pistas dos cúmplices de “Proteu” (Tex) – pg. 72, 73.
– Citação à charutos Mexicanos (Tex) – pg. 72.

Charuto mexicano Te-Amo, tem várias qualidades, como capa oleosa e fluxo solto, sabor muito agradável do começo ao fim, além do que, possui uma belíssima anilha e um nome realmente muito forte, surpreende do início ao fim, altíssima qualidade, feito à mão com folhas inteiras, puro e muito aromático. Fonte:

– Citação a rebanho de búfalos (Tex) – pg. 72

O BISÃO AMERICANO

O bisão-americano, bisonte-americano, búfalo-americano (Bison bison) é uma espécie de bisão (bisonte) que habita a América do Norte. Pastam nas pradarias, em grandes manadas, migrando para o sul durante o inverno, onde já foi muito abundante. Antes da colonização europeia da América, eram caçados pelos nativos americanos, mas os colonizadores quase os exterminaram. Tornou-se quase extinta por uma combinação de caça comercial e abate no Século XIX e introdução de doenças provenientes de gado doméstico, e fez um recente ressurgimento, restrita a poucos parques e reservas nacionais. Duas subespécies foram descritas: Bisão-da-planície (Bison bison), menores em tamanho e com uma corcunda mais arredondada, e o bisão-da-floresta (Bison bison athabascae), o maior dos dois e ter uma corcunda mais alta e quadrada. O bisão-da-floresta é uma das maiores espécies selvagens de Bovídeos no mundo, superado apenas pelo Gauro e Búfalo selvagem asiático. É o maior animal terrestre existente na América do Norte. Fonte:

O BÚFALO

O termo “búfalo” às vezes é considerado um equívoco para este animal, pois é apena relacionado com qualquer um dos dois “verdadeiros búfalos”, o Búfalo-asiático e o Búfalo-africano. No entanto, “bison” é uma palavra grega que significa boi como animal, enquanto o “buffalo” originou-se com os caçadores de peles franceses que chamaram estes enormes animais de bœufs, o que significa boi ou boi castrado. Os dois nomes, “bison” e “buffalo”, têm um significado similar. Embora o nome “Bison” pode ser considerado mais correto cientificamente, como resultado de uso normal do nome “Buffalo” também é considerada correta e sendo listada em muitos dicionários como um nome aceitável para Buffalo ou bisão americano. Em referência ao grande animal, o termo “Buffalo”, data para 1635 no uso Norte-americano quando o termo foi registrado pela primeira vez para o mamífero americano. O termo “bison”, foi registrado pela primeira vez em 1774. Fonte:

– HUMOR: Tex, “o maior tapeador” já visto; um espertalhão (Kit Carson) – pg. 74.

CASSINO LADY LUCK
“Senhora Sorte”

– A mulher “mais linda” do mundo (Nina) – pg. 76.
– “Deu o zero” (roleta do cassino) – pgs. 76 e 79.

0 e 00 – Na roleta, existe o número verde 0. Esse é o número que dá à Casa (cassino) a pequena vantagem que permite à eles de lucrar com a roleta. Pode-se escolher o número 0, que tem um valor de 35 vezes a sua aposta, como qualquer outro número. A versão americana da roleta tem 0 e 00; isso diminui as chances de ganhar e aumenta as chances da Casa. Por isso, à não ser que não tenha outra opção, é recomendado que sempre se jogue a roleta européia, que só tem um 0. Fonte:

– Um brinde ao “grande Proteu” (cúmplices) – pg. 80.
– Uma roleta “viciada” (trapaça) – pg. 81.
– Chantagem e suborno (cúmplices de Proteu) – pgs. 82-84.
HUMOR: “Render homenagem a um gênio” (Tex) – pg. 86.

PROCURANDO PROVAS

– Examinando as selas (estábulo) – pgs. 90, 91.
– Encontro com o Xerife (Tex) – pg. 91.
– “Proteu” à espreita (delegacia) – pgs. 93, 94.
– Tiro no cassino (cúmplice de Proteu) – pg. 95.

UM CAMPO DE BATALHA

– Tiroteio no cassino Lady Luck (senhora sorte) – pgs. 95-104.
– Mortes no cassino (3 mortos) – pgs. 98-103.
– Um cúmplice ferido (baleado) – pg. 102
– A prisão do cúmplice ferido (Jim) – pg. 106.
– Nina Shelton abre o jogo (chantagem e suborno) – pg. 110.
– Provérbio: “Brincar com fogo” (Tex) – pg. 110.

– A fuga de Jim (cúmplice de Proteu) – pg. 111.

A 3ª MENSAGEM

– A 3ª mensagem de “Proteu” (ao Sr. Willer) – pg. 112.

O 4º DISFARCE

– O 4º disfarce de “Proteu” (Xerife) pg. 115.
– Os delírios de Jim (cúmplice) – pg. 118.
– Tentativa de assassinato de um cúmplice (Proteu) – pg. 119.

A 1ª CONFISSÃO

– A confissão de Jim (cúmplice sobrevivente) – pg. 119.
– Citação a Flagstaff – pg. 121.

FLAGSTAFF, ARIZONA, EUA, 1887

FLAGSTAFF, ARIZONA, EUA, “Atualmente”

É uma cidade localizada no estado norte-americano do Arizona, no condado de Coconino, do qual é sede. Foi fundada em 1876 e incorporada em 1894. Está rodeada por florestas nacionais e situa-se no sopé da montanha mais alta do Arizona, o pico Humphrey, com 3.850 metros. O seu nome significa “mastro de bandeira”. Possui um clima semi-árido, ameno no Verão e muito frio no Inverno, com intensa precipitação de neve e temperaturas mínimas sempre abaixo dos -8°C, devido à sua altitude. Segundo o censo nacional de 2010, a sua população é de 65.870 habitantes. Possui 26.254 residências, que resulta em uma densidade de 158,7 residências/km². Fonte:

CASSINO SILVER HORN – “Chifre de Prata”

– Punhos pesados (Tex) – pg. 122.

A 2ª CONFISSÃO

– “Prelúdio” de uma confissão – pg. 122.
Nota: substantivo masculino – Ato preliminar, primeiro passo para (alguma coisa). Primeira etapa para determinado desfecho. Fonte:
– Os Guardas-Rurais (Texas Rangers) – pg. 123.

Texas Ranger Division, comumente chamado de Texas Rangers, é uma agência de aplicação da lei com jurisdição em todo o estado do Texas nos Estados Unidos, com sede na capital Austin. Ao longo dos anos, investigaram crimes diversos, desde assassinatos até corrupção política, atuaram no controle de motim e como detetives, protegeram o governador do Texas, localizaram fugitivos e funcionaram como uma força paramilitar a serviço da República (1836-1845) e do estado do Texas. Acredita-se que os Texas Rangers foram criados de forma não-oficial por Stephen F. Austin em 1823 e em 1835, foram formalmente constituídos. O grupo foi dissolvido pelas autoridades federais após a Guerra Civil Americana, mas foi rapidamente reorganizado após a reinstituição do governo local. Desde 1935, a organização se tornou uma divisão de Segurança Pública do Texas. Tomaram parte em vários eventos da História do Texas, tais como impedir o assassinato dos presidentes William Howard Taft e Porfirio Díaz em El Paso, Texas, e em alguns dos mais famosos casos de criminosos do Velho Oeste, tais como aqueles do matador John Wesley Hardin, o ladrão de bancos Sam Bass e os foras-da-lei Bonnie e Clyde.

AUSTIN – O “PAI DO TEXAS”

Stephen Fuller Austin (3 de novembro de 1793 – 27 de dezembro de 1836 / 43 anos), conhecido como o “Pai do Texas”, levou a cabo a segunda e última bem sucedida colonização da região pelos colonizadores dos Estados Unidos. Fonte:  Quadro pintado por um artista desconhecido de Nova Orleans, este poderoso retrato de Stephen F. Austin de 1836 foi encomendado pelo próprio Pai do Texas como um presente para sua irmã, Emily Bryan Perry. O retrato original permaneceu na família até 1919, quando foi doado ao Estado do Texas. Agora parte da Coleção de Arte Histórica do Capitólio do Texas, está em exibição permanente na Câmara do Senado do Capitólio do Estado do Texas. Fonte:

TEXAS RANGERS EM EL PASO, 1896

Os Texas Rangers eram comandados por R. M. “três pernas” Williamson (assim apelidado porque tinha uma perna de madeira para apoiar um membro aleijado) e liderado pelos Capitães William Arrington, Isaac Burleson e John J. Tumlinson. Fonte:

MISSÃO DADA; É MISSÃO CUMPRIDA

Fotografia tirada por altura do famoso tiroteio de 1892 em Shafter, Texas, para onde os Texas Rangers foram enviados para proteger uma mina de prata. (Em pé, a partir da esquerda) Robert “Bob” Speaks e Jim Putman. (Sentados, a partir da esquerda) Alonzo Van “Lon” Oden e John R. Hughes. Fonte:

O QUARTETO FANTÁSTICO

Ilustração realizada em 1999 – Os 4 pards, em 1880, na Arte de Claudio Villa (Em pé, a partir da esquerda) Kit Willer e Tiger Jack. (Sentados, a partir da esquerda) Tex Willer e Kit Carson. Fonte:

MONUMENTO TEXAS RANGERS, AUSTIN, EUA, “Atualmente”

Outdoor memorial comemorativo Texas Rangers de Terry que lutaram durante a guerra civil americana, instalado no Capitólio em Austin, Texas, Estados Unidos. O monumento foi projetado por Pompeo Coppini e erguido em 1907. Possui um guarda florestal (“Guarda Rural”) de bronze montado em um cavalo. Fonte:

Nota: Um escritor disse que um Ranger do Texas podia “andar como um mexicano, trilhar como um índio, fotografar como um Tennesseean, e lutar como o diabo“. Fonte:

TEXAS RANGERS – O FILME

Após a Guerra Civil um grupo de homens se une para instaurar a ordem e a paz no Texas. Americanos reclamam suas terras, mexicanos invadem e bandidos fazem arruaça, mas os Texas Rangers não permitirão que a bagunça se mantenha. EUA – 2001. Fonte:

– A confissão de Miky Welt (dono do Silver Horn) – pg. 124.

O PASSADO DE “PROTEU”

– Transformista (Circo Magnus) – pg. 124.
– Companhia de Atores Intinerantes (transformismo) – pg. 124.

O JUIZ LINDON

– O tio de “Proteu” (Juiz Lindon) – pg. 124.
– Citação à Califórnia – pg. 124.
Nota: A Califórnia é um dos 50 estados dos Estados Unidos, localizado na região dos estados do Pacífico. É o estado mais populoso do país e o terceiro em extensão territorial, superado apenas pelo Alasca e o Texas. É o maior centro industrial dos Estados Unidos e líder nacional na produção de produtos agropecuários. Das 20 maiores cidades dos Estados Unidos, quatro estão localizadas na Califórnia: Los Angeles, São José, San Diego e São Francisco. A região sul é densamente povoada, sendo que as duas maiores cidades do estado (Los Angeles e San Diego) estão localizadas ali. Já na região norte estão localizadas as cidades de São Francisco e São José, além da capital do estado, Sacramento. (…) cognome do estado é Golden State, que significa em português “estado dourado”. Sua origem ainda é tema de discussão. O cognome pode ter vindo da corrida do ouro de 1849, quando minas de ouro atraíram dezenas de milhares de pessoas de todo o país para a região. A palavra califórnia tem origem portuguesa e se refere aos fornos de cal da região de Sesimbra em Portugal, local de procedência do navegador português João Rodrigues Cabrilho (que foi posteriormente nomeado Juan Rodríguez Cabrillo pelos espanhóis), que navegou a serviço de Espanha em 1542, e pensava ser a Califórnia uma ilha, onde procurava uma passagem do Pacífico para o Atlântico e explorou até onde viria a ser mais tarde São Francisco. Fonte:

LOS ANGELES, CALIFÓRNIA, EUA, “Atualmente”

Foi fundada em 4 de setembro de 1781, como colônia espanhola. Em 1821, passou a pertencer ao México e somente em 1850 passou a ser território americano. Os habitantes da cidade são referidos como “Angelinos”. A “cidade dos anjos” é a 2ª mais populosa dos Estados Unidos. Além disso, a cidade localizada ao sul da Califórnia é a 16ª maior área metropolitana do mundo. (…) é classificada como a “capital criativa do mundo” havendo mais artistas, escritores, cineastas, atores, músicos que trabalham e residem em LA do que em qualquer outro lugar do mundo. Por isso, três dos seis maiores estúdios de cinema; Paramount Pictures, 20th Century Studios e Universal Pictures; estão localizados dentro dos limites da cidade. Fonte:

HOLLYWOOD, LOS ANGELES, CALIFÓRNIA, EUA, “Atualmente”

É um bairro de Los Angeles e devido a sua fama e identidade cultural como o centro de estúdios (CBS Columbia Square, Charlie Chaplin Studios, Paramount Pictures, Sunset Gower Studios, The Prospect Studios, Warner Bros, Universal Studios), é conhecida como “capital mundial do entretenimento”. Muitos teatros são utilizados como pontos de encontro e palcos de concerto das principais estreias cinematográficas. (…) é líder mundial na criação de filmes, produção de TV, videogames e gravação de músicas. É a sede da premiação do Oscar e abriga a calçada da fama. Fonte:

SAN DIEGO, CALIFÓRNIA, EUA, “Atualmente”

É a 2ª maior cidade da Califórnia, uma mistura perfeita da sofisticação urbana com a cultura tranquila do litoral e uma população hospitaleira. O clima quente de San Diego e seus 112 km de praias, dentre elas: La Jolla Beach, Pacific Beach, Ocean Beach, Mission’s Beach, Black’s Beach e Coronado Island são grandes atrativos. Fonte:

SAN FRANCISCO, CALIFÓRNIA, EUA, “Atualmente”

É a 4ª cidade mais populosa do estado da Califórnia e a 13ª mais populosa dos Estados Unidos. (…) a cidade mais densamente povoada da Califórnia e a segunda cidade grande mais densamente povoada dos Estados Unidos. É o centro financeiro, cultural e de transportes da baía de São Francisco. Em 1776, os espanhóis estabeleceram uma fortaleza no Golden Gate e uma missão chamada de Francisco de Assis no local. A Corrida do ouro na Califórnia, em 1848, impulsionou a cidade em um período de rápido crescimento, o aumento da população em um ano foi de 1.000 a 25.000 habitantes, transformando-a na maior cidade da Costa Oeste dos Estados Unidos na época. (…) é também um centro financeiro e bancário, sendo sede de mais de 30 instituições financeiras internacionais, ajudando a se tornar a 18ª cidade mais rica do mundo e a 9ª dos Estados Unidos. Fonte:

– O “culpado” da morte de sua mãe (Proteu) – pg. 125.

A FACE DE “PROTEU”

– O sobrinho do Juiz Lindon (Proteu) – pg. 125.
– A identidade revelada (Perry Drayton) – pg. 125.
– A prisão de um vilão (π) – pg. 125.

************************************************************************
DISFARCES

– O 1º disfarce de “Mister P” (Capitão Manson)
– O 2º disfarce de “Mister P” (apache Tonito)
– O 3º disfarce de “Proteu” (garimpeiro)
– O 4º disfarce de “Proteu” (Xerife)

************************************************************************
MENSAGENS

– A 1ª mensagem de “Mister P” (ao Coronel Pennington)
– A 2ª mensagem de “Mister P” (ao Coronel Pennington)
– A 3ª mensagem de “Proteu” (ao Sr. Willer)

************************************************************************
CURIOSIDADE
************************************************************************

Camaleão é nome dado aos animais pertencentes à Família Chamaeleonidae. Acredita-se que existam entre 150 e 160 espécies diferentes de camaleões. Apresentam uma cabeça angulosa, onde estão presentes olhos que se movimentam independentemente e uma língua expandida e coberta por muco. O seu corpo é estreito e apresenta uma cauda preênsil (capaz de prender). Uma das características desses animais que mais chamam atenção é a sua capacidade de mudar de cor, o que lhes permite camuflar-se no ambiente, mas que possui também outras funções. São répteis pertencentes à Ordem Squamata, na qual também estão presentes lagartos e cobras. O termo camaleão é utilizado para denominar os animais pertencentes a essa família. Dentre as características apresentadas pelos camaleões, podemos destacar o seu corpo estreito e lateralmente achatado, medindo cerca de 60 cm de comprimento, além dos membros verticais com patas fortes, nas quais estão presentes cinco dedos, o que lhes auxilia a agarrar, funcionando como uma pinça. (…) apresentam-se distribuídos principalmente na África, Madagáscar, sul da Europa, Arábia, Índia e Sri Lanka. Apresentam hábitos diurnos e passam a maior parte do tempo em cima de árvores, sendo de hábitos arborícolas. Apresentam movimentos lentos, o que os torna presas fáceis de seus predadores. Alimentam-se principalmente de insetos voadores, podendo também estar incluídos em sua dieta outros pequenos invertebrados. São animais solitários, não tolerando a presença de outros indivíduos em um mesmo território, assim, unem-se a outros animais apenas na época reprodutiva. Podem ser ovíparos ou ovovivíparos. As fêmeas produzem uma ninhada por ano e esta apresenta de 5 a 45 ovos, que são enterrados no solo. Algumas espécies, não fazem a postura dos ovos e os filhotes nascem após cerca de 7 meses de gestação. (…) apresentam uma coloração que pode variar conforme o ambiente, sendo influenciada, por exemplo, pela iluminação ou conforme a mudança de sensações – nesses casos, o sistema nervoso atua sobre as células de pigmentos. A mudança de coloração não está relacionada apenas com a camuflagem, estando ligada também a outras funções, como a atração de parceiros e defesa de território. Podem projetar a língua até uma distância de quase o dobro de seu tamanho corporal. Segundo a Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais, o camaleão comum está classificado como pouco preocupante, não apresentando risco de extinção. Fonte:

PPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP

O MISTERIOSO “MISTER P”

Personagens: Tex, Kit Carson, Kit Willer, Proteus (Mister P) – Roteiro: Giovanni Luigi Bonelli – “Gianluigi Bonelli” – Desenho: Guglielmo Letteri – Capa: Aurelio Galleppini “Galep” – Editor: Dorival Vitor LopesLicenciador: Sergio Bonelli Editore – Número de páginas: 116 – Formato: (14 cm x 21 cm) – Preto e branco / Lombada quadrada. Publicada originalmente em Tex Serie Cobra (1965 – Talão de Tiras) n° 35/1966 – Edizioni Araldo. Título original italiano: “Il misterioso Mister P”.

Nesta aventura o primeiro encontro de Tex com Mister P, um inimigo perigoso e escorregadio pela sua habilidade em utilizar-se dos mais inusitados disfarces. Disfarçado de capitão do Exército, o velhaco consegue roubar 50 mil dólares destinados ao forte Whipple. Os militares então pedem ao nosso ranger e seus “pards” que ajudem na captura do criminoso. Mas como achar alguém que pode se disfarçar em qualquer pessoa? Fonte:

1ª AVENTURA

Tex nº 24 – (Fevereiro de 1973 – Editora VECCHI)

PPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP

O MISTERIOSO “MISTER P”

Personagens: Tex, Kit Carson, Kit Willer, Proteus (Mister P) – Roteiro: Giovanni Luigi Bonelli – “Gianluigi Bonelli” – Desenho: Guglielmo Letteri – Capa: Aurelio Galleppini “Galep” – Editor: Dorival Vitor LopesLicenciador: Sergio Bonelli Editore – Número de páginas: 132 – Formato: (13,5 cm x 17,5 cm) – Preto e branco / Lombada quadrada. Publicada originalmente em Tex Serie Cobra (1965 – Talão de Tiras) n° 35/1966 – Edizioni Araldo. Título original italiano: “Il misterioso Mister P”.

Nesta aventura o primeiro encontro de Tex com Mister P, um inimigo perigoso e escorregadio pela sua habilidade em utilizar-se dos mais inusitados disfarces. Disfarçado de capitão do Exército, o velhaco consegue roubar 50 mil dólares destinados ao forte Whipple. Os militares então pedem ao nosso ranger e seus “pards” que ajudem na captura do criminoso. Mas como achar alguém que pode se disfarçar em qualquer pessoa? Fonte:

1ª AVENTURA (2ª edição)

Tex nº 24 – ( Março de 1979 – Editora VECCHI)

PPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP
O MISTERIOSO “MISTER P”

Arco: O Misterioso “Mister P” – Parte 1 (Mister P)
Personagens: Proteus (Mister P), Comissário Jordan, Bill, Ben e Mart, os capangas de Proteus, Jim Elder, Sargento Hacker, Tex, Coronel Pennington, Capitão Manson, Kit Carson, Kit Willer. Roteiro: Giovanni Luigi Bonelli – “Gianluigi Bonelli” – Desenho: Guglielmo Letteri – Editor original: Tea Bonelli – Título original italiano: Il Misterioso “Mister P”. Publicada originalmente em Tex n° 86/1967 – Sergio Bonelli Editore, Tex Serie Cobra (1965 – Talão de Tiras) n° 35/1966 – Edizioni Araldo. Fonte:

Arco: O Misterioso “Mister P” – Parte 2 (Proteus)
Personagens: Proteus (Mister P), Tex, Kit Carson, Kit Willer, Capitão Manson. Roteiro: Giovanni Luigi Bonelli – “Gianluigi Bonelli” – Desenho: Guglielmo Letteri – Editor original: Tea Bonelli. Publicada originalmente em Tex n° 86/1967 – Sergio Bonelli Editore, Tex Serie Cobra (1965 – Talão de Tiras) n° 36/1966 – Edizioni Araldo. Fonte:

Arco: O Misterioso “Mister P” – Parte 3 (Rio Verde)
Personagens: Tex, Kit Carson, Kit Willer, Proteus (Mister P), Jim Elder, Bill, Ben e Mart, os capangas de Proteus, Nina Shelton, Jerry Shelton, Jackie, Xerife de Campo Verde. Roteiro: Giovanni Luigi Bonelli – “Gianluigi Bonelli” – Desenho: Guglielmo Letteri – Editor original: Tea Bonelli. Publicada originalmente em Tex n° 86/1967 – Sergio Bonelli Editore, Tex Serie Cobra (1965 – Talão de Tiras) n° 37/1966 – Edizioni Araldo. Fonte:

Arco: O Misterioso “Mister P” – Parte 4 (Na pista de “Mister P”)
Personagens: Tex, Kit Willer, Jerry Shelton, Ben, Mart, Bill, os capangas de Proteus, Kit Carson, Jim Elder, Nina Shelton, Xerife de Campo Verde, Jackie, Proteus (Mister P), Ajudante Matt. Roteiro: Giovanni Luigi Bonelli – “Gianluigi Bonelli” – Desenho: Guglielmo Letteri – Editor original: Tea Bonelli. Publicada originalmente em Tex n° 86/1967 – Sergio Bonelli Editore, Tex Serie Cobra (1965 – Talão de Tiras) n° 38/1966 – Edizioni Araldo. Fonte:

1ª AVENTURA (reprise)

Tex Coleção n° 128 – (Setembro de 1997 – Editora Globo)

PPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP
O MISTERIOSO “MISTER P”

Arco: O Misterioso “Mister P” – Parte 4 (A prisão de Mister P)Ouro Negro (Capa extraída de Tex nº 243).
Personagens: Tex, Kit Willer, Kit Carson, Nina Shelton, Xerife de Campo Verde, Ajudante Matt, Proteus (Mister P), Jim Elder, Miky Welt, Blondy, Juiz Lindon. – Roteiro: Giovanni Luigi Bonelli – “Gianluigi Bonelli” – Desenho: Guglielmo Letteri – Capa: Aurelio Galleppini – “Galep” – Editor: Leandro Luigi Del Manto – Editor original: Tea Bonelli – Licenciador: Sergio Bonelli Editore – Número de páginas: 100 – Formato: (13,5 cm x 17,5 cm) – Preto e branco / Lombada quadrada. Publicada originalmente em Tex n° 86/1967 – Sergio Bonelli Editore, n° 87/1968 – Sergio Bonelli Editore, Tex Serie Cobra (1965 – Talão de Tiras) n° 38/1966 – Edizioni Araldo. Fonte:

Nota: Continuação da última história da edição anterior: “Na pista de Mister P”. Sensacional conclusão do arco “O Misterioso Mister P”.

1ª AVENTURA (reprise) – continuação

Tex Coleção n° 129 – (Outubro de 1997 – Editora Globo)

PPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP
O MISTERIOSO “MISTER P”

Personagens: Tex, Kit Carson, Kit Willer, Proteus (Mister P). Roteiro: Giovanni Luigi Bonelli – “Gianluigi Bonelli” – Desenho: Guglielmo Letteri – Tradutor: Paulo Guanaes – Capa: Claudio Villa – Editor: Dorival Vitor Lopes – Licenciador: Sergio Bonelli Editore – Número de páginas: 212 – Formato: (13,5 cm x 17,5 cm) – Preto e branco / Lombada quadrada. Publicada originalmente em Tex Serie Cobra (1965 – Talão de Tiras) n° 35/1966 – Edizioni Araldo – Título original italiano: “Il Misterioso Mister P”.

Nesta aventura o primeiro encontro de Tex com “Mister P”, um inimigo perigoso e escorregadio pela sua habilidade em utilizar-se dos mais inusitados disfarces. Disfarçado de capitão do Exército, o velhaco consegue roubar 50 mil dólares destinados ao forte Whipple. Os militares então pedem ao nosso ranger e seus “pards” que ajudem na captura do criminoso. Mas como achar alguém que pode se disfarçar em qualquer pessoa? Fonte:

1ª História (Proteus)Publicada originalmente em Tex Serie Cobra (1965 – Talão de Tiras) n° 36/1966 – Edizioni Araldo. Título original italiano: “Proteus!”.

Continuação da história acima. Sabendo que é pura perda de tempo achar a pista do mestre dos disfarces, Tex e seus parceiros decidem seguir os rastros dos cúmplices do “homem das mil caras”. Fonte:

2ª História (Rio Verde)Publicada originalmente em Tex Serie Cobra (1965 – Talão de Tiras) n° 37/1966 e n° 38/1966 – Edizioni Araldo.

Conclusão: Reunindo dois episódios: “Rio Verde” e “È finita, Mister P”. Seguindo a pista dos capangas de Proteus até o povoado de Campo Verde, Tex e seus amigos conseguem eliminá-los, menos um que, traído pelo próprio mestre dos disfarces, resolve ajudar os rangers. Fonte:

1ª AVENTURA (reprise)

Tex Edição Histórica n° 49 – (Agosto de 2001 – Editora Mythos)

PPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP

Para ler a segunda parte da matéria de Zenaldo Nunes dedicada ao Tex intitulada “NAS PEGADAS DO MISTERIOSO “MISTER P”; O HOMEM DAS MIL CARAS; O DIABÓLICO PROTEUS”, clique AQUI!

Para ler a terceira parte da matéria de Zenaldo Nunes dedicada ao Tex intitulada “NAS PEGADAS DO MISTERIOSO “MISTER P”; O HOMEM DAS MIL CARAS; O DIABÓLICO PROTEUS”, clique AQUI!

Para ler a quarta parte da matéria de Zenaldo Nunes dedicada ao Tex intitulada “NAS PEGADAS DO MISTERIOSO “MISTER P”; O HOMEM DAS MIL CARAS; O DIABÓLICO PROTEUS”, clique AQUI!

Para ler a quinta parte da matéria de Zenaldo Nunes dedicada ao Tex intitulada “NAS PEGADAS DO MISTERIOSO “MISTER P”; O HOMEM DAS MIL CARAS; O DIABÓLICO PROTEUS”, clique AQUI!

PPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP

3 Comentários

  1. Parabéns ao pard Zenaldo Nunes por esta magnífica obra prima de Tex, trabalho incontestável, um presente para todos os fãs do nosso caubói.

  2. … Lendo o Proteu’s aqui do
    NÃO misterioso Zenaldo N.,
    promete…
    Que *MORAL* desse nosso patrício, da Nação Nordestina, Pernambuco, Caruaru city!

  3. Parabéns ao pard Zenaldo Nunes, um exímio e profundo conhecedor e pesquisador do universo western/Tex.
    Parabéns amigo mesmo com tantos compromissos que você tem ainda acha tempo nas madrugadas da vida para nos presentear com essa obra sobre um dos vilões mais perigoso do nosso herói Tex Willer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *