Moura – XIV Salão Internacional de Banda Desenhada – MOURABD2007

De 26 de Maio a 3 de Junho de 2007, realizar-se-à na cidade alentejana de Moura, o XVI Salão de Moura – MouraBD 2007, cujo tema central aborda a temática ”O Gato na Banda Desenhada“, mas onde também não deixará de estar presente em grande destaque a personagem Tex Willer, não só pelas exposições associadas ao Ranger, mas também pela presença do conceituado desenhador italiano Fabio Civitelli.

O blogue do Tex tem o privilégio de divulgar em mais uma antestreia, o cartaz do evento, onde pela primeira vez em Portugal, Tex Willer aparece num cartaz oficial de um evento deste quilate, assim como de divulgar a sinopse do que se poderá visualizar, visitando o Salão, já que como se poderá ver de seguida há uma série de razões para os bedéfilos de todo o país fazerem uma visita a Moura.

A cidade e o Salão BD justificam a viagem.

MOURA BD 2007

16º Salão de Banda Desenhada

Data: 26 de Maio (Sábado) a 3 de Junho (Domingo) de 2007
Locais: Castelo de Moura (exposições) e Cine-Teatro Caridade (homenagens e entrega de prémios).
Tema: O Gato
Homenageados: José Abrantes, banda desenhista português, Fabio Civitelli, italiano (a quem serão outorgados os troféus “Balanito de Honra”) e Catherine Labey (a quem será outorgado o “Balanito Especial”).

Cartaz MouraBD2007

EXPOSIÇÕES:

01) José Abrantes – Retrospectiva da obra deste autor, onde se incluem trabalhos como as aventuras do Gato Zú e do Gato Hórus, entre muitos outros, numa selecção feita pelo próprio José Abrantes, banda desenhista com mais de três décadas de carreira.

02) Fabio Civitelli – cerca de duas dezenas de pranchas do autor, seleccionados pelo próprio, pretendem dar, aos visitantes do Moura BD, uma visão geral acerca da colaboração mais recente deste consagrado desenhador italiano para com a Sergio Bonelli Editore. Poderemos ver pranchas de três histórias de Tex, nomeadamente, La banda dei tre (Tex italiano 554, acabada de sair em Itália e portanto inédita em Portugal), L’uomo venuto dal fiume ( Tex italiano 476) e Il presagio (Tex italiano 475).

03) Catherine Labey – Catherine é um nome incontornável na BD portuguesa dos últimos 30 anos. A sua obra estende-se em áreas tão diferentes como a legendagem, a tradução de álbuns, edição e paginação de fanzines, para além da ilustração e do desenho.

04) Os gatos na BD – Panorâmica geral sobre este tema na banda desenhada. O Gato é um dos animais preferidos pelos autores de BD quando se trata de criar uma série ou um herói de personalidade bem vincada. Os exemplos são inúmeros: desde o gato Félix (um dos mais antigos personagens de desenho animado), passando por Garfield, “Fritz, the Cat”, Catwoman, Aristogatos, Silvester, “Tom & Jerry”, Top Cat, etc… até ao mais recente “BlackSad”.

05) 14º Concurso de Banda Desenhada e Cartoon – exposição dos melhores trabalhos concorrentes (tema: O gato).

06) 11º Concurso Escolar de Banda Desenhada – dedicado, exclusivamente, às escolas do concelho (tema: O gato).

07) A nova vaga de desenhadores de Tex – um dos mais famosos “cow-boys” da banda desenhada (criado há 60 anos pelo italiano Bonelli), tem, talvez, a maior equipa de autores para um só personagem no mundo da BD. Muitos dos tradicionais desenhadores começam a dar lugar a uma nova geração. Em Moura teremos, em exclusivo mundial, 15 exemplos desta nova vaga de desenhadores, através de 30 belíssimas pranchas seleccionadas pela Sergio Bonelli Editore. Os seus nomes: Corrado Mastantuono, Rossano Rossi, Marco Torricelli, Dante Erasmo Spada, Pasquale Del Vecchio, Orestes Suarez (Cubano), Alessandro Piccinelli, Ugolino Cossu, Pasquale Frisenda, Bianchini & Santucci, Giovanni Bruzzo, Giacomo Danúbio, Lucio Filippucci, Franco De Vescovi. Absolutamente a não perder!

Colecção italiana de José Carlos Francisco08) Em Portugal, temos, também, um caso raro de dedicação a Tex. Trata-se de José Carlos Francisco, que colecciona tudo o que tenha, directa ou indirectamente, a ver com o personagem, desde há cerca de vinte anos. Revistas, pósters, originais autografados, miniaturas em plástico… Enfim, tudo aquilo que mostre a figura de “Tex” é coleccionado e arquivado religiosamente por José Carlos. É essa colecção de objectos que teremos ocasião de expor em Moura, graças à gentileza do coleccionador (que, diga-se, é representante em Portugal da Mythos Editora, a editora que publica “Tex” no Brasil).

09) “Nas garras felinas do humor” – exposição comissariada por Osvaldo de Sousa. Como sempre, a componente do “cartoon” estará presente no nosso salão graças à exposição que Osvaldo de Sousa nos apresenta. A deste ano chamar-se-á “Nas garras felinas da sátira” e fará uma retrospectiva sobre a figura do gato como interveniente na sátira social, política e desportiva, terminando com sete trabalhos inéditos, por sete caricaturistas actuais (numa alusão às sete vidas do gato).

10) Susa Monteiro – teremos sempre, a partir da edição deste ano do Moura BD, um espaço autónomo para um jovem autor nacional, que se destaque pela qualidade do seu trabalho. Susa Monteiro é um desses casos. Embora ainda jovem, o seu estilo deixa já antever um futuro promissor quer na banda desenhada quer na ilustração.

ACTIVIDADES PARALELAS:

1) Cinema – Serão projectados filmes de animação ou adaptações de BD’s ao cinema, durante o decorrer do salão.

2) Espaço Ludoteca – vocacionado para as visitas das escolas do concelho, funcionará, durante os dias de semana e por marcação prévia. No segundo dia do salão funcionará, também, para o público infantil em geral, com marcações na hora.

3) Feira do livro BD – onde estarão à venda as últimas novidades BD bem como as edições que a Câmara Municipal de Moura tem lançado nos últimos anos durante o salão.

4) Diplomas-Moura BD / ano 2006 – Este ano, pretendemos introduzir uma inovação no Moura BD. Trata-se da entrega dos Diplomas-Moura BD, onde iremos premiar o que de melhor se editou, no campo da BD, em 2006, nas seguintes categorias: Melhor Álbum Português; Melhor Álbum Estrangeiro; Melhor Álbum Traduzido para Português. Os Diplomas serão entregues na Cerimónia de Encerramento do salão.

5) Sessões de autógrafos – está prevista uma sessão de autógrafos no dia 2 de Junho com os autores homenageados: José Abrantes, Catherine Labey e Fabio Civitelli.

EDIÇÕES PROGRAMADAS:

1) Programa-catálogo – Com informação detalhada acerca das exposições, dos autores, do programa e do historial do salão, é de distribuição gratuita entre os visitantes.

2) Cadernos Moura BD (nº7) – a colecção “Cadernos Moura BD”, desde que se iniciou em 1999, leva já seis números editados. O objectivo da colecção é, desde o início, a divulgação junto das gerações mais jovens, da obra dos autores nacionais mais consagrados. O sétimo número será lançado no primeiro dia do salão e recupera alguns trabalhos de José Abrantes.

3) O Western na BD Portuguesa” – estudo de Jorge Magalhães acerca da temática do “western” em edições portuguesas. Será um fanzine dentro da mesma linha do que lançámos em 2005, “BD e Ficção Científica – As Madrugadas do Futuro”, profusamente ilustrado e com a qualidade garantida pelo nome do autor.

4) Nas garras felinas do Humor” – catálogo da exposição com o mesmo nome.

Civitelli e os autógrafos

MOURA BD 2007
16º Salão Internacional de Banda Desenhada
Câmara Municipal de Moura – Praça Sacadura Cabral, 7860.207 Moura
T
lef. 285 250 400 ou 285 250 478     Fax: 285 25 17 45     e-mail: mourabd@iol.pt http://www.cm-moura.pt

2 Comentários

  1. Amigos portugueses, o cartaz é maravilhoso! Prestem atenção nos tons de cinza… na sombra da janela à esquerda do observador… no efeito da luz do lampião ou da arandela (sei lá o nome daquilo). Cara, Van Gogh usava muito esse efeito (pincelada por pincelada) tem até um tom de rosa ou pink para aquecer mais a luminosidade, que vai se esvaindo no céu noturno… mais os gatos, muros e telhados recortados em negro, constratando com o branco da luz das janelas e porta…coisa divina…
    Tem até uma homenagem à Tex no canto direito baixo, não sei se vocês notaram…

  2. Caro João Guilherme:
    Quero agradecer-lhe as palavras elogiosas que teceu em relação ao cartaz do Moura BD. Vindas de quem sabe, como parece ser o seu caso, o elogio ainda sabe melhor.
    Esperemos que este seja um prenúncio para que o salão de Moura decorra com o sucesso que todos desejamos.
    Só por curiosidade, digo-lhe que o cartaz foi todo ele criado a computador, no programa Corel Draw. Normalmente, nos outros anos, costumava fazer um desenho a tinta da china e aguarela, que depois inseria no computador dando-lhe efeitos de luz e sombra e acrescentando-lhe os outros elementos (”lettering”, logotipos, etc). Este ano, o trabalho foi todo feito no computador. Decidi utilizar silhuetas porque me pareceu ser a melhor solução para “encaixar” os dois elementos (o gato, como tema principal do salão teria que ser o elemento com mais destaque mas também a chamada de atenção sobre as exposições de Tex não deveria passar despercebida). Calhou a sair bem.
    Grande abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.