Miguel Angel Repetto tornou-se o mais velho autor a já ter desenhado uma história de Tex

.
O decano dos desenhadores bonellianos

Por Saverio Ceri[1]

Sempre me despertaram curiosidade, no mundo desportivo, as estatísticas. Saber que um jogador percorreu  10.564 metros numa partida de futebol, que um outro jogador de basquetebol fez mais de 2.000 pontos numa única temporada, ou que determinada equipa percorreu mais de 50.000 km na frente de uma competição de Fórmula Um e que vá justamente orgulhosa informando em tempo real via Twitter todos os seus fãs. Também uma gloriosa editora como a Sergio Bonelli Editore deve ficar orgulhosa dos seus recordes e por isso sempre que se justificar, pretendo assinalar aqui no blogue português do Tex um recorde absoluto registado por um autor ligado ao Ranger criado por G. L. Bonelli em 1948.

Por estes dias observando os desempenhos de Ferri e Repetto que viram publicados os seus trabalhos com a venerável idade de 83 anos, eu tive a ideia de ir investigar qual tenha sido o desenhador mais velho de uma edição bonelliana, o Ballotta da banda desenhada italiana (para quem não sabe, Marco Ballotta é hoje em dia o jogador mais velho a ter disputado um jogo na principal divisão italiana de futebol, com 44 anos e 38 dias). O tema merece mais espaço e uma pesquisa mais completa dos dados pessoais, e provavelmente um futuro artigo na rubrica “Tex em números”; mas para o presente depois de um rápido controle penso que encontrei o pódio dos ilustradores bonellianos mais velhos, e os dois autores acima mencionados fazem parte dele, mas nos degraus mais baixos.

As regras do jogo

Um esclarecimento: não havendo um espaço de tempo standard desde quando uma história é terminada até a mesma ser publicada, tomei como referência a única data certa, ou seja a data de publicação, no caso dos autores vivos. Em caso de eventual publicação póstuma tomei como referência a data da morte do autor.

O pódio

Galieno Ferri ocupa no presente o terceiro degrau do pódio, graças à aventura recentemente publicada na série regular de Zagor, com 83 anos, 6 meses e 11 dias. Poucos dias depois Miguel Angel Repetto ultrapassou o zagoriano, graças à publicação do último Maxi dedicado ao Águia da Noite; com 83 anos, 7 meses e 19 dias ascende ao segundo lugar, tornando-se também o decano dos ilustradores de Tex. A mão mais velha de todas a ter colocado a sua assinatura no final de um página bonelliana, foi porém a do recentemente falecido Enrico Bagnoli, com o pseudónimo Henry, que depois de uma longa carreira, iniciada aos 18 anos e que o viu a trabalhar, entre outros, para a Dargaud, DC Comics e Fleetway chegou a Martin Mystère em 1985, personagem a qual desenhou pelo menos até Fevereiro deste ano, data em que foi publicada a sua última história, com a idade de 86 anos, 5 meses e 20 dias.

A título de curiosidade, o mais jovem de sempre a ter desenhado Tex foi Luigi Copello no Almanacco dell’avventura de 1994, com 21 anos, 11 meses e 13 dias, batendo o record que até então pertencia a Ticci que havia publicado o seu primeiro Tex com 26 anos e 8 meses.

[1] Saverio Ceri é um dos criadores do blogue DIME WEB, local onde podem ser lidos muitos textos e estatísticas de sua autoria.
Tradução e adaptação: José Carlos Francisco.
Copyright: © 2012, Saverio Ceri & Dime Web

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

Um comentário

  1. O caso mais impressionante continua sendo o de Ferri, porque ele desenha TODAS as capas de Zagor e ainda faz histórias, uma produtividade impressionante e uma qualidade embasbacante!

    Vida longa a esses decanos artistas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.