DAMPYR em nova aventura portuguesa, no Jornal de Notícias de 14 de Abril de 2012

Texto da secção Artes & Vidas, de 14/04/2012
F. Cleto e Pina

DAMPYR caça demónios no Douro e nas caves de Vila Nova de Gaia

Banda DesenhadaTributo di sangue“, a publicar em Junho, em Itália, desenrola-se em paisagens portuguesas
.

A ZONA VINÍCOLA do Douro e as caves de Vila Nova de Gaia vão ser palco de uma aventura aos quadradinhos de Dampyr, “Tributo di sangue“, a publicar em Junho, em Itália, no número 147 da revista mensal com o seu nome.

A história, que “faz parte do ciclo dedicado a Thorke, um demónio da Dimensão Negra que leva os seus seguidores ao canibalismo“, referiu, ao JN, o argumentista, Giovanni Eccher, “faz referência a vários aspectos histórico-geográficos do local em que é ambientada: o vinho do Porto e as caves de Vila Nova de Gaia, a especificidade cultural de Miranda do Douro e as perseguições aos judeus perpetradas pela população cristã e pela Inquisição portuguesa no século XVI“.

A escolha desses locais fica a dever-se à impressão que causaram a Eccher “durante uma belíssima viagem a Portugal“. Apesar de só conhecer a zona ribeirinha “como turista que passou ali alguns dias“, considera-a “espectacular do ponto de vista cenográfico“, tendo imaginado “no local uma cena de acção na ponte D. Luís I“, que depois inseriu no argumento, onde há diversas personagens portuguesas e mesmo “um fantasma com um traje típico mirandense“.

O desenho esteve a cargo de Maurizio Dotti, que, confessou, ao JN, nunca ter tido “o prazer de visitar a zona ribeirinha do Douro”, embora a considere “certamente belíssima, a julgar pelas fotos” cedidas pelo argumentista, nas quais se baseou para a desenhar, tendo sido a sua maior dificuldade “tornar os lugares e os itinerários reconhecíveis”.

Dampyr é uma personagem da Sergio Bonelli Editore, criada por Mauro Boselli e Maurizio Colombo, em 2000.

Copyright: © 2012 Jornal de Notícias; F. Cleto e Pina
(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

Um comentário

  1. Sou honesto em dizer que não gosto das aventuras com Thorke.

    Mas com certeza, a presença de Eccher, que vem do cinema, nos proporcionará paisagens belíssima, que serão confirmadas por Maurizio Dotti.

    Já estou curioso e ansioso, para ter a edição!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *