Antevisão do Tex Gigante desenhado por Giovanni Freghieri e escrito por Gianfranco Manfredi: “I due fuggitivi”

É já neste mês de Junho, mais precisamente no dia 22, em pleno Verão europeu, que teremos, na Itália, o habitual Albo Speciale de Tex, popularmente designado por Texone (Tex Gigante). Será o número 38 desta colecção e trará uma aventura escrita por Gianfranco Manfredi e desenhada, durante vários anos por Giovanni Freghieri, história essa cujo título será “I due fuggitivi”: Billy é um bandido de meia-tigela que decidiu abandonar a sua carreira criminal em troca de uma fuga de amor com a sua bela Josephine… No entanto os dois levam consigo o saque do bando de Wade Gorman, que lhes faz uma  caçada implacável… O saque e as recompensas pelos bandidos são tentadores até mesmo para um impiedoso grupo de caçadores de recompensas… Mas na pista também estão um misterioso mago da chuva e os Colts de Tex Willer e Kit Carson!

Speciale Tex #38 – ‘I due fuggitivi’

Falando dos autores deste Tex Gigante, temos então na escrita Gianfranco Manfredi, que terá uma das suas últimas aparições na saga de Tex, porque já há algum tempo que deixou de fazer parte do staff de escritores do Ranger, mas não será ainda a despedida final porque Manfredi ainda verá mais uma história sua ser publicada, já que está a ser desenhado, por Giacomo Danubio, um Color Tex de 160 páginas, com textos seus.

Já quanto a Freghieri, à quarta foi de vez, isto porque no passado Giovanni Freghieri, conceituado desenhador italiano, começou por três vezes a desenhar histórias de Tex e também por três vezes ele acabou por abandonar os projectos. Freghieri à época, aquando da sua terceira tentativa, essa para um Color Tex, confessou ser muito mais lento a desenhar uma história destinada a ser publicada a cores do que a desenhar um álbum normal a preto e branco. E disse que o motivo era a ausência das sombras. Ter que fazer um trabalho “liso” não lhe saía como gostaria, o que o levou a desenhar com muita lentidão para além de não ser do seu agrado. E como tinha prazos a cumprir com relação a Dylan Dog, a série bonelliana em que trabalha regularmente acabou por ter que abandonar uma vez mais o projecto “Tex”, tal como aconteceu anos antes, por exemplo com o Maxi Tex “Lo squadrone infernale“, de Outubro de 2008, que acabou por ser desenhado por Ugolino Cossu. Mas felizmente, para nosso deleite, Freghieri desta vez levou a bom porto as 220 páginas deste Tex Gigante, como se pode ver nas páginas que apresentamos de seguida em ante-estreia:

(Para aproveitar a extensão completa das imagens, clique nas mesmas)

5 Comentários

  1. Na minha humilde opinião, em relação a arte esse TEX GIGANTE é o mais fraco dos últimos já lançados, essa capa achei “bem feinha”, particularmente não gostei da arte, infelizmente esse vou deixar passar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *