A revista nº 4 do Clube Tex Portugal, nas suas duas versões, continua a chegar aos sócios brasileiros

Por José Carlos Francisco

A Revista do Clube Tex Portugal #4 continua a sua epopeia junto dos Sócios do Clube e desta vez os ecos chegam do outro lado do Atlântico, nomeadamente do Brasil, o país onde o Ranger é editado na língua portuguesa através da Mythos Editora, sócios esses que têm-nos enviados fotografias, como foi por exemplo o caso de Júlio Schneider, sócio honorário e mítico tradutor de Tex, comprovando o recebimento da cada vez mais cobiçada e elogiada revista como se constata também por alguns comentários que nos têm sido enviados como por exemplo o do próprio Júlio Schneider: Envio a foto de um Júlio satisfeito e orgulhoso com a revista em mãos. Um trabalho como sempre primoroso, no qual se evidencia a paixão de seus realizadores.

Julio Schneider exibe orgulhosamente as duas revistas nº 4 do Clube Tex Portugal

Igualmente do Brasil, mais elogios e fotos chegam dos ilustre sócios Antonio Carlos Moreira, popularmente conhecido por AMoreira , Jean César e Elizabete Rocha:

AMoreira com Tex ao lado e com a camiseta luso-brasileira do Ranger vestida, exibe, de sorriso estampado no rosto, as duas versões da revista portuguesa

Jean César e a revista nº 4 do Clube Tex Portugal

Os itens do Clube Tex Portugal para a sócia Elizabete Rocha

Para fazer parte do Clube Tex Portugal cujos estatutos podem ser consultados em https://texwillerblog.com/?page_id=47999e usufruir de todos os brindes e regalias, entre os quais se inclui a revista do Clube, é necessário pagar uma jóia de inscrição de € 5,00 e uma quota mensal de € 2,00 (€ 2,50 para sócios não residentes em Portugal).

(Para aproveitar a extensão completa das fotografias acima, clique nas mesmas)

4 Comentários

  1. Conheci Tex em minha infância, no final dos anos 80, através de um amigo do meu pai. Este amigo se chama Cidão, que me emprestava Tex para que eu pudesse ler, eu me lembro que ele tinha uma coleção grande de Tex. Depois os anos se passaram eu mudei de cidade e nunca mais revi este colega. Até que em 2012 eu vi Tex em uma banca, e sempre que ia até a banca lá estava o Tex, até que comprei a edição 512, e assim comecei a colecionar, cheguei a comprar todas as edições que saiam no mês, mas hoje em dia devido a falta de dinheiro para comprar todas, eu compro a edição mensal, e às vezes compro alguma edição especial que me chame muito a atenção (Tex Ouro, Tex a cores entre outras).
    Gosto muito de ler Tex, tenho 121 edições em minha coleção, cada aventura do ranger é melhor que a outra. São aventuras fantásticas, nossos heróis são incríveis.

  2. O clube cresce cada vez mais no mundo, num futuro próximo poderá se tornar o Clube Tex Internacional, parabéns a todos os envolvidos pelo projeto audacioso.

    • Obrigado pelos seus parabéns e auspiciosos votos, pard Banzé!
      Até porque realmente o Clube Tex Portugal é cada vez mais internacional, com sócios em diversos países (Portugal, Brasil, Itália, Espanha, Holanda, Angola, Índia, etc.) e a nossa revista é cada vez mais um sucesso estrondoso, com um contínuo aumento do número de páginas e sempre com grandes autores de Tex colaborando em desenhos e textos exclusivos, para além de cada vez haver mais sócios também colaborando na revista que cada vez também chega a mais pards, desde o mais simples dos leitores, até ao topo editorial no Brasil e na Itália (Dorival Vitor Lopes e Davide Bonelli) passando por inúmeros profissionais da SBE e da Mythos 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *