O BDjornal #26 já está na rua e mais um vez dá um belo destaque a Tex Willer, mas também à criminóloga Júlia Kendall

Para conhecimento dos amantes da 9ª Arte e em especial para os fãs e coleccionadores portugueses de Tex Willer e de Júlia Kendall, informamos que  o BDjornal #26 (que traz um texto de duas páginas dedicado a Tex Willer da autoria de José Carlos Francisco e um outro texto de três páginas – com chamada na capa – escrito pelo crítico e jornalista Pedro Cleto, dedicado à criminóloga Júlia Kendall) já está à venda e portanto já pode ser adquirido no FIBDA 2010, na Amadora, até porque o blogue do Tex, aconselha vivamente a leitura de mais este BDJornal.

O BDjornal tem o formato de 275 x 205 mm e contém 100 páginas em impressão digital, capa em cartolina de 200 gramas plastificada brilhante e com papel do miolo de 115 gramas, com tiragem limitada e distribuição centrada nas lojas especializadas, com um custo de 8,00 €.

EDITORIAL DO BDjornal # 26:

Conheci Diniz Conefrey no início da década de 1990, quando ele publicava bandas desenhadas no fanzine Dossier Top Secret (de que fui co-editor nos últimos cinco números). Daí para cá encontrámo-nos esporadicamente em diversas alturas, mas foi no Festival de Beja deste ano, vendo-o com Maria João Worm na banca do Mercado do Livro, que tive a sensação de quanto ele é um autor mal conhecido (diria mesmo mal-amado) do público português. E no entanto é um dos nossos melhores autores. Após alguma pesquisa na internet, encontrando uma entrevista que deu ao jornalista brasileiro Matheus Moura e lendo o que escreveu no seu site Quarto de Jade, decidi realizar um amplo dossier sobre este autor, ampliando e remontando a entrevista atrás referida e mostrando ao público algumas das suas pranchas.

Quanto a Fernando Relvas (há longos anos auto-exilado na Croácia), havia o desejo de publicar no BDjornal matéria sobre ele. O texto de Diniz Conefrey no Quarto de Jade, foi decisivo para se avançar com um trabalho alargado, mostrando algumas pranchas significativas do autor, a começar pela recordação d’O Espião Acácio, publicado na revista Tintin nos anos 70 do século XX. A intenção agora é realizar também uma grande entrevista com Fernando Relvas, a publicar numa das próximas edições do BDj.

A aproximação ao mundo da Banda Desenhada brasileira – as Histórias em Quadrinhos (HQ), como eles lhe chamam e que pessoalmente prefiro em vez do francesismo que nós usamos – já vem desde 2008, quando publicámos HQs com argumentos de Wilson Vieira e desenhadas por Fred Macedo. Nesta edição o material brasileiro aumenta, tal como vem aumentando o interesse do público brasileiro pelo BDjornal e pelo que se faz por cá.

Chamamos a atenção para A Prancha Desaparecida de Tintin, em Tintin no País dos Sovietes, que nunca foi incluída nos álbuns entretanto editados ao longo dos anos (nem mesmo na edição que a Asa acaba de colocar no mercado) e que Leonardo De Sá foi buscar ao primeiro volume dos Archives Hergé, de 1973. Vale a pena conhecer a história.

SUMÁRIO

4 – O VI FESTIVAL INTERNACIONAL DE BD DE BEJA, A CELEBRAÇÃO DA BANDA DESENHADA, Diogo Campos
6 – VI FESTIVAL INTERNACIONAL DE BD DE BEJA, ALGUNS PROBLEMAS, ALGUMAS REFLEXÕES, J.Machado-Dias
7 – JÚLIA KENDALL – REQUIEM PARA UMA CRIMINÓLOGA?, Pedro Cleto
10 – DINIZ CONEFREY, J. Machado-Dias, Pedro Vieira Moura, João Ramalho Santos
10 – DINIZ CONEFREY – BIOBIBLIOGRAFIA
18 – NO QUARTO DE JADE – ENTREVISTA COM DINIZ CONEFREY, Matheus Moura e J.Machado-Dias
24 – BD – PRANCHAS DIVERSAS DE DINIZ CONEFREY
38 – FERNANDO RELVAS – O ABISMO DO AUTOR, Diniz Conefrey
43 ­– BD – PRANCHAS DIVERSAS DE FERNANDO RELVAS
52 – TINTIN – E NÃO TINTIM, EDITADO PELAS EDIÇÕES ASA, J.Machado-Dias
53 – A PRANCHA DESAPARECIDA DE TINTIN, Leonardo De Sá
54 – MISCELÂNEA EDITORIAL, Sara Figueiredo Costa
55 – APRESENTAÇÃO DE AUTORES
56 – EFEMÉRIDE NAS HQ-BRASIL – CHET, EDIÇÃO COMEMORATIVA
57 – BD – LUAR DO SERTÃO, Wilson Vieira (arg.) e Angelo Roncalle (des.)
65 – BD – APACHE, Tony Fernandes (arg. e des.)
84 – BD – ANA, Carlos Henry (arg. e des.)
88 – FOOTNOTES IN GAZA – JOE SACCO, Pedro Vieira Moura
90 – PROMESSAS DE AMOR A DESCONHECIDOS ENQUANTO ESPERO O FIM DO MUNDO – PEDRO FRANZ, Pedro Vieira Moura
92 – PROJECTO ZONA, Pedro Vieira Moura
94 – TEX AO REDOR DO MUNDO, José Carlos Francisco
96 – HQBRASIL – HUMOR E SUPER-HERÓIS BRASILEIROS: ALGUMAS HQS REPRESENTATIVAS, Edgar Indalécio Smaniotto
98 – HQBRASIL – RESENHA: A SAGA DOS SUPER-HERÓIS BRASILEIROS, Edgar Indalécio Smaniotto
99 – COMICS – A HISTÓRIA REPETE-SE, Pedro Bouça
100 – CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO BENTO – 1910-2010, J.Machado-Dias

ALGUMAS PÁGINAS DA EDIÇÃO:


Por tudo isso, prezado Amigo Texiano não deixe de comprar esta edição do BDjornal, uma vez que se pode considerar um verdadeiro item de coleccionador de Tex! Para o adquirir ou para proceder à assinatura, caso não se desloque ao Festival Internacional da Amadora, durante as próximas três semanas, recomendamos o contacto via e-mail (bdjornal@gmail.com) com o editor Jorge Machado-Dias.

Copyright: © 2010 BDJornal; J. Machado-Dias

5 Comentários

  1. Machado, amigo:
    Desde já quero agradecer pela atenção. O Chet estar no BDJornal é uma honra para mim. Assim também como para o Tony Fernandes por sua Apache. Agora tenho a certeza que Chet será cada vez mais conhecido.
    Abraço:
    Wilde Portella

  2. Pelas páginas de amostra dá para ver e sentir a qualidade e o carinho e o afinco que o Jorge e sua equipe dedicam a cada nova edição do BDJornal, caro Zeca! A matéria de apresentação desta edição está excelente, assim como as amostras. Saber q o bengala-brother, e grande escriba, Wilde Portella, um guerreiro incansável, está aí com seu Chet, o amigo Carlos Henry e a minha Apache é um grande orgulho e privilégio, para todos nós brasileiros, que lutamos para manter viva as HQs tupiniquins. E graças a voces, nossos bengalas-friends de além-mar, estamos podendo divulgar nosso trabalho em seu país.
    A confraria do Bengalas Boys Club está crescendo, está ultrapassando fronteiras e o Atlântico… (Rsss…). Isto é maravilhoso.
    Esperamos, todos, que os leitores portugueses apreciem nossos trabalhos e nos enviem críticas e sugestões.
    Muito sucesso a galera do BDJornal, em especial ao grande batalhador Jorge Machado, e que este vosso Blog maravilhoso, Zeca, continue “bombando” – como costumamos falar por aqui. Ou seja, continue fazendo este sucessão que sempre fez, para que você possa, cada vez mais, divulgar o nosso querido ranger e dando espaço para outros autores e publicações!
    Thanks à todos!
    See you later, cowboys!

  3. A BD#26 está magnífica! Os quadrinhos se apresentam sem barreiras, principalmente quando tomamos o exemplo do TEX. Um empreendimento da Casa Bonelli que ultrapassou os mares e permeou as américas… A BD também fez uma justa homenagem a dois grandes Mestres brasileiros – WILDE PORTELLA e TONY FERNANDES – construtores do quadrinho no Brasil, neste particular, no momento ao western, com os personagens CHET e APACHE, que movimenta o fandom… Sem esquecer nosso amigo Hery, que agora empreende um novo selo que irá surpreender os brasileiros loucos por quadrinhos. Parabéns ao blog por tão precisa matéria e naturalmente ao Jorge, pena que não temos por aqui o BD…

  4. Caríssimos amigos, agradeço os elogios ao BDjornal e quero deixar aqui alguns esclarecimentos:

    O Zeca esclarece sobre as assinaturas, mas talvez por lapso de memória não se lembrou que já não fazemos assinaturas, desde o BDj #24. Sorry!

    Depois falta lembrar o verdadeiro trabalho de sapa nesta nossa abertura ao contacto com o Brasil, que foi iniciado por Wilson Vieira (que trabalhou 10 anos em Itália, inclusive para a casa Bonelli) em 2008 com uma HQ desenhada por Fred Macedo e com argumento (ou roteiro) dele e continua produzindo roteiros e contactando desenhadores para realizar as HQs, que têm passados todas pelas páginas do BDjornal.

    De seguida, informo que o BDjornal já pode ser adquirido no Brasil e pago em reais, através da loja online RedWood Comics. O BDjornal #26 vai seguir já para a RedWood Comics, onde chegará talvez daqui a duas semanas… Eh, Eh, os correios é que nos dão cabo do sistema, né?

    Abração pra todo o mundo!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.