Tex Gold da Salvat termina na edição nº 40

Depois de já termos noticiado em primeiríssima mão, aqui mesmo no blogue português do Tex, anunciando a luxuosa colecção de Tex com o selo da Salvat: Tex Gold e indicando inclusive num RIGOROSO EXCLUSIVO, a lista de TODOS os 60 números de Tex Gold, indicando os números, respectivos título, autores, data de lançamento e publicações originais, hoje damos uma notícia que não queríamos dar… esta fantástica colecção será encerrada no número 40, coincidentemente logo após a publicação da única história inédita que Tex Gold traria: “A presa“, de Mauro Boselli e Fabio Civitelli.

Apesar da suspensão da colecção (informação dada pela própria Salvat, hoje), pelo menos ela cumprirá o propósito de publicar, a cores, todas as histórias previstas que tinham sido publicadas originalmente nos Albo Speciale (Tex Gigante) e no Almanacco del West, não publicando nenhuma das histórias que saíram na série Maxi Tex, tendo em conta que o volume número 41 traria precisamente Oklahoma!, de Giancarlo Berardi & Guglielmo Letteri, aventura publicada em 1991, na série italiana Maxi Tex.

Num passado não muito distante, a editora Salvat anunciou, por meio de redes sociais, o término prematuro das suas três colecções de banda desenhada da Marvel: A colecção oficial de graphic novels Marvel, Os heróis mais poderosos da Marvel e A colecção definitiva do Homem-Aranha.

Como vocês têm acompanhado, passamos por dificuldades no processo de distribuição ao longo de 2018, que culminaram em pausas nas entregas por alguns meses”, declarou a editora. “Esse cenário trouxe um impacto directo em nosso planeamento editorial e logístico, e por isso será necessário realizar algumas mudanças.

Tex Gold, foi a colecção mais resistente tendo em conta que passou a ser única publicada pela Salvat após os cancelamentos acima, mas infelizmente e pelos mesmos motivos, também chegará ao fim antes do inicialmente previsto, já que será descontinuada, sendo o volume #40 a última entrega para as bancas brasileiras, fazendo com que a bela lombada inicialmente idealizada acabe por ficar incompleta para desgosto de muitos fãs e coleccionadores que consideravam esta a melhor publicação de Tex realizada até hoje no Brasil… com o fim de Tex Gold, a Mythos Editora continua a ser a única editora a publicar o Ranger no Brasil, mostrando que Tex felizmente está e continua a estar em boas mãos… longa vida ao Ranger com o selo da editora da fogueirinha, até porque a Mythos Editora é a nível mundial, a editora que mais séries de Tex tem actualmente em circulação!

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

51 Comentários

  1. Eu não estava comprando de forma seguida, mas me entristeço muito com isso. Há 20 edições pra completar e parar assim.

  2. Me desculpem as palavras mas isso é o q acontece quando se tem um bando de filhos da puta a frente de uma editora que se propôs a fazer a melhor coleção de Tex na feita no Brasil. Isso mostra o total descaso com os fãs que mesmo com um preço alto e passando a ser semanal (conforme noticiado) nunca abandonaram pois são fiéis ao personagem e ao que ele representa. Cambada de incompetentes.

  3. É chato, pode trazer transtornos pra quem assinou, mas não é o fim do mundo. Foi um teste interessante para o mercado e trouxe novos leitores. Tenho certeza que a Mythos saberá aproveitar esse vácuo, quem sabe lançando especiais ao nível das edições portuguesas.

  4. Ganância dá nisso. Lançaram várias coleções e não vão finalizar uma sequer…

  5. Estratégia de distribuição confusa e sem nexo. Vai ser difícil alguém começar alguma nova coleção deles…

  6. Que pena… já tinha até feito o nicho certinho para as 60 edições.
    Vou processar a Salvat por propaganda enganosa.

  7. Depois alguma editora retoma…
    Também exageraram no acabamento do produto… e no preço…
    Ai encalha mesmo…

  8. Acertei! E olha que duvidaram de mim! Empresa falida, fazer o que? Agora quero ver devolverem a grana, porque paguei a vista!

  9. Lamentável. Tô muito bravo e não sei o q fazer. Minha coleção tá paga e me ferrei.

  10. Como virou moda alguém poderia entrar na justiça por propaganda enganosa.

  11. Vão parar justamente onde eu mais estava ansiando que eram os Maxis do Segura com o Ortiz. Lamentável.

  12. Sou assinante e não fui informado oficialmente. Paguei a coleção completa já.
    Acho que devemos acionar sim a justiça, pois está havendo quebra de contrato.
    Quero no mínimo todo o dinheiro que paguei.

  13. Comprei só as três primeiras edições, pelo preço caro (governo também tem culpa, muitos impostos) e por ser semanal.

  14. Sempre achei bizarro essas coleções que ficam uma edição por semana. Sai muito caro para o colecionador pegar várias coleções dessas. Podiam repensar a forma dessas coleções acontecerem pra mais gente poder adquirir e evitar isso.

  15. Cara, isso é um absurdo… lesa-consumidor. Quem pagou antecipado tem que processar mesmo.

  16. Só resta e torcer que a Mythos dê continuidade nesta coleção. Dorival faça um esforço aí, só faltam 20.

  17. Cabe ação judicial de danos morais contra a Salvat! Entendo que é responsabilidade da editora, que ao não cumprir com todas as edições está frustrando e enganando o consumidor! Muitos investiram até em estantes sob medida só para exibir a lombada!

  18. Eu acho que a Mythos poderia continuar com a publicação, seria por demanda, de onde a Salvat parou.

  19. A culpa maior foi da abril que parou a distribuição ano passado, sobre ser semanal, nunca foi, segundo a Salvat, semanal seria a partir de junho. Amanhã vou na banca pegar o número 31, aredito que quando chegasse os maxi, o preço ficaria impraticável, devido ao maior número de páginas, por isso resolveram acabar logo. Agora é passar pro o Príncipe Valente, sem assinar é claro, será que chega no final com 82 edições?

  20. A editora oficial do Tex ė a Mythos. Se a Salvat publicou todos os Tex gigantes está ótimo, a verdade é que os Tex com mais de 350 páginas subiria muito o preço… é a crise… iria piorar…

  21. Esta foi a 1ª coleção que faço da mesma, e agora me arrependo de ter começado já que são todas repetidas, daqui pra frente só MYTHOS, que a partir de quando iniciou nunca nos deixou a ver navios…
    OBRIGADO MYTHOS… VIVA TEX.
    A luta continua…!

  22. Na realidade o cancelamento da coleção Homem-Aranha Definitiva foi um alívio para muitos colecionadores, o Tex a mesma situação, e para piorar a Mythos aumentou suas publicações, ficou impraticável para o bolso.
    Quanto ao Tex Gold nunca foi distribuído aqui na região de São José do Rio Preto e Ribeirão Preto.

    Foram vários erros na distribuição…
    São cidades com mais de 500 mil habitantes.

  23. Com a ”PALAVRA” a editora!? … Salvat!
    São homens ou ratos!?

    Tinha ”cantado” a pedra antes, com amigos em redes-sociais!
    Quem assinou, ”sifu”? Não foi o meu caso, mas de Amigos, sinto muito por eles!
    Faltou logística e responsabilidade, pois ”sentimentos” com os clientes/leitores/colecionadores jamais…
    Salvat (Matriz) na ITália(?)… Honre o seu nome.
    Sempre em tempo da VERDADE!

  24. A Mythos fracassou com o Tex Gigante em Cores.
    Pelo menos a Salvat publicou os Tex Gigante, infelizmente esse tipo de publicação somente em edições semestral ou anual… como a EBAL fazia.
    São muitos repetecos, muitas publicações,na época da Vecchi eram no máximo dois Tex por mês…

  25. Acho que deveriam seguir com a coleção vendendo online e entregando pra quem já pagou!

  26. Bem, lamentável realmente, espero que façam como fizeram com a do CONAN, pois eu tinha assinado no cartão, e foi devolvido todo o valor na fatura. O valor total devolvido foi 2.800,00. No mês da devolução minha fatura era de 2.500,00 e não paguei nada e ainda fiquei com um saldo de 300,00 que foi descontado na fatura seguinte.

  27. Eu até abri o site para comprar a coleção, mas resolvi da um tempo, e acertei! Que pena, que finalizaram as publicações!

  28. Param justo nos com mais páginas. Descaso com o consumidor. A Mythos também com TEC. Para baratear o preço caiu o nível da revista.

  29. Infelizmente, sou assinante da coleção e recebi até o momento a edição 30. O que parece ser muito bom se comparado com outros casos que li no Facebook do Tex Gold Salvat. Aliás, foi uma surpresa ver este anúncio aqui primeiro, e não ter nada publicado por lá. De fato, é muita incompetência, sacanagem e amadorismo dos administradores da Salvat, entre outras palavras que já foram comentadas pelos pards aqui. A qualidade da coleção era espetacular, isto já havia sido reportado diversas vezes. Além disso, parecia haver alguma parceria com a Mythos. Só espero que as Grandes Aventuras de Tex preencha esta lacuna e lance títulos como Oklahoma e outros clássicos…

  30. Que lamentável, essa coleção é o máximo! Mas, tudo bem, sei que virá outras coisas boas daqui para frente! Aproveito para fazer à Mythos uma solicitação, traga para o Brasil a coleção A HISTÓRIA DO OESTE, é uma coleção maravilhosa e creio que terá público para comprá-la. Fica aí a minha sugestão!

    Silmar

  31. Há um boato que o resto da coleção será vendida exclusivamente pelo site da editora, não indo mais para as bancas e lojas especializadas.

  32. O pior que acho é o fato de que entre as 40 publicadas, a maior parte dos títulos foi repetição de publicações recentes da própria Mythos, a exemplo das 12 edições do Gigante em Cores. Você compra, mesmo em repetição, pra ter a coleção completa, e quando vão começar a se acelerar os títulos que ainda não tem publicação neste formato, a coleção encerra. Enfim, não deixa de ficar a sensação de que você está sendo tratado com algum descaso…

  33. Qual a coleção italiana que tem a lombada similar a essa?

    O York Correa escreveu acima que estava quase no número 70.

    Valeu!

    • Pard Gilberto, trata-se da colecção “Tex 70 anni di un mito” que acabou de chegar ao número 100 e vai continuar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *