EXCLUSIVO: Lista de TODOS os 60 números da colecção Tex Gold, com o selo da Salvat


Depois de já termos noticiado em primeiríssima mão, aqui mesmo no blogue português do Tex, anunciando a nova e luxuosa colecção de Tex com o selo da Salvat: Tex Gold e indicando inclusive o lançamento do primeiro volume para o dia 15 de Setembro, hoje divulgamos num RIGOROSO EXCLUSIVO, a lista de TODOS os 60 números de Tex Gold, indicando os números, respectivos título, autores, data de lançamento e publicações originais:


Tex #1 – O profeta indígena, de Claudio Nizzi e Corrado Mastantuono, 236 páginas – 15/09/2017 (Tex Speciale 21, de 2007)

Tex #2 – O cavaleiro solitário, de Claudio Nizzi e Joe Kubert, 236 páginas – 29/09/2017 (Tex Speciale 15, de 2001)

Tex #3 – Patagônia, de Mauro Boselli e Pasquale Frisenda, 236 páginas – 13/10/2017 (Tex Speciale 23, de 2009)

Tex #4 – O último rebelde, de Claudio Nizzi e Colin Wilson, 236 páginas – 24/10/2017 (Tex Speciale 14, de 2000)

Tex #5  – Sangue no Colorado, de Claudio Nizzi e Ivo Milazzo, 236 páginas – 10/11/2017 (Tex Speciale 13, de 1999)

Tex #6 – Os predadores do deserto, de Claudio Nizzi e Bruno Bindisi, 236 páginas – 24/11/2017 (Tex Speciale 16, de 2002)

Tex #7 – Mercadores de escravos, de Claudio Nizzi e Manfred Sommer, 236 páginas – 08/12/2017 (Tex Speciale 17, de 2003)

Tex #8 – Sombras na noite, de Claudio Nizzi e Roberto De Angelis, 236 páginas – 22/12/2017 (Tex Speciale 18, de 2004)

Tex #9 – O preço da vingança, de Claudio Nizzi e Carlo Ambrosini, 236 páginas – 05/01/2018 (Tex Speciale 19, de 2005)

Tex #10 – O desfiladeiro da cobiça, de Claudio Nizzi e Giancarlo Alessandrini, 236 páginas – 19/01/2018 (Tex Speciale 20, de 2006)

Tex #11 – Seminoles!, de Gino D’Antonio e Lucio Filippucci, 236 páginas – 02/02/2018 (Tex Speciale 22, de 2008)

Tex #12 – Os rebeldes de Cuba, de Guido Nolitta, Mauro Boselli e Orestes Suaréz, 236 páginas – 16/02/2018 (Tex Speciale 24, de 2010)

Tex #13 – Na trilha do Oregon, de Gianfranco Manfredi e Carlos Goméz, 236 páginas – 02/03/2018 (Tex Speciale 25, de 2011)

Tex #14 – As hienas de Lamont, de Claudio Nizzi e Ernesto Garcia Seijas, 236 páginas – 16/03/2018 (Tex Speciale 26, de 2011)

Tex #15 – A cavalgada do morto, de Mauro Boselli e Fabio Civitelli, 236 páginas – 30/03/2018 (Tex Speciale 27, de 2012)

Tex #16 – Os pioneiros, de Mauro Boselli e Andrea Venturi, 236 páginas – 13/04/2018 (Tex Speciale 28, de 2013)

Tex #17 – A horda do crepúsculo, de Pasquale Ruju e Corrado Roi, 236 páginas – 27/04/2018 (Tex Speciale 29, de 2014)

Tex #18 – Tex, o grande, de Claudio Nizzi e Guido Buzzelli, 236 páginas – 11/05/2018 (Tex Speciale 1, de 1988)

Tex #19 – Terra sem lei, de Claudio Nizzi e Alberto Giolitti, 244 páginas – 25/05/2018 (Tex Speciale 2, de 1989)

Tex #20 – A marca da serpente, de Claudio Nizzi e Aurelio Galleppini, 236 páginas – 08/06/2018 (Tex Speciale 3, de 1990)

Tex #21 – Chumbo ardente, de Claudio Nizzi e Sergio Zaniboni, 236 páginas – 22/06/2018 (Tex Speciale 4, de 1991)

Tex #22 – Arizona em chamas, de Claudio Nizzi e Victor de la Fuente, 236 páginas – 06/07/2018 (Tex Speciale 5, de 1992)

Tex #23 – O grande roubo, de Claudio Nizzi e José Ortiz, 236 páginas – 20/07/2018 (Tex Speciale 6, de 1993)

Tex #24 – O pueblo perdido, de Claudio Nizzi e Giovanni Ticci, 236 páginas – 03/08/2018 (Tex Speciale 7, de 1994)

Tex #25 – O soldado comanche, de Claudio Nizzi e Aldo Capitanio, 236 páginas – 17/08/2018 (Tex Speciale 8, de 1995)

Tex #26 – O vale do terror, de Claudio Nizzi e Magnus, 236 páginas – 31/08/2018 (Tex Speciale 9, de 1996)

Tex #27 – O homem de Atlanta, de Claudio Nizzi e Jordi Bernet, 236 páginas – 14/09/2018 (Tex Speciale 10, de 1996)

Tex #28 – A última fronteira, de Claudio Nizzi e Goran Parlov, 236 páginas – 28/09/2018 (Tex Speciale 11, de 1997)

Tex #29 – Os assassinos, de Mauro Boselli e Alfonso Font, 236 páginas – 12/10/2018 (Tex Speciale 12, de 1998)

Tex #30 – A balada de Zeke Colter/A caravana do medo, de Claudio Nizzi/Renzo Calegari e Claudio Nizzi/Víctor de la Fuente, 204 páginas – 26/10/2018 (Almanacco del West 1994, 1995)

Tex #31 – O matador de índios/Rio Selvagem, de Claudio Nizzi/Andrea Venturi e Mauro Boselli/Aldo Capitanio, 212 páginas – 09/11/2018 (Almanacco del West 1996, 1997)

Tex #32 – A planície da traição/O mistério da cabana assombrada, de Mauro Boselli/Gattia/Dotti e Claudio Nizzi/Miguel Angel Repetto, 220 páginas – 23/11/2018 (Almanacco del West 1998, 1999)

Tex #33 – A lei do deserto/Missão em Sierra Vista, de Mauro Boselli/Alfonso Font e Claudio Nizzi/Andrea Venturi, 236 páginas – 07/12/2018 (Almanacco del West 2000, 2001)

Tex #34 – O último esquadrão/Herói por acaso, de Claudio Nizzi/Miguel Ángel Repetto e Mauro Boselli/Stefano Andreucci, 228 páginas – 21/12/2018 (Almanacco del West 2002, 2003)

Tex #35 – Na terra dos Klamaths/O fugitivo, de Pasquale Ruju/Roberto Diso e Claudio Nizzi/Rossano Rossi, 236 páginas – 04/01/2019 (Almanacco del West 2004, 2005)

Tex #36 – O último refúgio/Polícia apache, de Claudio Nizzi/José Ortiz e Mauro Boselli/Ernesto Garcia Seijas, 236 páginas – 18/01/2019 (Almanacco del West 2006, 2007)

Tex #37 – O Pântano Negro/Batismo de fogo, de Pasquale Ruju/Franco Devescovi, Claudio Nizzi/Manfred Sommer/Leomacs, 236 páginas – 01/02/2019 (Almanacco del West 2008, 2009)

Tex #38 – O substituto/A cidade do mal, de Claudio Nizzi/Fernando Fusco e Mauro Boselli/Giacomo Danubio, 236 páginas – 15/02/2019 (Almanacco del West 2010, 2011)

Tex #39 – O charlatão/Bandidos e heróis, de Tito Faraci/Giacomo Danubio e Mauro Boselli/Carlos Gomez, 236 páginas – 01/03/2019 (Almanacco del West 2012, 2013)

Tex #40 – O sequestro/Assalto ao trem/Morte no deserto/Uma tarde quente/Trilha de sangue/O duelo/ A presa, de Tito Faraci/Orestes Suárez, Giovanni Luigi Bonelli/Aurelio Galleppini, Claudio Nizzi/Giovanni Ticci, Guido Nolitta/Giovanni Ticci, Claudio Nizzi/Giovanni Ticci, Fabio Civitelli, Mauro Boselli/Fabio Civitelli, 228 páginas – 15/03/2019 (Almanacco del West 2014 e Storie brevi)

Tex #41 – Oklahoma!, de Giancarlo Berardi/Guglielmo Letteri, 356 páginas – 29/03/2019 (Maxi Tex 1, de 1991)

Tex #42 – O caçador de fósseis, de Antonio Segura/José Ortiz, 364 páginas – 12/04/2019 (Maxi Tex 2, de 1997)

Tex #43 – O ouro dos confederados, de Antonio Segura/José Ortiz, 276 páginas – 26/04/2019 (Maxi Tex 3, de 1999)

Tex #44 – A ira de Tex/Ódio implacável, de Antonio Segura/Miguel Ángel Repetto, 364 páginas – 10/05/2019 (Maxi Tex 4, de 2000)

Tex #45 – Em território selvagem, de Mauro Boselli/Alfonso Font, 332 páginas – 24/05/2019 (Maxi Tex 5, de 2001)

Tex #46 – Rio Hondo, de Claudio Nizzi/Miguel Ángel Repetto, 364 páginas – 07/06/2019 (Maxi Tex 6, de 2002)

Tex #47 – O filho do vento, de Claudio Nizzi/Roberto Diso, 348 páginas – 21/06/2019 (Maxi Tex 7, de 2003)

Tex #48 – O trem blindado, de Antonio Segura/José Ortiz, 348 páginas – 05/07/2019 (Maxi Tex 8, de 2004)

Tex #49 – A trilha das emboscadas, de Gianfranco Manfredi/Miguel Ángel Repetto, 292 páginas – 19/07/2019 (Maxi Tex 9, de 2005)

Tex #50 – O veneno do Cobra, de Claudio Nizzi/Guglielmo Letteri/Raffaele Della Monica, 340 páginas – 02/08/2019 (Maxi Tex 10, de 2006)

Tex #51 – Forte Saara, de Claudio Nizzi/Roberto Diso, 340 páginas – 16/08/2019 (Maxi Tex 11, de 2007)

Tex #52 – O esquadrão infernal, de Claudio Nizzi/Ugolino Cossu, 340 páginas – 30/08/2019 (Maxi Tex 12, de 2008)

Tex #53 – Nas trilhas do Oeste, de Antonio Segura/José Ortiz, 332 páginas – 13/09/2019 (Maxi Tex 13, de 2009)

Tex #54 – A fera humana, de Tito Faraci/Roberto Diso, 340 páginas – 27/09/2019 (Maxi Tex 14, de 2010)

Tex #55 – O longo braço da lei, de Antonio Segura/José Ortiz, 316 páginas – 11/10/2019 (Maxi Tex 15, de 2011)

Tex #56 – A lei de Starker, de Tito Faraci/Miguel Ángel Repetto, 332 páginas – 25/10/2019 (Maxi Tex 16, de 2012)

Tex #57 – O deus canibal, de Mauro Boselli/Lito Fernandéz, 332 páginas – 08/11/2019 (Maxi Tex 17, de 2013)

Tex #58 – E chegou o dia/Os bandidos da neblina, de Mauro Boselli/Bruno Brindisi e Pasquale Ruju/Ugolino Cossu, 340 páginas – 22/11/2019 (Color Tex 1, de 2011 e Color Tex 2, de 2012)

Tex #59 – O xamã demoníaco/Os suspeitos/Um covil de feras/O último da lista/O vale sagrado, de Mauro Boselli/Giovanni Ticci, Tito Faraci/Giampiero Casertano, Pasquale Ruju/Sandro Scascitelli, Gianfranco Manfredi/Stefano Biglia e Mauro Boselli/Nicola Genzianella, 300 páginas – 06/12/2019 (Color Tex 3, de 2013 e Color Tex 4, de 2013)

Tex #60 – A barca das traições/Estrelas de lata/Encontro em Tularosa/No escuro/ Randy, o sortudo, de Mauro Boselli/Fabio Civitelli, Michele Medda/Michele Benevento, Moreno Burattini/Giuseppe Camuncoli, Mauro Boselli/Luca Rossi e Roberto Recchioni/Andrea Accardi, 300 páginas – 20/12/2019 (Color Tex 5, de 2014 e Color Tex 6, de 2014)

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

25 Comentários

  1. Infelizmente terá “O Deus Canibal“. “Oklahoma” e “O veneno do Cobra” realizam meu sonho de Letteri a Cores, e “O Substituto” pelo grande Fusco… vou pular os que saíram nos 12 TGEC e “O Deus Canibal“, os demais é cofre.

  2. As do Civitelli, Seijas, De La Fuente, Diso, Repetto, Ticci e Cossu vão ser as melhores.

  3. Sei não, mas quase aposto que esta série, assim com todas as atuais da Salvat, terá expansão, pelo menos até o número 100.

  4. Gostei muito da coleção, embora poderiam evitar alguns volumes que já saíram no Tex Gigante em cores pela Mythos e aparecer outros como Mefisto ou Yama ou Zhenda, por exemplo.

    De qualquer sorte, sai todos os volumes do Tex Gigante, alguns do Tex Anual, Almanaque e até minissérie.

    O jeito é torcer para que a Mythos pense ou sonhe em um dia reimprimir alguns volumes do Tex Ouro que estão esgotados e não acho por nada, como por exemplo Tex Ouro 20, 23 e 24.
    Algumas não vou comprar, pois já adquiri os volumes da própria Mythos (Gigante em cores), mas outros vou adquirir sim e divulgarei a coleção para amigos, uma vez que Tex possui muitas histórias boas e marcantes.

  5. Boa seleção achei que seria mais misturado, volumes de HQ’s curtas depois um anual, gigante, almanaque, especial em cores… mas gostei bastante. O maior numero de páginas é de 364, massa.

  6. A extensão se vir a ocorrer e tudo indica que sim, pois essa coleção vai vender feito água no deserto, virá acredito eu que com os quarenta volumes de Le Grandi Storie di Tex pra fechar a coleção com chave de ouro.

  7. Fico na torcida também para que a Salvat use as capas originais dos Maxi e Almanacco e não as do Tex Gold italiano que foram desenhadas pelo Ticci.

    Obrigado pelo exclusivo, Zeca.

  8. Analisando a lista, nesta primeira etapa não teria necessidade de repetir os gigantes em cores da Mythos. Consumidor mais uma vez e quase nunca é voz ativa na Mythos. Tantas histórias e repetem os títulos.

  9. Zeca, sabe dizer se vai ser setorizada a distribuição, ou pra todos ao mesmo tempo.
    As Histórias mais esperadas por mim vão ser as do Giovanni Ticci, espero também que tenham algumas capas com suas Ilustrações, o Mestre é Genial.
    Gostei da Coleção.
    Nei Campos.

    • Pard Nei, creio que a colecção da Salvat irá inicialmente apenas para alguns estados do Brasil. Posteriormente deve ir para o resto do Brasil. Costuma ser assim que a Salvat trabalha com as suas colecções, ou seja deverá ser uma distribuição sectorizada… mas é apenas o meu palpite, não tenho certeza alguma!

  10. EXCLUSIVIDADE É AQUI! No blog do Zeca…

    Salvat salva em assinaturas, entao… SALVOU!
    Que venham + 60 volumes!

    É Gold, é Diamante! É TEX Willer e seus Pards.
    E os milhões de leitores-colecionadores pelo planeta!

  11. Alguém poderia dizer as que realmente vale a pena pegar? Ajudem um novo leitor que não tem grana pra coleção completa rs.

  12. Muito difícil dizer, pard @Irgor. É uma seleção muito boa de Tex Gigantes, Almanaques, Tex em Cores e Anuais. Além disso, se não comprar todas as edições, vai ficar faltando o desenho das bordas. Eu recomendo ir comprando nas bancas e o que não der, vasculhar nos sebos.

  13. Sou de certa forma novo apreciador do personagem, fazendo apenas uns 4 anos que compro algumas edições do Tex tanto em bancas quanto, e principalmente, em sebos (já que meu foco colecionador é mais a DC Comics – há 30 anos que coleciono); mas, nesse tempo que aprendi a gostar do personagem, sempre tive vontade de ler sobre a origem do herói, que me parece não figurar aqui nesta coleção, o que é uma pena. Parece que saiu na “Tex Edição Histórica #47, mas essa é uma edição que não se acha tão fácil, e quando acha, está pesando em ouro. Bem, pelo menos eu procurei nessa lista e não achei, mas se alguém souber se realmente irá sair, por favor, me avisem com qual nome sairá.
    Realmente, apesar desse senão, será uma excelente coleção, não há dúvidas.

  14. Olá…
    Gostaria de saber por que parou de vir os Tex Gold na cidade de Não-Me-Toque, RS…
    Vieram regularmente até o número 18 e na Rio mais já tem uns 2 a 3 meses…
    Me falta o número 14 que também faltou…
    Por que não vem mais?
    Como vou conseguir concluir minha coleção assim?
    O que tá acontecendo com a distribuição dessa coleção?
    Meu Watzapp é (54)9-9923-4645…
    Me respondam por favor pelo Watzapp…
    Obrigado.

  15. Boa tarde. Gostaria de saber porque essa coleção parou de vir aqui para Itajaí – SC. Aqui chegou até o número 19 e faz mais de dois meses que não chega mais nas bancas de jornais da cidade.

    • Pard Eduardo,
      De momento esta colecção da Salvat está suspensa a nível de distribuição já que há problemas com a empresa distribuidora, mas acreditamos que em breve voltará à normalidade.

    • Tex em Lisboa, provavelmente só nas FNAC’s ou Bertrand’s… falo das edições publicadas pela Polvo Editora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *