Tex “Ouro Negro”, da Polvo Editora, com distribuição nos quiosques e papelarias de Portugal

Por José Carlos Francisco

A Polvo Editora, chancela de Rui Brito que tem editado o Tex em Portugal, a partir deste mês de Agosto passa a ter uma distribuição das suas edições nos quiosques e papelarias de Portugal, alargando os espaços onde os seus muito bem confeccionados livros de Tex podem ser encontrados para gáudio dos fãs e coleccionadores portugueses do Ranger.


Neste momento é o livro “Ouro Negro” (a quarta obra da  denominada colecção Tex Romance Gráfico) escrito por Gianfranco Manfredi e desenhado por Leomacs, que inclusive fez uma capa inédita e exclusiva para a Polvo, que se encontra à venda por 16,99 euros, inclusive já fomos informados que esta edição de “Ouro Negro” já foi avistada à venda em praticamente todo o país como são por exemplo os casos de Braga (Shopping Braga Parque), Linda-a-Velha (Centro Comercial Central Park) e Alverca (Jumbo-Park).


Trata-se de uma nova forma de chegar aos leitores já que anteriormente os livros da Polvo Editora em espaços físicos só se encontravam à venda em livrarias abrangidas pela distribuidora, com destaque para as principais livrarias de Portugal como por exemplo a Bertrand ou a FNAC, além obviamente dos locais de venda nos habituais eventos relacionados com a banda desenhada. A distribuidora que presta este novo serviço é a Distrinews II – Distribuição de Publicações, S.A, com sede em Lisboa e que no passado chegou também a distribuir no nosso país as edições de Tex com o selo da Mythos Editora, embora com outras designações: Midesa Portugal, Logista Portugal e  Urbanos Press, S.A.


Por isso caro leitor e/ou coleccionador de Tex se ainda não tem esta fantástica obra-prima num formato maior (18,5 x 24,5 cm e uma encadernação brochada: capa mole com badanas de 12,5 cm), publicada num papel de elevadíssima qualidade e com uma impressão muito boa, dirija-se à sua papelaria ou ao seu quiosque e pergunte se já a tem para venda. Caso não a encontre à venda, assim como alguma das edições anteriores (“Patagónia“, “Tempestade sobre Galveston” e “O segredo do juiz Bean“) pode sempre recorrer ao editor Rui Brito e encomendar directamente através do e-mail ruibritobad@gmail.com


OURO NEGRO: A dupla Tex Willer e Kit Carson, depois de agraciada com a “Rosa Amarela do Texas”, é nomeada pelo Governador desse estado americano para colocar um ponto final nas actividades de Bob Braddock, um homem perturbado que controla a seu bel-prazer a cidade de Hellsfire, e para investigar o irmão Jonas, um homem de negócios do petróleo, proprietário dos ricos campos de Oil Springs. Na sua chegada à cidade, Willer e Carson assistem à ousada detenção de Bob, pelo novel xerife Randy Nelson. Jonas, no entanto, contrata o habilidoso advogado Timothy Wilson para defender o irmão. Entre tiroteios, aldeias arrasadas e testemunhas corruptas, nas quais se encontra a sensual Rachel, Tex irá também desempenhar o papel de acusador no julgamento de Bob, presidido pelo temível juiz “enforcador” Felsen. Restava apenas tratar de Jonas, o que virá a acontecer num memorável e cinematográfico acerto de contas final por entre as torres de extracção petrolíferas.


FICHA TÉCNICA

Ouro Negro
Argumento: Gianfranco Manfredi
Desenhos e capas: Leomacs
Tradução: José Carlos Francisco
228 pág., p/b, brochado com badanas
24,5 x 18,5 cm, €16,99 (IVA inc.)
Polvo
, Abril 2017

(Para aproveitar a extensão completa  das imagens acima, clique nas mesmas)

4 Comentários

  1. Essa nova distribuidora deveria assumir as rédeas das publicações da Mythos em solo lusitano, já que há anos ouço sobre problemas de logísticas das distribuidoras anteriores.

  2. Ao Zeca

    Não vou usar a palavra que adoras usar sempre que falas com um de nós, já o disse e repito, não sou pard de ninguém, e não quero ser… Meus pards infelizmente já descansam ou caçam nas pradarias… não sei se verdejantes ou não, mas tenho por experiência medo de chamar pard/amigo a quem quer que seja, quando chegas no meio século e teus amigos já se foram, o melhor é não chamar mesmo a ninguém de amigo…
    Mas tudo isso são tretas e mais tretas, escrevo hoje aqui, e desculpem não procurar nada sobre o meu tema! Mas sou preguiçoso, e teimoso. Choro e berro muito, umas vezes quase com razão, na maioria sem razão quase nenhuma. A última vez que aqui me dirigi, chorava, uma vez mais pela falta, pela seca, pela ausência de nosso amado Tex, nas bancas!!!
    Se vives em Portugal, e acompanhas tudo de nosso herói, sabes que é o Sr. José Carlos Francisco que… é o culpado de tudo, o homem dá a cara, ele é o blogue, ele é o clube, ele é o representante de tudo que é Tex. Como bom juízes que somos, todos! É ele o culpado, bora matar o homem!
    Mas ele até que nem é assim tão peste, tirando aquela faceta vermelha, arraçada de moura… Ahahahahaha! Esta eu tinha que dizer!
    Em frente, Zeca respondeu a meu choro desenfreado, dizendo que a Mythos quase nada poderia fazer, eu até quedava uma ideia, eles colocam as revistas contigo e tu, conforme os pedidos e todos sabemos daquilo que são portes de correio… Em Portugal! Uma ideia, é sempre uma ideia…
    Mas até que nem era nada disso que queria falar, mas sim da excelente informação, que mais uma vez obtive neste blogue. E sobre isso, só posso dizer como sempre obrigado!
    Ontem minha mulher precisava de resolver uma treta, como tinha visto aqui… Ahahahahaha! O melhor lugar era em Braga, neste caso preciso, BragaParque… Ahahahaha! Ela foi resolver o seu assunto e eu feito nabo fui para à FNAC! Nada! Nem um livrinho do Tex! Perguntei, nada, só por encomenda! Saí muito, mesmo muito desanimado… Naquele momento o Zeca deve ter ficado com suas orelhas da cor de seu clube… Ahahahahaha! Então comecei pensando para mim, o gajo disse, quiosques… Quiosques, olho e vejo o gajo, o quiosque! Olho de fora para as estantes, Marias, TV… a merda do costume… Mas, entrei, olho para de baixo de uma mesa, repleta de jornais… E, vejo, Ouro Negro!!! Peguei, comprei e vim para casa… Ahahahahaha! Feliz, grato uma vez mas… Assim fica difícil dizer mal dos lampiões! Ahahahahaha!
    Hoje fui à praia com minha dama, levei meu livro e sinto-me orgulhoso, e acreditem vou comprar todos os outros!!! Sem querer ofender ninguém, nem menosprezar quem até hoje publicou estas maravilhas, mas este está no “nosso” Português, obrigado a todos, ao editor, mas principalmente ao “ZECA”, ao qual hoje está associado a meu grupo de amigos… Ahahahahaha! Eu fiz um pacto com o Demónio, e amigo meu só morrerá depois de mim, e como eu sou como o Carson… Está a salvo!

    Obrigado e parabéns pela obra, sei que não é tua, mas tem teu dedo… Obrigado!

    Bernardino

    • Caro pard (sou teimoso) Bernardino,
      Estou mesmo de partida para umas férias no Alentejo (já tenho as chaves do carro na mão) mas não resisti a comentar esta euforia verdadeiramente contagiante… tanta que até compreendo que sejas avesso aos vermelhos (…risos…).
      Que bom que encontraste o livro “Ouro Negro” e agora possas degustar uma bela edição portuguesa… não deixes de adquirir os outros três exemplares… se for preciso entra em contacto com o editor Rui Brito… são obras magníficas. Diverte-te! E obrigado pelas tuas palavras…

      No meu regresso, dia 3 de Setembro falamos mais e melhor…

      P.S. – Este ano futebolístico vai ser competitivo… a “luta” vermelha, azul e verde está para durar 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *