A alegria e a honra de receber em casa Dorival Vitor Lopes e Paulo Guanaes, respectivamente editor e tradutor de Tex

A alegria e a honra de receber em casa
.
Dorival Vitor Lopes e Paulo Guanaes,
.
respectivamente editor e tradutor de Tex

Por José Carlos Francisco

José Carlos Francisco, Paulo Guanaes e Dorival Vitor Lopes no QG Tex em Portugal

Dorival Vitor Lopes e Paulo Guanaes e as curiosidades numa edição especial de Tex

O dia 20 de Junho de 2014 foi mais um dia memorável na minha faceta de fã e coleccionador de Tex, porque tive a enorme honra, o grande privilégio e a imensa alegria de juntar em simultâneo na minha modesta casa, dois ícones brasileiros do mundo do Tex, o editor DORIVAL VITOR LOPES que veio passar duas semanas de férias a Portugal, fugindo do bulício da Copa e o histórico tradutor PAULO GUANAES, que acompanhado da sua simpática esposa Luciana, fez uma pausa de 48 horas em solo português propositadamente para conhecer o Santuário Texiano da Malaposta, no intervalo de uma viagem a Itália e Inglaterra.

Paulo Guanaes e José Carlos Francisco com o magnífico póster das primeiras 400 capas de Tex

Paulo Guanaes e a leitura de um mini Tex Gigante

O editor Dorival é já uma presença assídua e familiar, mas Paulo Guanaes foi a primeira vez que tive o privilégio de recebê-lo no QG de Tex em Portugal, como sempre diz o editor Dorival quando se refere à minha habitação, o que proporcionou então o motivo para eu poder ter alcançado mais um momento ímpar no que ao Tex diz respeito, já que Paulo Guanaes e Dorival Vitor Lopes acederam ao convite que lhes enderecei para se alojarem no meu “Museu do Tex”, podendo eu desfrutar das suas maravilhosas companhias juntamente com a minha família.

O editor Dorival que já estava há alguns dias na minha companhia, passou inclusive o aniversário em minha casa, o que propiciou que lhe fizéssemos uma pequena festa de aniversário com um invejável bolo que continha uma apropriada caricatura realizada por Bira Dantas, o Mestre brasileiro da caricatura que deste modo também se associou ao aniversário do apelidado editor de bermudas.

Um brinde português ao editor Dorival no dia do seu aniversário

Paulo Guanaes apreciando o Tex Gigante de Civitelli em formato A3

Paulo Guanaes, que iniciou a sua ligação profissional com Tex desde o mítico  número 1, com o arco e flecha (itens que inclusive o Paulo Guanaes teve nas mãos e assim confirma que não se trata de um mito), publicado em 1971 e que portanto viu o Ranger nascer no Brasil, apesar de “somente” em 1974 (há portanto 4 décadas) ter traduzido a sua primeira história de Tex, veio acompanhado da sua adorada esposa Luciana que se mostrou, também, encantada com o Museu Texiano da Malaposta.

Luciana e Paulo Guanaes com o maravilhoso póster das 400 capas de Tex

José Carlos Francisco, Paulo Guanaes e o Tex Gigante de luxo de Civitelli

O carismático editor Dorival ficou uma vez mais fascinado com o aumento constante da minha já de si majestosa colecção de Tex em relação às visitas anteriores. Por sua vez, Paulo Guanaes e Luciana ficaram encantados com a minha colecção de Tex, colecção essa onde para além das colecções completas do Ranger oriundas do Brasil e da Itália existem muitas outras edições de mais de 20 países do mundo onde Tex foi editado, bonecos, estatuetas, pins e uma panóplia de outros objectos texianos, para além da fantástica galeria texiana onde estão expostos diversos desenhos originais do Ranger, numa espécie de mini-galeria da Sergio Bonelli Editore por também ela ter todas as suas paredes repletas de originais que ao longo dos anos foram presenteados ao finado editor Sergio Bonelli, mas o que verdadeiramente encantou o casal oriundo do Rio de Janeiro, foi o majestoso e imponente póster da autoria de G. G. Carsan, o Tex brasileiro, contendo todas as primeiras 400 capas da saga do Ranger.

Paulo Guanaes e Dorival Vitor Lopes exibindo os seus cartões de Sócios Honorários do Clube Tex Portugal

Paulo Guanaes na biblioTex de José Carlos Francisco

Mas um dos grandes momentos da estadia do editor e do tradutor de Tex em Portugal, foi seguramente aquele em que ambos receberam das mãos do presidente do Clube Tex Portugal, único Clube no nosso país dedicado exclusivamente a um herói da BD, e o primeiro Clube Oficial de Tex Willer no mundo, os respectivos cartões de Sócios Honorários e pins oficiais do Clube pelos altos serviços prestados ao Ranger e aos texianos portugueses, juntando-se assim a quatro outras grandes personalidades do mundo de Tex Willer que prestigiam o Clube Português e que sendo também Sócios Honorários do Clube Tex Portugal já receberam os respectivos símbolos do Clube: Davide Bonelli, Director Geral da Sergio Bonelli Editore, não esquecendo que a própria Editora Sergio Bonelli Editore também é Sócia Honorária, Andrea Venturi, Sócio Honorário e Padrinho da agremiação lusitana dedicada a Águia da Noite, Fabio Civitelli e a tradutora Tizziana Giorgini.

José Carlos Francisco e Paulo Guanaes

José Carlos Francisco e Paulo Guanaes

E assim se prova uma vez mais que só uma personagem como Tex poderia proporcionar momentos maravilhosos e inesquecíveis nos quais algumas pessoas são capazes de vencer milhares de quilómetros somente pelo prazer de estarem juntas e conviverem umas com as outras espontaneamente, vivendo a alegria da confraternização proporcionada por um herói de papel, criado no distante Setembro de 1948, fruto da mente criativa de G.L.Bonelli e da pena de Aurelio Galleppini…

Fátima, Paulo Guanaes, Andreia, Luciana, Ana Beatriz e Dorival

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

5 Comentários

  1. Bela casa, belíssima coleção, mas principalmente bela família e amigos.

  2. Parabéns Zeca, por mais essa conquista maravilhosa! Linda família, belo lugar, carisma e simpatia sem igual…
    Espero um dia estar em vossa casa fazendo parte desse sonho.

  3. A felicidade é também feita de coisas simples.

    E a feliz opção de viver fora de Lisboa, podendo assim ter uma casa grande, onde é possível albergar amigos visitantes, é invejável.

    Claro que o José Carlos Francisco aka “Zé Tex” merece tudo isso: uma bela casa, uma bela família, uma bela colecção de livros e merchandising.

    Parabéns e continuação por muitos anos destes momentos felizes.

    Abraço,
    GL

  4. Espero que o Sr. Dorival tenha apreciado a curta estadia na Madeira.
    Cumprimentos

    MN

  5. Caro Zeca,
    obrigado por nos receber num lar tão acolhedor como o seu! A Fátima, Andreia e Bia e, claro, a você, nosso eterno reconhecimento, meu e de Luciana. Não posso deixar de mencionar também o nosso pard Dorival, que foi quem me convenceu a fazer a visita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *