A Longa Aventura de Blueberry. Lugares e Mitos do Oeste em uma Bande Dessinée Francesa e as Inspirações de Charlier e de Giraud para “Blueberry”

A Longa Aventura de Blueberry. Lugares e Mitos do Oeste em uma Bande Dessinée Francesa

.Por Afrânio Braga*

O título deste material blueberryano é uma homenagem ao seu irmão italiano Tex – “La lunga avventura di Tex. Luoghi e miti del West in un fumetto italiano” (A longa aventura de Tex. Lugares e mitos do Oeste em uma história em quadradinhos italiana), título do livro de Franco Musso, publicado pela Comune di Genova, Assessorato al Decentramento Centro Cívico, para a mostra texiana realizada em Sampierdarena, Itália, no período de 13/12/1986 a 13/01/1987. As personagens, os lugares, as habitações, as companhias, os cargos públicos citados estão presentes nas histórias do Tenente Blueberry. Curiosamente, a principal fonte de informações é um estupendo livro sobre o Ranger mais temido do Oeste e o próprio West selvagem: “Atlante di Tex”, do texiano Aurelio Sangiorgio. Ambas as personagens vivem as suas aventuras em regiões vizinhas ou nas mesmas, como o Arizona e o México.

Sergio Bonelli disse que o Blueberry é o irmão francês de Tex. O editor italiano convidou, por diversas vezes, o fenomenal desenhador blueberryano Jean Giraud, aliás Gir, aliás Mœbius, para realizar um “Texone”, entretanto o notável artista francês sempre recusou por falta de tempo, haja vista estar envolvido em vários projectos de arte sequencial, como “O Incal”, “Major Fatal” e o amado Tenente cabeludo e corajoso; agora, os dois geniais amantes da 9ª Arte cavalgam, lado a lado, nas pradarias celestiais.

Mike Steve Donovan esteve em companhia de várias figuras históricas do Oeste, algumas amigas, outras não; ou pelo menos participaram das belas narrativas de seus argumentistas: Jean Michel Charlier, Jean Giraud e François Corteggiani. Famosos chefes indígenas como Cochise, Geronimo e Victorio; também notórios líderes militares entre eles Robert Edward Lee, Ulysses Simpson Grant, Philip Henry Sheridan, William Tecumseh Sherman, William Clarke Quantrill e o “General Cabeça Amarela” tipificando George Armstrong Custer; os irmãos Wyatt, Virgil e Morgan Earp, Doc Holliday, e até Wild Bill Hickok, entre tantas personagens lendárias.

Um pueblo e uma kiwa estão no ciclo considerado por muitos como o melhor de todos: O Ciclo do Ouro de Prosit Luckner (“A Mina do Alemão Perdido” e “O Espectro das Balas de Ouro”) de Charlier e Giraud, baseado em uma história western verídica. Paisagens, animais, cidades, aldeias, móveis, objectos, trens, pessoas, vida, muita vida ilustrada de maneira sublime por talentosos e formidáveis artistas: Jean Giraud, Colin Wilson, Michel Blanc-Dumont, William Vance e Michel Rouge. Diferentemente de “Tex”, “Blueberry” não é uma série mensal, digamos que seja anual, entretanto, algumas vezes espera-se por anos por um álbum, uma obra-prima de ilustrações, cores e narrativa deslumbrantes.

Mike Blueberry percorreu muito mais lugares e conheceu bastante gente em seus 90 anos de vida, do século anterior ao passado. Ele foi Tenente, Xerife, Marshal e actualmente é um jogador de póquer com bonitas recordações de sua intensa vida. Acompanhamos a sua longa cavalgada e as suas aventuras que misturam realidade com ficção, história com fantasia, verdade com sonho…

Para ler na íntegra o texto de Afrânio Braga intitulado “A Longa Aventura de Blueberry. Lugares e Mitos do Oeste em uma Bande Dessinée Francesa”, clique AQUI!

Inspirações de Charlier e de Giraud para “Blueberry”

.Por Afrânio Braga*

Jean-Michel Charlier escreveu algumas histórias de “Blueberry” inspiradas em filmes western. Para conhecer muitas das inúmeras Inspirações de Charlier e de Giraud para “Blueberry” num apuradíssimo trabalho de pesquisa sem precedentes, clique AQUI!

[*] (Textos publicados originalmente no Blogue “Blueberry, uma lenda do Oestehttp://blueberrybr.blogspot.com.br/, respectivamente em 7 e 17 de Junho de 2013)

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

Um comentário

  1. Un grand merci à José Carlos Francisco par partager les publications “texianes” de le blog Blueberry, une légende de l’Ouest! 😀
    Um grande agradecimento a José Carlos Francisco por compartilhar as publicações “texianas” do blogue Blueberry, uma lenda do Oeste! 😀
    Muito obrigado, pard Zeca! No blogue blueberryano está a inspiração de Jean Giraud para o desenho do Ranger bonelliano presenteado a Fabio Civitelli, e outras informações interessantes sobre Banda Desenhada, autores, filmes, atores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *