A honra de receber em casa Fabio Civitelli

Por José Carlos Francisco

 

Um brinde a Tex e à presença de Fabio Civitelli na casa de José Carlos Francisco

Dia 9 de Setembro de 2011 foi um dia memorável na minha faceta de fã e coleccionador de Tex, porque tive o grande privilégio e a grande alegria de receber na minha modesta casa um dos mais consagrados autores de Tex: Fabio Civitelli!

Fabio Civitelli entrando na BiblioTEX de José Carlos Francisco

Fernanda Martins e Fabio Civitelli na BiblioTEX de José Carlos Francisco

Tal aconteceu devido à presença de Fabio Civitelli no 17º Salão Internacional de Banda Desenhada de Viseu, cidade não muito distante de minha casa e que proporcionou então o motivo para eu poder ter alcançado um momento ímpar no que ao Tex diz respeito, já que Fabio Civitelli acedeu ao convite que lhe enderecei para conhecer ao vivo o meu “Museu do Tex” e a minha colecção do Ranger podendo eu desfrutar da sua maravilhosa companhia juntamente com a minha família e com alguns Amigos especiais que também tive a alegria de ter como hóspedes: Fernanda Martins que veio expressamente da Holanda para comparecer ao evento de Viseu e Carlos Moreira acompanhado da sua esposa Teresa, juntando-se mais tarde a nós o pard Álvaro Machado.

Fernanda Martins, Álvaro Machado, Fabio Civitelli, José Carlos Francisco e Carlos Moreira tendo por trás a BiblioTEX de José Carlos

Fabio Civitelli que pernoitou inclusive durante duas noites no QG de Tex em Portugal, como sempre diz o editor Dorival Vítor Lopes (que curiosamente e coincidentemente está neste momento a passar uns dias de férias em minha casa), localizado na pequena aldeia da Malaposta, centro de Portugal, cujo nome provém de “Antiga diligência do correio; Carruagem para transporte de pessoas e correio”,  um  meio  de transporte que Tex e seus  pards usaram  e continuam usando em algumas aventuras, ficou fascinado com a minha majestosa colecção de Tex, onde para além das colecções completas do Ranger oriundas do Brasil e da Itália existem muitas outras edições de mais de 20 países do mundo onde Tex foi editado, bonecos, estatuetas, pins e uma panóplia de outros objectos texianos, mas sobretudo com a fantástica galeria texiana onde estão expostos diversos desenhos originais do Tex, inclusive alguns do próprio Civitelli, numa espécie de mini-galeria da Sergio Bonelli Editore por também ela ter todas as suas paredes repletas de originais que ao longo dos anos foram presenteados a Sergio Bonelli.

José Carlos Francisco e Fabio Civitelli na descoberta do desenho de Tex em Moura exposto na galeria texiana de José Carlos

E por falar em originais, tive também o privilégio de ver Fabio Civitelli fazer em minha casa alguns fantásticos desenhos de Tex feitos para presentear alguns texianos portugueses, mas o maior prazer mesmo foi poder desfrutar da sua companhia e poder conversar sobre a nossa comum (de todos que estávamos em minha casa) paixão por Tex, isto porque sendo um autor consagrado, Civitelli nunca deixou de ser também um grande fã de Tex, até porque Tex sempre foi leitura de Civitelli desde tenra idade.

Fabio Civitelli a desenhar um belo Águia da Noite

Fernanda Martins e Carlos Moreira vendo com Fabio Civitelli o catálogo de fotografias de uma mostra dedicada a Civitelli

Fascinante foi também poder apreciar algumas ilustrações inéditas de Tex realizadas por Fabio Civitelli que o autor aretino trouxe nesta sua quarta presença em Portugal, ou num outro nível, apreciar o mais recente catálogo com fotografias de sua autoria, já que a fotografia é uma outra paixão de Civitelli que regularmente é convidado a expor as suas fotografias tanto em mostras colectivas como até individuais…

Fabio Civitelli mostrando ilustrações de Tex de sua autoria

E assim se prova uma vez mais que só uma personagem como Tex poderia proporcionar momentos maravilhosos e inesquecíveis nos quais algumas pessoas são capazes de vencer milhares de quilómetros somente pelo prazer de estarem juntas e conviverem umas com as outras espontaneamente, vivendo a alegria da confraternização proporcionada por um herói de papel, criado no distante Setembro de 1948, fruto da mente criativa de G.L.Bonelli e da pena de Aurelio Galleppini…

José Carlos Francisco e o orgulho de receber Fabio Civitelli em casa

.(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

13 Comentários

  1. Belas fotos e muito legal a presença do mestre Civitelli em sua casa, Pard Zeca!
    Você realmente merece estes momentos felizes e estes privilégios, pois é um verdadeiro apaixonado pelas histórias de Tex e um dos maiores divulgadores do nosso herói pelo mundo afora!

    Parabéns, pard!!!!

  2. Em uma palavra: Fascinante!
    Mande um abraço meu a Civitelli, na próxima oportunidade!
    Diga que foi o rapaz que lhe brindou com um humilde desenho em Curitiba.
    Abraço a todos!

  3. Que sensação -, poder hospedar, e receber outra pessoa sempre é uma honraria – não foi tê-lo junt@ com outr@s pards no QG TEXiano em Portugal!!

    Parabéns pard Zeca, por compartilhar conosco momentos felizes e que transbordam esse sentimento de ir além da leitura, de viver – e estar junt@s nos mesmo sentimento – é que nos torna human@s, gente!!

  4. São pouquissimas as pessoas que nascem iluminadas e com oportunidades de Ouro, você foi uma delas amigo Zeca, por ter tido a honra de fazer parte deste maravilhoso mundo do nosso TEX e sempre estar rodeado de pessoas sobre-humanas, parabéns, fico aqui com uma pequena e boa inveja.

  5. Poxa, que honra hein?
    Belíssima esta foto dele mostrando uma das suas ilustrações.
    Parabéns por esta matéria, sua casa é linda heheeee

  6. Obrigado pela partilha, com fotos impecáveis de amigos. Mais uma matéria para o livro que esperamos que um dia escrevas, Zé Carlos, com todas as coisas maravilhosas que já aconteceram no QG de Tex em Portugal.

  7. Parabéns, Zeca! Uma honra que você merece. Obrigado por abrir um pouco de sua intimidade para nós. Belíssima sua coleção de revistas e desenhos. Sucesso!!!

  8. Você, de fato, é um privilegiado ao poder receber tanta gente bacana em sua vivenda, inclusive o simpatíssimo e talentoso mestre Civitelli, Zeca!
    E o mister Dorival também já está por aí.
    Tudo isso, graças a sua paixão por Tex.
    Você merece, cowboy!
    E grato, por compartilhar com a gente esses belos momentos que foram registrados em fotos.
    Maravilha!

  9. Devem ter sido momentos de muita emoção.
    E o Brasil indiretamente estava lá representado, em uma das camisas vestida pelo amigo Zeca e Primo Carlos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *