Lançamentos Mythos Editora: Novidades de Zagor e Tex a CORES

maio 27, 2017

Lançamentos Mythos Editora:

Novidades de Zagor e Tex a CORES

* Nos próximos dois meses, a Mythos Editora, a casa brasileira das personagens Bonelli, brinda-nos com duas fantásticas edições a cores, respectivamente de Zagor e Tex!

.

.
Pela primeira vez a CORES
vamos ter A ORIGEM DE ZAGOR, aventura que marcou a estreia de Zagor no Brasil, em 1978, através da Editora Vecchi e que foi republicada, igualmente a preto & branco, 11 anos depois pela Editora Record. Em Itália, a juventude de Zagor foi contada nos números 55 (“A origem de Zagor”) e 56 (“O rei de Darkwood”) da série regular e na sétima edição especial (“A Lenda de Wandering Fitzy”).

Esta edição de Zagor com o selo da Mythos Editora tem o formato tradicional da editora paulista, ou seja, o formatinho e tem a estreia anunciada para 28 de Junho: a Edição Especial em Cores de Zagor #1 traz uma história completa (168 páginas) e a cores do Espírito da Machadinha e cuja capa, de Gallieno Ferri, damos a conhecer de seguida a todos os nossos leitores:


Zagor conta a Chico a triste história do seu passado, desde quando ele era menino e morava com o pai e a mãe numa cabana às margens do rio Clear Water e, num dia terrível, os Wilding foram atacados e mortos pelos índios abenakis, liderados por um branco, Salomon Kinsky. Jurando vingança, o futuro rei de Darkwood não conseguia aplacar a sua sede de vingança, até que um dia se viu frente a frente com Kinsky, e esse encontro mudaria para sempre a sua vida.


Já no que a Tex diz respeito, a Mythos Editora tem marcado para dia 28 de Julho a publicação de Tex em Cores #33, e onde podemos ler a edição com o título “Assalto ao Castelo” e que traz a conclusão da aventura d’O Grande Rei, como a própria capa, de Claudio Villa, indicia. No Canadá a nuvem de uma rebelião indígena começa a cobrir o céu, e somente a bravura de Tex e dos seus amigos pode deter uma tragédia que já se espalha pelos Estados Unidos. Contando com inúmeros recursos financeiros e espalhando o medo, o líder deste levante, que se auto-denomina o Grande Rei, traz na sua mente a criação de um novo reino no qual ele será o líder supremo. Entre ele e sua sombria realização existe somente um obstáculo: Tex.


(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

3

Collezione storica a colori nº 245 – L’ultima sfida

maio 26, 2017

Tex nº 245 L’ULTIMA SFIDA

0

Andrea Venturi e Leomacs em Anadia: a arte de fazer felicidade e alegria

maio 25, 2017

Andrea Venturi e Leomacs em Anadia:

a arte de fazer felicidade e alegria

Por José Carlos Francisco (texto ), Cristina Amaral, Keiko Ichiguchi, Orlando Santos Silva e Marco Guerra (fotografias)

A felicidade indisfarçável das mais altas autoridades presentes na 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

A alegria da família texiana, em Anadia

A alegria bem visível da família texiana

Belos e felizes rostos femininos

A felicidade bem expressa dos autores e seus admiradores

Rostos felizes com Andrea Venturi e Leomacs

A alegria de José Carlos Francisco por estar com os Mestres Leomacs e Venturi

A felicidade expressa num brinde a Tex

Andrea Venturi e Leomacs, os ilustres desenhadores italianos de Tex que estiveram presentes na 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, em Anadia, realizaram belos desenhos feitos na hora, distribuíram autógrafos e sorrisos para além de posar para fotos ao lado dos seus inúmeros fãs presentes na bela e pacata cidade bairradina e que foram até lá para vê-los de perto, fazendo com que todos os Texianos presentes em Anadia  desfrutassem das suas simpatias,  disponibilidades e artes, cultivando em elevado grau a arte de fazer feliz todos que os rodeavam e utilizando a sua deslumbrante arte para fazer felizes as pessoas ao seu lado, conforme se demonstra nesta sucessão de belas fotografias onde os possuidores dos tesouros Texianos autografados por Venturi e Leomacs irradiam felicidade por todos os poros:

Ana Beatriz e a alegria de ter um desenho feito por Andrea Venturi

A felicidade pura dos quatro pards em Anadia - Leomacs, Júlio Schneider, Andrea Venturi e Dorival

A felicidade pura dos quatro pards em Anadia - Leomacs, Júlio Schneider, Andrea Venturi e Dorival

(Para aproveitar a extensão completa das fotos acima, clique nas mesmas)

0

Póster Tex Nuova Ristampa 279

maio 24, 2017

Póster Tex Nuova Ristampa 279

Nesta dramática ilustração realizada por Claudio Villa, vemos na aldeia dos índios Assiniboins, no Canadá, Águia da Noite amparando Jack Tigre no meio de uma tempestade, depois deste ter sido baleado após um ataque dos Wolfers, os caçadores de lobos, acto que leva Tex a jurar vingança!

Desenho INÉDITO no Brasil e inspirado na história “La strage di Red Hill” de Guido Nolitta e Alberto Giolitti & Giovanni Ticci (Tex italiano #431 a #435).
(Para aproveitar a extensão completa do póster, clique no mesmo)

0

Tex e Lucero na belíssima arte de Yannis Ginosatis

maio 23, 2017

Tex e Lucero na belíssima arte de

Yannis Ginosatis

Tex e Lucero na belíssima arte de Yannis Ginosatis

(Para aproveitar a extensão completa do desenho, clique no mesmo)

3

Vídeos: Discursos e agradecimentos na inauguração da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, em Anadia

maio 22, 2017

Vídeos: Discursos e Agradecimentos na

Inauguração da 4ª Mostra do Clube Tex

Portugal, em Anadia

Por José Carlos Francisco (texto) e Orlando Santos Silva (foto e vídeos)

Foi em ambiente festivo que pelas 15.00 horas do dia 29 do passado mês de Abril decorreu, no Auditório do Museu do Vinho Bairrada, situado na cidade de Anadia, a Cerimónia de Inauguração da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, presidida por José Carlos Francisco, na presença do Exmº Sr. Vice-Presidente da Câmara Municipal de Anadia, o Eng. Jorge Sampaio e do Exmº Sr. Director do Museu do Vinho Bairrada, o Dr. Pedro Dias, bem como dos vários convidados presentes e texianos em geral.

Cerimónia de Inauguração da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

A cerimónia teve início com um discurso inaugural da autoria do Presidente do Clube Tex Portugal, José Carlos Francisco, onde se deu as boas-vindas e se agradeceu aos presentes nesta Cerimónia de Inauguração, para além de se falar deste e de anteriores eventos realizados em Portugal, abordando um pouco da cavalgada de Tex pela Bairrada, assim como do relevo deste quarto grande evento realizado pelo Clube que contou novamente com a presença de dois autores de Tex, tornando-se em mais um marco importantíssimo da sua ainda curta mas já brilhante história.


Seguiram-se as intervenções do Exmº Sr. Vice-Presidente da Câmara Municipal de Anadia, o Eng. Jorge Sampaio e do Exmº Sr. Director do Museu do Vinho Bairrada, o Dr. Pedro Dias, agradecendo ambos ao Clube Tex Portugal e aos consagrados desenhadores italianos Andrea Venturi e Leomacs, para além de augurar mais um evento de grande sucesso e desejando que esta 4ª Mostra do Clube Tex Portugal fosse um novo sucesso, disponibilizando todas as infraestruturas do Município, que hoje em dia são bastantes, afirmando que estavam e estarão sempre de portas abertas para todo e qualquer evento a realizar no futuro pelo Clube, seja maior, menor ou igual a este, para que se possa desfrutar a arte, neste caso a 9ª, na capital da Bairrada, destacando igualmente o facto do Município de Anadia ter assumido o estatuto de Capital Portuguesa deste ícone da BD mundial, mas o grande desafio deixado pelo Eng. Jorge Sampaio foi o de passarmos a ter mais de um evento anual dedicado ao Tex no concelho de Anadia.


José Carlos Francisco retomou a palavra para chamar Tex Willer (Mário João Marques) e Kit Carson (Ricardo Leite) de modo ao director do Clube Tex Portugal fazer as breves apresentações de Andrea Venturi e Leomacs, dando a conhecer os seus percursos profissionais até chegarem ao staff do Ranger tornando-se hoje dois dos mais apreciados desenhadores de Tex e que foram alvo de duas estrondosas salvas de palmas por parte do numeroso público presente no magnífico auditório do Museu do Vinho Bairrada! A propósito, e recuando um pouco atrás, recordamos o momento da entrada em cena de Tex e Kit Carson no auditório do Museu do Vinho Bairrada!


De seguida tomaram uso da palavra Andrea Venturi e Leomacs sobretudo para agradecerem (em italiano) o facto de terem sido convidados para tão especial acontecimento mostrando-se agradados por saber que também em Portugal a banda desenhada italiana, Tex em particular, ser muito apreciada, mostrando-se também muito agradados pela forma como foram acolhidos em Portugal, mas também muito encantados com o local muito sugestivo desta 4ª Mostra do Clube Tex Portugal e de como a mesma foi organizada, afirmando ainda terem a certeza que passariam 2 dias muito agradáveis com a simpática família texiana de Portugal, tudo isto traduzido por Júlio Schneider, o intérprete oficial do evento bairradino, que também não se coibiu de fazer comentários mostrando o quanto se sentia honrado por estar em Anadia junto de dois autores espectaculares.

Dois outros momentos importantes desta cerimónia de inauguração da 4ª Mostra do Clube Português, foi a nomeação da Câmara Municipal de Anadia e do desenhador Leomacs como sócios honorários do Clube Tex Portugal e respectiva entrega, por parte do director Carlos Moreira e do próprio Tex Willer, dos respectivos cartões de sócios honorários:


Para finalizar a memorável Cerimónia de Inauguração desta 4ª Mostra do Clube Tex Portugal e antes do Espumante de Honra (não nos esqueçamos que o evento foi na capital da Bairrada) oferecido pela Direcção do Clube Tex Portugal, foi exibido ainda um curto vídeo, realizado por Andreia Sofia Francisco, sobre as anteriores presenças dos autores de Tex no nosso país mostrando o porquê de Anadia ter assumido o estatuto de Capital Portuguesa do Tex!

0

A experiência PORTUGUESA de Keiko Ichiguchi (esposa de Andrea Venturi) – Parte 2

maio 21, 2017

A experiência PORTUGUESA

de Keiko Ichiguchi

(esposa de Andrea Venturi)
-
Parte 2

Keiko Ichiguchi, desenhadora e esposa do grande, e também desenhador, Andrea Venturi, fez questão de homenagear a recepção que antecedeu a 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, publicando as suas impressões pessoais sobre esta sua experiência portuguesa no seu blog pessoal “KeikoSan”!
Para ler a PARTE 1 da sua experiência portuguesa, clique AQUI!

Por Keiko Ichiguchi [1]

Fátima…
O Japão não é um país católico. Existem poucos cristãos. Mas penso que muitos conhecem o nome de Fátima por causa do seu “Terceiro Segredo”. Nos anos 80 do século passado, era muito falada nos programas televisivos ou nas revistas que abordavam os fenómenos paranormais. Eu sou muito curiosa em relação aos fenómenos em torno do cristianismo. Eu não sou cristã. Para mim o cristianismo é absolutamente exótico o que me faz ter muita vontade em o compreender.

Em frente ao pequeno santuário coberto por uma estrutura grande e moderna, onde apareceu Maria, continua a chegar gente para rezar…

Eu não sabia que os túmulos dos três pastorinhos estavam no interior desta igreja grande e moderna:

Mas o que mais me impressionou foi a enorme praça!

Isso significa que há ocasiões para reunir tantas pessoas de modo a preencher aquele espaço?

É verdade! Como devem saber, no passado dia 13 de Maio o Papa esteve em Fátima. Tanta gente!!! Quando eu estive lá, havia pouca gente. Por isso custa-me imaginar aquela praça completamente cheia como se pode ver nas imagens do dia da visita do Papa.
Clique aqui para assistir a um vídeo da presença papal (no passado dia 13 de Maio) em Fátima >>>

Uma faixa branca na qual os fiéis andam de joelhos rezando as suas orações…

É difícil para mim compreender a sua fé, mas não me custa respeitá-la.

Andrea Venturi, Mário João Marques e Leomacs no Santuário de Fátima

A minha viagem portuguesa continua no próximo episódio >

[1] (Texto publicado originalmente no blogue “KeikoSan, em 19 de Maio de 2017)

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

0