Vídeos: Andrea Venturi e Leomacs a desenharem no Livro de Honra do Museu do Vinho Bairrada durante a 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, em Anadia

junho 28, 2017

Vídeos: Andrea Venturi e Leomacs

a desenharem no Livro de Honra do

Museu do Vinho Bairrada

durante a 4ª Mostra do

Clube Tex Portugal, em Anadia

Por José Carlos Francisco (texto), Marco Guerra (fotos e vídeos) e Orlando Santos Silva (fotos)

Andrea Venturi exibe orgulhosamente o seu registo no Livro de Honra do Museu do Vinho Bairrada

No decorrer da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, ocorrida na cidade bairradina de Anadia no passado mês de Abril, os consagrados desenhadores italianos Andrea Venturi e Leomacs fizeram dezenas de desenhos de Tex Willer e demais pards para os seus fãs e admiradores, que constantemente os assediavam e onde eles sempre com um sorriso nos olhos e apesar da longa fila, iam respondendo com belíssimos desenhos feitos no momento que deliciaram todos os presentes, que ficaram com um desenho exclusivo na sua colecção.

Leomacs, acompanhado por José Carlos Francisco, exibe orgulhosamente o seu registo no Livro de Honra do Museu do Vinho Bairrada

Mas como forma de agradecimento pela sumptuosidade do local e das magníficas instalações onde decorreu o evento e também pela forma como foram acolhidos pelos responsáveis máximos da cidade de Anadia e do Museu do Vinho Bairrada, ambos os desenhadores fizeram questão de fazer um agradecimento especial no Livro de Honra do Museu do Vinho Bairrada de forma a eternizar esse fim de semana e preservar as memórias da presença de ambos.

O Tex de Andrea Venturi no Livro de Honra do Museu do Vinho Bairrada

Agradecimento esse manifestado na forma de Arte, já que tanto Andrea Venturi como Leomacs fizeram questão de acrescentar um magnífico desenho de Tex (feito por cada um deles) às palavras de agradecimento como se pode confirmar pelas fotografias que ilustram este texto.

O Tex de Leomacs no Livro de Honra do Museu do Vinho Bairrada

De seguida apresentamos também dois vídeos onde se pode constatar a forma como ambos os Tex, de Andrea Venturi e Leomacs nasceram e foram concluídos no Livro de Honra do Museu do Vinho Bairrada de forma a eternizar a passagem destes dois magníficos Mestres italianos por Anadia:


0

Póster Tex Nuova Ristampa 280

junho 27, 2017

Póster Tex Nuova Ristampa 280

Nesta ilustração realizada por Claudio Villa vemos, num posto avançado da Polícia Montada do Canadá, Tex Willer ouvir explicações de Jim Brandon, coronel da Polícia Montada do Canadá  e seu grande amigo, a propósito de lutas tribais que estão prestes a tornar-se numa grande guerra e do envolvimento dos wolfers, os caçadores de lobos de Forte Whoop-Up, que dominam o comércio de whisky falsificado.

Desenho INÉDITO no Brasil e inspirado na história “La strage di Red Hill” de Guido Nolitta e Alberto Giolitti & Giovanni Ticci (Tex italiano #431 a #435).
(Para aproveitar a extensão completa do póster, clique no mesmo)

1

As Leituras do Pedro – Curiosidades: Tex prevenido… (Almanaque Tex #46)

junho 26, 2017

As Leituras do Pedro* Curiosidades:

Tex prevenido… (Almanaque Tex #46)

.

Almanaque Tex #46 – O sequestro
Tito Faraci (argumento)
Orestes Suarez (desenho)
Mythos Editora
Brasil, Março de 2014
135 x 180 mm, 114 p., pb, capa mole
R$ 8,60 / 4,00 €

A resposta a uma das grandes dúvidas existenciais de todos os leitores de BD, surge pela boca de Tex.

A todos aqueles que se perguntavam como é que os heróis andavam sempre com a roupa impecável, mesmo depois de serem atingidos a tiro e disputarem renhidas lutas, o ranger esclarece:

E como no início da mesma história, também perdeu o chapéu, arrastado pelas tumultuosas águas onde se lançou para salvar um homem de morrer afogado…


… e surge com ele, “meia hora depois”…


… é legítimo acreditar que também traz “sempre um a mais”…

Estendendo o raciocínio a calças, botas, roupa interior e até pistolas e espingarda, fica a dúvida onde está a mala – que nunca vimos – onde Tex transporta a roupa e o equipamento suplentes, sem meatrever sequer a questionar se nalgumas histórias “uma a mais” é suficiente…

*Pedro Cleto, Porto, Portugal, 1964; engenheiro químico de formação, leitor, crítico, divulgador (também no Jornal de Notícias), coleccionador (de figuras) de BD por vocação e também autor do blogue As Leituras do Pedro (http://asleiturasdopedro.blogspot.com/).

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

4

Tex ao sol da Toscana

junho 25, 2017

Tex ao sol da Toscana

Por Fernanda Martins (EXCLUSIVO para o blogue do Tex)

Alessandro Dondolini, Fernanda Martins e Fabio Civitelli em Arezzo

A minha passagem por Arezzo no dia 11 de Junho era somente para rever grandes amigos mas, como naquele final de semana estava acontecendo a mostra “Wild Wild West – Il Mito dell’Ovest americano nelle opere dei grandi disegnatori italiani” (Wil Wild West – O Mito do Oeste Americano nas obras de grandes desenhadores italianos), com obras expostas de Fabio Civitelli, Rossano Rossi, Marco Verni, Gianni Sedioli e Fabio Valdambrini, foi uma oportunidade magnífica para juntar o já agradável ao maravilhoso.

Wil Wild West – O Mito do Oeste Americano nas obras de grandes desenhadores italianos

Partimos, eu e Alessandro, de Santa Fiora, no Monte Amiata, sul da Toscana, às 09:00 horas da manhã de domingo. O nosso Panda, que de “Young” só tinha o nome, nos levou bravamente através das colinas ondulantes do Val d’Orcia, cartão postal da Toscana, e de origem vulcânica, revelando, em cada canto seus recantos com termas naturais.

Alessandro Dondolini, Paola Crespi, Rossano Rossi, Fernanda Martins, Aldo Valdambrini, Fabio Civitelli, Andrea Barbieri e Fabio Nardelli

Edições de Tex à venda na Libreria La Fenice

Chegamos a Arezzo às 11:30 com um sol escaldante de 30 graus. Logo após também chegaram Paola e Fabio Crespi, amigos italianos que tive o prazer de conhecer em Portugal, vindos de Roccastrada, outra cidade toscana. Com eles, vinha Andrea Barbieri, também admirador de Tex.

Arte texiana exposta em Arezzo

Após uma visita à Igreja de San Francesco, onde algumas pinturas de Pierodella Francesca estavam em exibição, almoçamos todos juntos e num agradável restaurante aretino, onde o chefe, além de criar pratos especiais, apreciava dividir com os clientes as suas receitas.

Fabio Civitelli e a sua fantástica arte com os 4 pards

A fantástica arte de Fabio Civitelli

Neste agradável “pranzo” o assunto foi de geologia a política italiana, passandoo bviamente por Tex e, especificamente sobre este nosso tema comum e preferido, Andrea, Fabio e Paola falaram-nos da mostra que estão organizando, junto com Andrea Marcocci, para comemorar os 100 anos de Galleppini (100 Anni nel segno di Galep), em Casale di Pari, local onde o criador gráfico de Tex nasceu, nos dias 11 a 15 de Agosto.  Para maiores detalhes e informações sobre a mostra condivido o link do Facebook:  https://www.facebook.com/100anninelsegnodigalep/

Rossano Rossi e o orgulho por ver as suas paginas de Tex expostas

A arte de Rossano Rossi

Após o almoço dirigimo-nos todos à Biblioteca de Arezzo onde estava exposta a Mostra Wild Wild West. Alguns minutos depois Fabio Civitelli chegou para nos dar o prazer de sua companhia, sempre especial e agradável. Para minha surpresa e alegria estava também presente nesse dia Rossano Rossi, que me presenteou com um desenho especial de Tex, feito na caixa da caneca de Tex que comprei na exposição. Aliás, além das ilustrações e aguarelas exibidas, havia uma mesa com várias revistas e souvenirs trazidos por um dos organizadores da Mostra, Aldo Giancarlo Valdambrini, dono da livraria La Fenice, especializada em quadradinhos e um dos únicos pontos de venda de souvenirs dos heróis Bonelli, que são encontrados para venda somente na loja virtual da editora.

Fabio Civitelli e o seu autógrafo

Fabio Civitelli a desenhar Tex em em Arezzo

Fabio Civitelli exibe orgulhosamente um seu Tex devidamente dedicado

O Tex de Fabio Civitelli para Alessandro

Obviamente que o reencontro com o meu ídolo não poderia acabar sem que ele fizesse um desenho especial para mim. Fabio, que este ano foi considerado o melhor desenhador da Itália, deixou a sua “assinatura” no meu Tex “Il Signo di Yama” e agraciou também Alessandro com um desenho de Tex.

Rossano Rossi e o nascimento de um desenho de Tex

O Tex de Rossano Rossi na caixa da caneca do Tex

A caneca texiana

A tarde finalizou com saudades, especulações de Fábio sobre um retorno ao Brasil e à Holanda, promessas de reencontros breves e um pôr do sol fantástico nos nossos retornos a Santa Fiora e Roccastrada.

A dedicatória de Fabio Civitelli para a "mítica" Fernanda

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

1

Tex numa deslumbrante paisagem de Pasquale Frisenda

junho 24, 2017

Tex numa deslumbrante paisagem

de Pasquale Frisenda

Tex numa deslumbrante paisagem de Pasquale Frisenda

(Para aproveitar a extensão completa do desenho, clique no mesmo)

0

A MISSIVA, urgente, de Tex para José Carlos Francisco, na ARTE de Patrizia Mandanici, desenhadora de Tex

junho 23, 2017

A MISSIVA, urgente,

de Tex para José Carlos Francisco,

na ARTE de Patrizia Mandanici,

desenhadora de Tex

A MISSIVA, urgente, de Tex para José Carlos Francisco, na ARTE de Patrizia Mandanici, desenhadora de Tex

(Para aproveitar a extensão completa do desenho, clique no mesmo)

0

A “História Portuguesa” de Tex – Um marco no País mais texiano além da Itália

junho 22, 2017

A “História Portuguesa” de Tex

Um marco no País mais texiano além da Itália

Por Joana Rosa Russo (Advogada de profissão, gamer por paixão) [1]

É com grande orgulho e satisfação que anunciamos O FEITO HISTÓRICO QUE NOSSOS AMIGOS DO ALÉM MAR PROMOVERAM!

E não é para menos: Anadia, pequena e acolhedora cidade portuguesa, ganhou uma exposição PERMANENTE de TEX no luxuoso Museu do Vinho Bairrada e foi reconhecida pelas Autoridades locais como a “Capital Portuguesa do Tex”! O incrível trabalho operado pelos três representantes do Clube Tex Portugal (José Carlos Francisco, Mário João Marques e Carlos Moreira), rendeu destaque inclusive na Itália, pela própria Sergio Bonelli Editore, em sua fã page oficial no Facebook, publicado no  dia 19 de Junho de 2017:

E também no site:


Desta forma, reforçamos o imenso orgulho e satisfação de ver nosso amado ranger tão bem representado e divulgado fora de seu berço, e ainda mais por mãos tão competentes como a dos componentes do Clube Tex Portugal, incluindo, nesta oportunidade, o agradecimento aos desenhadores, que sempre presenteiam, tão delicadamente, a cidade que recebe a Mostra Anual desse Clube. É recompensador ver o carinho mútuo que participantes e desenhadores dedicam entre si.

Mas, muito mais que isso: o feito é histórico e marca um novo capítulo na vida editorial de Tex já que Anadia se mostrou firme no propósito de valorizar e reconhecer tão grandiosamente a importância do personagem, não só em termos culturais, mas turístico e, em decorrência, económico. O fomento e o suporte oferecido para que a exposição permanente pudesse ser posta em prática, demonstra a força e a determinação, típica de texianos de fibra, principalmente, dos envolvidos neste incrível e sensacional projecto.

Temos certeza que Sergio Bonelli está a festejar nas pradarias celestiais ao lado de Galep e G. L. Bonelli por este evento!

Parabéns, e que este seja só o início de uma história, ainda muito longa, entre Tex e Portugal!

[1] (Material publicado originalmente no Síte “4Fun Games“, em 19 de Junho de 2017)

1