Vídeo: Tex Willer contra John Coffin! O acerto de contas nas palavras de Mauro Boselli

* Numa história longa que se desenrola em cinco volumes, o jovem Tex Willer tem finalmente a ocasião de acertar as contas com John Coffin, o seu primeiro inimigo. Com a palavra Mauro Boselli, curador do Ranger e argumentista desta importante aventura.

Mauro Boselli exibe edições de I razziatori del Nueces

Durante uma pausa da sua vida errante, o jovem Tex Willer pensa no passado recente, quando, da noite para o dia, teve de abandonar o rancho paterno no vale de Nueces e a sua vida mudou para sempre…

Mauro Boselli conta-nos, no vídeo que pode ser assistido de seguida, a longa aventura do jovem fora-da-lei bonelliano que se inicia em “I razziatori del Nueces“, o número 24 de Tex Willer à venda nos quiosques italianos desde o dia 17 deste mês de Outubro. A longa história de 5 volumes é desenhada por Bruno Brindisi, e leva Tex a enfrentar novamente aquele John Coffin que foi o seu primeiro inimigo e que o futuro Águia da Noite acreditava estar morto.

Boa visão, e boa leitura!

Revista nº 12 do Clube Tex Portugal continua a chegar às mãos de sócios do clube espalhados pelo Brasil

Durante todo mês de Outubro pudemos ver a revista nº 12 do Clube Tex Portugal (que começou no final do mês de Junho a ser entregue e enviada aos sócios do clube residentes em Portugal), na posse dos mais variados sócios residentes no Brasil, como se pode ver nas belas fotografias que ilustram este texto e onde podemos ver a revista #12 do Clube, nas suas duas versões (ambas com capas de Alessandro Bocci), nas mãos dos sócios Dorival Vitor Lopes e Nilson Farinha (“Orgulho em receber a revista do Clube Tex Portugal das mãos do querido editor de bermudas, Dorival Vitor Lopes.“), Celso Civera e sua esposa Claudia (“Grandiosa revista do nosso dileto CLUBE TEX PORTUGAL. Para um colecionador apaixonado, tem um significado indizível. A propósito, na foto apareço junto de minha esposa Claudia, que também é fã de TEX WILLER. Depois de ler pela primeira vez uma aventura do Ranger, não parou mais, assim como todos nós.“), Robério Wilson Aguiar (“Capa linda, material de primeira qualidade e após uma rápida folheada, percebe-se matérias interessantes, belas gravuras, entrevista, análise de edições Texianas e até uma matéria Tex Willer x Covid 19. Agora, vou pra rede fazer uma leitura bem mais atenciosa dessa bela revista do Águia da Noite português.“), Adriano Rainho (“Recebi a revista do Clube Tex Portugal, parabéns!! Muito bem Editada como sempre, repleta de matérias sensacionais do Universo Texiano e sobre o Gênero Faroeste em Geral. Eu recomendo!“), Renato Alves da Silva (“Finalmente depois de muita espera, inclusive com uma greve dos CORREIOS aqui no Brasil, recebi o nº 12 da Revista do Clube Tex Portugal, mas a espera valeu a pena, pois trata-se de uma publicação impecável, tanto na apresentação gráfica quanto no conteúdo recheado de artigos escritos por pessoas que amam o nosso Ranger mais longevo do Oeste, que a mesma tenha uma longa cavalgada pela frente.“), Ivo Almada, José Manoel Alvarez e Ary Otávio Canabarro dos Santos:

Editor Dorival Vitor Lopes e Nilson Farinha exibem as duas versões da revista nº 12 do Clube Tex Portugal

Celso Civera e sua esposa Claudia com a felicidade estampada nos rostos pela recepção da revista nº 12 do Clube Tex Portugal

Robério Wilson Aguiar exibe o seu exemplar da revista nº 12 do Clube Tex Portugal

Adriano Rainho e o visível orgulho por estar na posse da revista nº 12 do Clube Tex Portugal

Renato Alves da Silva exibe, na sua belíssima biblioTex, a revista nº 12 do Clube Tex Portugal

Ivo Almada passeando por Roraima (estado mais a norte do Brasil, conhecido pela Floresta Amazónica) com as revistas do Clube Tex Portugal

José Manoel Alvarez e a revista nº 12 do Clube Tex Portugal na sua grandiosa colecção

Ary Otávio Canabarro Dos Santos e uma pausa para a leitura da revista nº 12 do Clube Tex Portugal

Para fazer parte do Clube Tex Portugal – cujos estatutos podem ser consultados em http://texwillerblog.com/?page_id=47999 e usufruir de todos os brindes e regalias, entre os quais se inclui a revista do Clube, é necessário pagar uma jóia de inscrição de € 5,00 e uma quota mensal de € 2,50 (€ 3,00 para sócios não residentes em Portugal).

(Para aproveitar a extensão completa das fotografias acima, clique nas mesmas)

E o vencedor do passatempo dos 10 absurdos na ilustração de Tex e Carson realizada por Bira Dantas foi…

A belíssima ilustração com Tex e Carson em pleno período de quarentena (que de certo modo retrata o momento actual porque todos nós passamos um pouco por todo o mundo, devido ao risco de contágio do novo coronavírus) realizada pelo Mestre Caricaturista Bira Dantas continha 10 absurdos (idealizados pelo próprio Bira Dantas) que deram motivo a um passatempo realizado há cerca de 96 horas aqui mesmo no Tex Willer Blog, passatempo esse que teve uma interessada participação por parte de vários leitores e fãs de Tex, concorrendo para vencê-lo de modo a ganhar a realização da caricatura por parte de Bira Dantas.

Os 10 absurdos de Tex e Carson em pleno período de quarentena na arte de Bira Dantas

Nenhum dos inúmeros participantes acertou integralmente os 10 absurdos, tendo havido cinco concorrentes a acertar em 8 absurdos: Charles Oto Dickel, Ricardo Elesbão, Raimundo de Paiva, Marcelo Ronald e José Lázaro, mas como Charles Oto Dickel respondeu primeiro (00.05h de 20 de Outubro, horário de Portugal Continental) é o vencedor do passatempo.

A solução integral do passatempo e onde constavam (oficialmente) 10 absurdos realizados por Bira Dantas é a seguinte:
1. Avião
2. Cabeça empalhada de búfalo africano (apesar de haver viagens para o continente africano, o normal era empalhar animais americanos).
3. Telefone (apesar da 1ª transmissão ter sido em 1876, demorou para ter telefone nas casas e o modelo não era aquele).
4. Tex está usando o chapéu de Tim McCoy (em Two Fisted Law).
5. Kit Carson está saindo sem botas e sem armas.
6. Deixaram um prato de chuleta -com batata e ovo fritos- pela metade.
7. Lata de manteiga “Aviação”.
8. Tem um latão de leite na porta de entrada.
9. As roupas foram lavadas e passadas na “5 a sec”.
10. Revista nº 01 de Action Comics com Superman na capa.

Gostaríamos de comentar dois acertos incríveis de Marcelo Ronald e José Lázaro, que nenhum outro acertou: Marcelo foi o único que viu que o Bira desenhou um búfalo africano empalhado (o olho estatelado e a língua de fora eram apenas maneirismos cartunísticos) e não o bisonte norte-americano; José Lázaro foi o único a perceber o absurdo que seria o esfomeado Kit Carson a sair deixando um prato com chuleta, batata e ovo frito na mesa.

Assim sendo pedimos ao pard Charles Oto Dickel para enviar uma fotografia sua para josebenfica@hotmail.com de modo a que o Mestre Bira Dantas possa caricaturá-lo. Para finalizar, assim que o premiado for contemplado com o seu prémio, o blogue português do Tex irá mostrá-lo a todos os nossos leitores, para que possam ver mais uma maravilhosa arte caricatural de Bira Dantas, seguramente uma belíssima caricatura!

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

Entrevista com o fã e coleccionador: Claiton Barcelos

Entrevista conduzida por José Carlos Francisco.

Para começar, fale um pouco de si. Onde e quando nasceu? O que faz profissionalmente?
Claiton Barcelos: Bom, sou uma pessoa tranquila , que gosta das coisas simples da vida! Nasci em Santo Antônio das Missões, estado do Rio Grande do Sul, no ano de 1983, hoje estou com 37 anos! Trabalho na área de logística, minha segunda paixão, depois de Tex! Devemos gostar do que fazemos.

Quando nasceu o seu interesse pela banda desenhada?
Claiton Barcelos: Meu primeiro contacto com os quadradinhos deve ter sido aos 8 ou 9 anos, lembro que primos coleccionavam “gibis” do Tex, foi ali que começou essa paixão, que hoje faz parte da história da minha vida.

Quando descobriu Tex?
Claiton Barcelos: Foi nesse tempo que descobri Tex, aos 8 ou 9 anos de idade, foi algo inexplicável, amor à primeira vista, ou à primeira leitura! Lá se vão 29 anos acompanhando esse maravilhoso personagem! Os meus primos tinham colecções, lia quando emprestavam, mas logo com o passar dos anos fui adquirindo os meus. Comecei a de facto coleccionar aos 12 anos, ou seja, já são 25 anos coleccionando!

Porquê esta paixão por Tex?
Claiton Barcelos: Essa paixão pelo personagem vem da filosofia dele mesmo, o jeito de ser, a honestidade sempre à frente de tudo, ser correcto, agir sempre pela defesa das injustiças, talvez seja esse o grande ponto, a grande referência que o personagem Tex nos traz, a honestidade!

O que tem Tex de diferente de tantos outros heróis dos quadradinhos?
Claiton Barcelos: Como comentei anteriormente, sem dúvida é a honestidade, seguido claro de sua bravura e coragem implacável.

Qual o total de revistas de Tex que você tem na sua colecção? E qual a mais importante para si?
Claiton Barcelos: Hoje tenho em torno de 900 revistas, tenho a colecção completa do Tex mensal da primeira edição (meu orgulho como coleccionador), também faço colecção do Tex Anual, Almanaque, As Grandes Aventuras de Tex, Tex Especial Colorida, Tex Gigante e Tex Gigante em cores!
Tex mensal número 100 (Aventura em Utah) é sem dúvida a mais importante, um número que sempre quis tê-la, e foi um dos mais difíceis para mim.

Colecciona apenas livros ou tudo o que diga respeita à personagem italiana?
Claiton Barcelos: Colecciono as revistas, tenho duas estatuetas, Tex e kit Carson, não são originais Bonelli, foram feitas por um artesão aqui do meu estado.

Qual o objecto Tex que mais gostaria de possuir?
Claiton Barcelos: Sem dúvida a número 1 italiana, onde tudo começou!

Qual a sua história favorita? E qual o desenhador de Tex que mais aprecia?
Claiton Barcelos: A minha história preferida é Missão em Greatt Falls, Tex mensal números 131 ao 134, que coincidentemente é desenhada pelo meu desenhador favorito, Ferdinando Fusco!.

O que lhe agrada mais em Tex? E o que lhe agrada menos?
Claiton Barcelos: O que mais me agrada em Tex é a mensagem que o personagem passa, que devemos ser honestos em qualquer circunstância. O que menos agrada? Sinceramente não saberia dizer, talvez seja hora de renovar alguns vilões, está na hora de surgirem novos desafios, novos inimigos a se combater!.

Em sua opinião o que faz de Tex o ícone que é?
Claiton Barcelos: É um personagem cativante, com seus pards, são imbatíveis! Existem heróis imortais em diversos quadradinhos, porém, Tex não é imortal! Talvez o seu carisma seja o grande factor que faz perpetuar a sua história há quase um século, algo raro se falando de longevidade de actuação de um personagem pelo mundo, e no Brasil há muitos anos ininterruptamente!

Costuma encontrar-se com outros coleccionadores?
Claiton Barcelos: Muito pouco, a correria do dia a dia, trabalho, família, faz com que dificulte encontros com outros fãs e coleccionadores!.

Para concluir, como vê o futuro do Ranger?
Claiton Barcelos: Vejo o futuro por dois aspectos, primeiro que se deve manter a mesma pegada para que os fãs da velha guarda nunca se esqueçam do personagem, e por outro lado, deve haver um grande trabalho de renovação de novos fãs das gerações que estão vindo, meio ao grande desafio da tecnologia, então, creio que se mantendo as obras do personagem que temos hoje pela editora actual, o nosso personagem terá vida longa! Viva Tex Willer!

Prezado pard Claiton Barcelos, agradecemos muitíssimo pela entrevista que gentilmente nos concedeu.

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

Vídeo: Revista Clube Tex Portugal nº 12 – Brasileiros e Portugueses unidos por Tex Willer!!!

Adriano Rainho

Quarto dos sonhos” é um programa vídeo da autoria de Adriano Rodrigues Rainho, o primeiro detentor do título de ser o possuidor da maior colecção brasileira de Tex Willer (e um dos maiores coleccionadores e conhecedores brasileiros de todo o tipo de banda desenhada) e que em 2013 viu esse título ser reconhecido oficialmente pelo RankBrasil, o livro dos recordes. À data Adriano Rodrigues Rainho viu serem contabilizados 3.039 artigos relacionados à mítica personagem dos fumetti, entre pósteres, revistas, livros, estátuas, álbum de cromos, entre muita coisa mais. Número esse que passados 7 anos já foi largamente ultrapassado fazendo com que a sua colecção seja a cada novo ano, maior.

E prova disso mesmo são as revistas do Clube Tex Portugal que também já fazem parte do espólio da sua colecção, revistas muito elogiadas pelo próprio Adriano Rainho, conforme se comprova no vídeo do Canal TheRainho e que damos a conhecer hoje (mais abaixo) aos nossos leitores e onde o pard Adriano ao apresentar este número, falando do seu conteúdo, tece os mais rasgados elogios à mais recente edição portuguesa, assim como ao Clube Tex Portugal, que segundo o próprio, inclusive é um Clube que une os dois povos de língua portuguesa separados pelo Oceano Atlântico:

Entretanto,  a propósito de Adriano Rainho, com apenas quinze dias de campanha alcançou 40% da meta a ser atingida no Catarse para o Projecto do seu livro “Meu irmão mais Velho Tex Willer – Guia do Colecionador Brasil“!
Uma marca óptima que demonstra a Qualidade, Credibilidade e a Confiança neste trabalho realizado com muita paixão para a preservação e divulgação das Histórias em Quadrinhos!
Mas não podemos esmorecer, temos que nos manter forte e firmes nesta campanha, falta 60% da meta a ser atingida e o Adriano está aguardando o apoio dos texianos, bonellianos e todos aqueles que gostam de banda desenhada. Não deixem para a última hora, entrem agora no link abaixo e comprem o livro: https://www.catarse.me/meuirmaotex2

Vídeo: De “Netdahe!” aos “Três Bill”! A história que começa em Tex regular e conclui em Maxi Tex

* O curador de Tex Mauro Boselli apresenta-nos num curto vídeo a aventura, por ele escrita, iniciada na edição regular de Tex italiano de Junho intitulado “Netdahe!“, que chega ao seu verdadeiro epílogo no Maxi Tex deste mês de Outubro “I tre fratelli Bill“.

De Netdahe! aos três Bill! A história que começa em Tex regular e conclui em Maxi Tex

Mauro Boselli e o Maxi Tex nº 27

O que é que liga os invasores “Netdahe!” aos irmãos Bill criados por GL Bonelli em 1952? Simples: A aventura escrita por Mauro Boselli que começa, de facto, no volume de Tex nº 716 e, passando pelos três lançamentos sucessivos, vai até ao Maxi Tex que chegou aos quiosques italianos no princípio deste mês.

Não querendo deixar passar em silêncio este inédito “auto crossover”, os responsáveis do canal YouTube da SBE, roubaram alguns minutos a Boselli para o próprio escritor nos contar de viva voz como a história se desenvolve de uma série (Tex regular) para a outra (Maxi Tex). Eis o vídeo:

Passatempo: Encontre os 10 absurdos e ganhe uma caricatura realizada por Bira Dantas

Por José Carlos Francisco e Bira Dantas

Bira Dantas

O blogue português do Tex leva a efeito um novo passatempo público, com o apoio de Mestre Caricaturista BIRA DANTAS, para todos os internautas que visitem o blogue. Este concurso é aberto a todos os interessados que desejem concorrer a nível individual, iniciando-se neste preciso momento em que o post é publicado e tendo uma duração de 3 dias, terminando no dia 22 de Outubro, às 22.00 horas de Portugal Continental.

Esta belíssima ilustração com Tex e Carson em pleno período de quarentena, que apresentamos de seguida, realizada pelo próprio Bira Dantas é uma homenagem aos 72 anos de vida editorial do Ranger, data celebrada há pouco tempo (30 de Setembro de 2020) e de certo modo retrata o momento actual porque todos nós passamos um pouco por todo o mundo, devido ao risco de contágio do novo coronavírus. Mas nela existem 10 absurdos (eleitos pelo Bira Dantas e cuja solução já está na posse do Tex Willer Blog).

Encontre os 10 absurdos nesta ilustração de Tex e Carson em pleno período de quarentena e ganhe uma caricatura realizada por Bira Dantas

As respostas com a lista desses 10 absurdos terão de ser dadas na forma de comentário, aqui na própria página do blogue. Cada concorrente pode participar quantas vezes quiser.

O prémio a atribuir é uma caricatura do vencedor, em alta resolução, realizada por Bira Dantas. O prémio, será atribuídos em função do maior número de respostas correctas e da rapidez em acertar o número de absurdos, ou seja, o primeiro concorrente a acertar todos os absurdos, será o vencedor. Caso ninguém acerte os 10 absurdos considerados por Bira Dantas, será considerado vencedor o primeiro que acertar no maior número de absurdos.

Boa diversão!

Bira Dantas e Tex, uma paixão de muitos anos

Os resultados públicos do concurso serão dados a conhecer aqui mesmo no blogue do Tex logo após o findar do concurso.
O vencedor terá que enviar (para o e-mail biradantas2000@gmail.com) no prazo de 4 dias, após a afixação do resultado final, uma sua fotografia de boa qualidade que sirva de base para Bira Dantas o poder caricaturar. Caricatura essa que poderá demorar até 30 dias a ser enviada por e-mail para o vencedor do concurso.
(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

Tex Willer como nunca antes visto

Bruno Brindisi exibe orgulhosamente a revista Tex Willer nº 24, onde teremos Tex como nunca antes visto, de sua autoria

Na mais recente edição italiana de Tex Willer, a número 24, lançada este mês de Outubro com o título “I razziatori del Nueces“, longa aventura escrita por Mauro Boselli e desenhada por Bruno Brindisi, que se estenderá até Fevereiro de 2021 já que durará cinco números, teremos oportunidade de ver Tex Willer como nunca antes foi visto, já que Bruno Brindisi retrata a  maior alegria da família Willer, um momento certamente amaldiçoado por todos os (futuros) inimigos de Tex Willer: o nascimento do futuro Ranger, onde vemos os pais de Tex, Ken Willer e Mae Willer, com o pequeno rebento ao colo da mãe logo após o seu nascimento.

Uma outra particularidade desta história, que certamente surpreenderá também os fãs e coleccionadores de Tex Willer, é que nela Tex enfrenta novamente aquele John Coffin que foi o seu primeiro inimigo e que o futuro Águia da Noite acreditava estar morto.

A maior alegria para a família Willer, um momento certamente amaldiçoado por todos os inimigos de Tex Willer. Arte de Bruno Brindisi

Trata-se da primeira aparição cronológica de Tex em absoluto, a primeira imagem documentada de Águia da Noite, se bem que já o tenhamos “visto” na barriga da sua mãe, aquando do Maxi Tex número 21 “Nueces Valley“, de 2017, desenhado por Pasquale Del Vecchio, mas aí, obviamente, não vimos o rosto, nem sequer o corpo, de Tex.

Mae Willer grávida de Tex na arte de Pasquale Del Vecchio

Voltando a Bruno Brindisi, terminamos este texto divulgando uma foto tirada pelo próprio Brindisi onde exibe estudos vários para o Tex Willer que se inicia precisamente neste número 24 e segundo Brindisi desta vez ele teve de se referenciar com desenhadores como Galep, Ticci, Andreucci, Del Vecchio, Mastantuono, De Vita e De Angelis:

Estudos de Bruno Brindisi para o Tex Willer que se inicia no número 24

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

Vídeo: As mais recentes novidades Texianas e das demais personagens Bonelli da Mythos em destaque nos canais “Vitrine dos Quadrinhos” e “Ministério dos Quadrinhos”

Recentemente, aqui mesmo no Tex Willer Blog, demos a conhecer as mais importantes novidades previstas pela Mythos Editora para Tex, Zagor, Mágico Vento, Júlia e Dragonero para este final de ano e também para o início de 2021, mais precisamente para Novembro, Dezembro e Janeiro próximos.

Basicamente, no quesito Tex, trata-se das notícias de um novo Superalmanque Tex e de uma Edição Especial de Natal dedicada ao jovem Tex Willer. Já Zagor terá uma nova colecção, a partir do nº 1, que será chamada de Zagor Nova Série, com histórias completas de 240 páginas, ou mais, formato italiano e papel offset, cujo primeiro deve sair no fim de Novembro. Ainda sobre Zagor, a confirmação que Zagor Classic continua após o nr. 5. Por sua vez relativamente a Mágico Vento a Mythos vai publicar a última mini-série O Retorno, em 4 partes, escrita por Gianfranco Manfredi. Material inédito e espectacular. Também foi anunciado que Mágico Vento formato italiano continua após o nr. 5. 

Dragonero por sua vez voltará a viver as suas aventuras a partir da edição número 5, passando a ter uma periodicidade mensal. Por fim, da querida Júlia, a editora Paulista fechou contrato para mais 5 edições em formato italiano e papel offset, agora dos números 11 ao 15, para dar continuidade a essa que é uma das colecções de maior sucesso da Mythos actualmente.

Todas estas novidades ganharam muito eco Internet fora, gerando muitos artigos, posts e até vídeos, como são o caso de dois canais que desde há muito recomendamos: “Vitrine dos Quadrinhos” e “Ministério dos Quadrinhos“, vídeos esses onde os seus responsáveis, o Luiz Eugênio Barroca, de Maceió e o Alessandro Garcia, de Petrópolis – Rio de Janeiro, esmiuçaram todas essas novidades, como pode ser visto nos três vídeos que apresentamos de seguida, cujos canais mais uma vez recomendamos a todos os fãs de personagens Bonelli: