TODAS as edições italianas de Tex para o bimestre Novembro/Dezembro

Enquanto esperamos que os últimos dois meses deste ano sombrio e dramático,  possam, finalmente!, mostrar um vislumbre de luz, vamos dar a conhecer as novidades italianas da Sergio Bonelli Editore, relativas a Tex, para o último bimestre de 2020.

O Ranger é protagonista de duas edições imperdíveis. Com lançamento para Novembro, o décimo oitavo Color Tex apresenta cinco histórias breves e abre com uma capa espectacular da autoria de  Massimo Carnevale, aclamado desenhador do mais recente Texone e também de uma das histórias deste antológico Color Tex.

Em Dezembro, após a calorosa recepção da edição de estreia, regressa o Speciale Tex Willer, com uma história, desculpem o trocadilho, verdadeiramente… especial! “Un uomo tranquillo” aponta os holofotes para Sam, irmão de Tex, no centro de uma história capaz de demonstrar que, apesar das fortes diferenças e carácter, os Willer são sempre os Willer! Descobrirão também lendo os novos volumes mensais da colecção dedicada ao jovem Tex, em cujas páginas se desenrola uma intensa história iniciada no vale nativo do rio Nueces.

Mas em Novembro teremos ainda o Classic Tex #96, a publicar no dia 6, onde teremos como protagonista o Dinamite, o inigualável cavalo do Tex, numa aventura intitulada “Filo Spinato“!

Classic Tex #96

Classic Tex #96

Classic Tex #96

No dia 7 de Novembro teremos na série principal do Ranger, no número 721, o início de uma história épica que se desenrolará entre o México e a Guatemala, cujo título é “Attentato a Montales” com argumento de Pasquale Ruju e desenhos de Stefano Biglia: Alguém tenta matar o governador de Chihuahua… Porém fez mal as suas contas, porque Montales ainda é um homem de acção! Além disso ele tem amigos fortes e leais a seu lado como Tex e os seus pards… Mas os atentados sucedem-se sem trégua, metendo à prova as habilidades dos nossos heróis: por trás da trama provavelmente estarão empresários e políticos inescrupulosos de um país estrangeiro, para os quais um homem íntegro como Montales deve ser absolutamente afastado…

Tex #721

Tex #721

Tex #721

Tex #721

No dia 18 de Novembro teremos a chegada, aos quiosques italianos, de Tex Willer número 25, uma aventura escrita por Mauro Boselli e desenhada por Bruno Brindisi onde teremos o acerto de contas do jovem Tex no White Horse, uma aventura onde se verá como Tex passou a ser um fora-da-lei procurado e cujo título é “Resa dei conti al White Horse“… onde Tex encontra Dinamite e torna-se um fora-da-lei! Mais uma vez, para vingar um ente querido, Tex não olha a meios. Entre os culpados está um xerife, por isso o jovem cowboy e campeão de rodeo deve fazer justiça pelas próprias mãos, mesmo a custo de enfrentar sozinho uma cidade inteira armada até aos dentes!…

Tex Willer #25

Tex Willer #25

Tex Willer #25

Tex Willer #25

Sexta-feira, dia 20 de Novembro é dia de sair o quinzenal Classic Tex, o número 97 intitulado “Cani Rossi“:

Classic Tex #97

No sábado, dia 21 de Novembro teremos o lançamento do tão aguardado Color Tex outonal, o número 18 que prossegue a fórmula já habitual de 5 histórias curtas, de 32 páginas cada, realizadas por autores diversos.

Capa do Color Tex #18, da autoria de Massimo Carnevale

La casa del giudice de Mauro Boselli e Massimo Carnevale. O famigerado juiz Giudice Flanders é apelidado de “Enforca-os todos”… Mas um dos condenados jura-lhe que voltará do túmulo para buscá-lo…

“La casa del giudice” de Mauro Boselli e Massimo Carnevale

– Rotaie com argumento de Pasquale Ruju e arte de Luca Michelucci. Baptismo de fogo por um jovem ferroviário!…

“Rotaie” com argumento de Pasquale Ruju e arte de Luca Michelucci

Sulla pista per Prescott de Claudio Nizzi e Giuseppe Candita. Apenas um sobrevivente… Um misterioso assalto sangrento…

“Sulla pista per Prescott” de Claudio Nizzi e Giuseppe Candita

Il mio nome è Waneka com argumento de Filippo Iiriti e desenhos de Giovanni Bruzzo. Será que ele vai ouvir a voz do sangue ou a da tribo?…

“Il mio nome è Waneka” com argumento de Filippo Iiriti e desenhos de Giovanni Bruzzo

– Al palo della tortura com argumento de Pasquale Ruju e arte do mítico Aldo Di Gennaro. O feroz Chako quer o sangue de Águia da Noite!

“Al palo della tortura” com argumento de Pasquale Ruju e arte do mítico Aldo Di Gennaro

Passando agora ao mês de Dezembro, no dia 4 temos mais um novo Classic Tex a cores, o número 98, cujo título é “Il miraggio” onde Tex conhecerá a cidade do Ouro e o reino do Príncipe Negro…

Classic Tex #98

Classic Tex #98

Classic Tex #98

A 5 de Dezembro teremos em toda a Itália o lançamento do Tex número 722, cujo título “Guatemala” alude ao facto de termos Tex na exótica América Central entre selvas e intrigas, cuja capa de Claudio Villa podemos já vislumbrar…

Tex #722

Tex #722

Tex #722

Também no dia 5 de Dezembro teremos nos quiosques italianos o tão aguardado Speciale Tex Willer número 2 “Un uomo tranquillo” cujo protagonista principal é Sam Willer, o irmão de Tex que é muito diferente de… Tex.

Speciale Tex Willer #2

Speciale Tex Willer #2

Speciale Tex Willer #2

Speciale Tex Willer #2

Speciale Tex Willer #2

Dia 18 de Dezembro teremos mais um número de Tex Willer, o último de 2020, edição número 26 com o título “El Paso del Norte“, uma cidade sem lei, ao sul do Rio Grande, com desenhos de Bruno Brindisi… cuja capa é uma das mais lindas realizadas por Maurizio Dotti até hoje como podemos ver de seguida:

Tex Willer #26

Tex Willer #26

Tex Willer #26

Tex Willer #26

Tex Willer #26

No dia 18 de Dezembro é a vez de mais um Classic Tex, o número 99 “La città d’oro“:

Classic Tex #99

Classic Tex #99

Classic Tex #99

E finalmente para fechar o ano texiano com chave de ouro, teremos uma edição centenária, mais precisamente o Classic Tex número 100, cujo título é “Caccia all’uomo” e que terá lamçamento precisamente no último dia do ano: 31 de Dezembro. A capa ainda está em preparação, já que sendo uma edição centenária, a Sergio Bonelli Editore deve estar a preparar algo de especial…

Classic Tex #100 (em preparação)

Classic Tex #100

Classic Tex #100

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

3 Comentários

  1. O certo não seria criar a volta do Coffin no “presente” do Tex? Porque na série normal do Tex ele nunca disse que o Coffin tinha sido morto por ele depois do incêndio no rancho, e com esse retorno do Coffin durante a juventude do Tex, isso seria contraditório com o presente do Tex. O certo seria o Coffin retornar quando o Tex já é chefe dos navajos e o Kit Willer já é adulto e etc.

  2. Pard José Carlos, tu sabes se nas histórias da série Tex Willer, Tex ficará sempre jovem ou a mesma avançará até Tex ter a idade atual de 40 anos, como na série tradicional? No caso da série avançar muito na idade de Tex e Carson ela corre o risco de perder a sua originalidade, pois histórias com eles mais velhos são as que mais existem; Boselli já se pronunciou sobre este ponto da série Tex Willer?

    • Prezado pard Teodoro, a ideia desta série dedicada à juventude de Tex é apenas de ter o Tex sempre jovem… o próprio Boselli já o disse publicamente que há centenas de histórias que se podem criar na juventude de Tex sem interferir com alguma incongruência na série principal… e Tex será sempre jovem nesta colecção até o público sustentar a série, o que é previsível que ocorra por muitos e muitos anos porque as vendas são excelentes e auguram um grande futuro para a série Tex Willer 😉

Responder a Teodoro Pereira Barros Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.