TEX SEM FRONTEIRAS: “Tex – o elixir que transforma“

Por G. G. Carsan*

Meus amigos texianos,
O meu dia-a-dia de coleccionador e divulgador de Tex proporciona-me estar sempre falando do meu grande amigo e camarada de mais de 40 anos de maravilhosas aventuras, entre um trabalho e outro, entre um pard e outro, entre um evento e outro. Na verdade, agora com o Facebook ligado das 8 às 24 horas, consigo ver e acompanhar quase tudo que acontece no universo texiano.

Tem muita gente nova chegando, descobrindo esta personagem clássica e longeva dos quadradinhos mundiais. Nos últimos tempos surgiram centenas de leitores interessados na saga famosa e apaixonante de Tex, e afirmo isso porque não são poucos os que entram na fanpage buscando por informações que lhes convençam e que confirmem as suas investidas nesse novo mundo de aventuras, que na verdade tem a verdadeira dimensão de um universo, um universo paralelo que se funde e confunde com a realidade de tantos seres que já estão crescidos e acostumados com as viagens nas planícies, montanhas e vales do Velho Oeste.

Mas essa expansão tem maior dimensão e representatividade quando a realidade bate na nossa cara de forma incontestável e chama a atenção para os factos positivos que estamos vivendo e testemunhando em várias partes do mundo. Factos estes que atestam que Tex continua firme e forte, atraindo admiradores e provando, acima de tudo, que existe campo para continuar. Essa progressão em escala geométrica pode ser vista tranquilamente através de lançamentos e de eventos, mas não só isso. Tex ataca em outras e novas direcções, recria, reedita, matiza-se e surpreende os novos e principalmente os antigos seguidores.

Vamos a elas de forma rápida e certeira, tais quais são as investidas de Tex Willer e seus pards.

1 – “Neste último sábado, 26 de Outubro, ocorreu no Cacém, cidade portuguesa do concelho de Sintra, mais precisamente a quarta maior cidade da área metropolitana de Lisboa, (após Lisboa, Amadora, Almada e Setúbal) e a décima maior cidade de Portugal e seguramente uma das casas mais texianas do nosso país tendo em conta o grandíssimo acervo do Carlos Moreira, uma reunião com a participação de todos os cinco idealizadores do Clube Tex Portugal (Hernâni Portovedo, José Carlos Francisco, Mário Marques, Carlos Moreira e Orlando Santos Silva), uma ideia nascida na mente destes cinco pards há alguns anos e que foi concretizada em Viseu, no decurso do 18º Salão Internacional de Viseu na presença de Andrea Venturi, o padrinho oficial da iniciativa e dos restantes cinco pards fundadores (Álvaro Machado, José Eduardo Monteiro, João Dias, Gaspar Pereira e António Lança-Guerreiro), mais precisamente no dia 10 de Agosto de 2013.
Assim nasceu o Clube Tex Portugal, que agrega e une os pards portugueses e tem por objectivo, também, a realização de eventos envolvendo autores texianos vindos directamente da Itália ou de outros lugares onde habitem.  Com aval da SBE, cuja cúpula já recebeu os seus botons e cartões de sócio, este clube certamente vai proporcionar grandes alegrias para os seus membros, pois é capitaneado pelo maior divulgador mundial de Tex Willer na actualidade, em língua portuguesa. Claro que falo do pard Zeca, de Portugal.

2 – “Caros coleccionadores de Tex Willer! Demorou um pouco, mas finalmente nesta última sexta-feira, dia 21 de Fevereiro de 2014, o novo álbum holandês de Tex Willer chegou da gráfica. É o primeiro álbum a preto & branco de Tex na Holanda desde 1981…” É incrível com um país com poucos aficionados de Tex consiga viabilizar uma publicação assim, e concluímos que somente uma grande paixão e uma vontade férrea pode movimentar uma locomotiva tão pesada. E nestes pormenores de tamanho incomensuráveis  habitam as forças e a marca de uma grande personagem, por si só capaz de feitos tão fantásticos. O editor é o holandês Erik van Helvoort, da HUM Editions.

3 – Os texianos do Brasil são insaciáveis por novidades e estão sempre cobrando do Editor que lance a personagem A, que a revista seja maior, que lance tudo a cores, que seja quinzenal, etc. E as coisas vão acontecendo na velocidade correcta e exacta para manter a publicação nas bancas, sem medo de cancelamento. Aí, para agitar o Comando dos Rangers, foi criado o Clube do Tex Brasil, na verdade um fã clube para os coleccionadores trocarem figurinhas, como faziam antigamente através de cartas – mas agora os tempos são outros: estamos na era da Internet, do whatsapp, da passagem aérea barata, etc.

Inflamados pelo espírito de união, de fraternidade e, sobretudo, de verdadeira paixão pela mais famosa personagem dos fumetti italianos no Brasil, um grupo de fãs de Tex se uniu e arquitectou um fã clube. Um Clube. O Clube. Começou de maneira singela. Os pards tinham a ideia: agregar, de maneira estruturada, um grupo de fãs que poderia representar a todos. Um Clube, de facto, que pudesse fomentar o convívio entre os leitores de Tex”.

Com carteirinha de sócio, com chaveiro personalizado Tex, com pataca de Ranger, com o primeiro encontro marcado para o feriado da Páscoa 2014, e com muita força de vontade de uma Directoria já constituída e documentada, esta associação pretende arregimentar todos os texianos do Brasil e promover eventos em vários estados e participar dos grandes eventos já existentes em Rio, São Paulo, Curitiba e Belo Horizonte, levando Tex para cada um e proporcionando a reunião dos texianos. Os principais mentores do Clube são os coleccionadores Jesse Bicodepena (da Bahia) e José Leonardus (de Minas Gerais).

4 – Tex tem uma ascendência e aceitação muito grande em países como a Turquia, Índia, Sérvia e na Croácia, onde recentemente chegou a notícia de mais um lançamento envolvendo Tex.
Depois do Brasil, através da Mythos Editora ter anunciado recentemente para 2014 a publicação da colecção Tex Gigante a cores, contendo 240 páginas por edição, com formato grande e CAPA DURA, agora é a República da Croácia, país europeu que limita ao norte com a Eslovénia e Hungria, a nordeste com a Sérvia, a leste com a Bósnia e Herzegovina e ao sul com Montenegro e onde Tex Willer tem uma verdadeira legião de adeptos ferrenhos, a anunciar esta magnífica colecção que continua o estrondoso sucesso de Tex em cores, uma iniciativa que também na Croácia obteve um sucesso entusiasmante e que continua a permitir aos leitores croatas desfrutar, da carreira do Ranger mais famoso e mais duradouro do mundo da banda desenhada, a cores”.

Estes movimentos quase simultâneos realizados em países diferentes indica que Tex continua e tem muita pólvora para queimar e são movimentos importantes porque certamente servirão para expor a personagem mais famosa dos quadradinhos de faroeste para os jovens e para os leitores de outras BDs, que muitas das vezes se cansam de seguirem as boas personagens existentes na linha dos super-heróis, mas que de vez em quando trilham caminhos muito fora da realidade (dimensões paralelas, mortes e ressurreições, o lado negro do bem, mudanças de carácter e de realidade, etc.), factores que realmente faz perder leitores no meio do caminho, e esse leitor sempre vai à busca de novos horizontes e conhecer Tex com uma performance sexagenária, aventuras encorpadas, cronologia bem definida (quando pegamos Tex Coleção e agora Tex em Cores), linha ascendente e bastante confiável, com personagens formidáveis, desenhos maravilhosos  e aventuras fantásticas, será de facto um óptimo achado.

Este desenho (acima) do coleccionador de banda desenhada e filmes westerns Antonio Carlos Moreira, que passa horas ao lápis e pincel desenhando um dos seus heróis favoritos permitem dizer, afirmar, atestar que Tex é Cultura e divertimento, e é, também, o elixir que transforma leitores em homens de verdade.
Adios, amigos!
G. G. Carsan

* G.G.Carsan, 49 anos, paraibano, fã, coleccionador e divulgador, começou aos 7 anos a ler Tex e nunca mais parou. Realizou 6 exposições em João Pessoa, escreveu várias aventuras para Tex (algumas publicadas na Internet), palestras em vários Estados e plateias e dois livros sobre a personagem no Brasil.

12 Comentários

  1. Certíssimo, pard GG Carsan! Tex permanecerá por muitas gerações, fazendo a felicidade de muitos. Eu, de minha parte, espero que minhas filhas (ou uma delas) mantenha meu acervo e repasse aos meus netos (futuros netos, pois ainda não os tenho).

  2. Caros Pards Zeca e GG Carsan,

    novamente os cumprimento de público, em nome do Fã Clube Tex Brasil, pelos excepcionais serviços que vêm prestando em prol de Tex e seus Pards no Brasil e no mundo.
    Vocês foram o pontapé inicial para a criação do Clube, os inspiradores.
    Não poderíamos deixar de citar ainda o Portal Texbr, que igualmente muito tem feito, no mesmo sentido e muito nos apoiou e tem apoiado.
    Grande abraço e agradecimentos ainda a nossos Pards Rouxinol do Rinaré e Wilson Sacramento (este último, mesmo sendo declaramente ainda não texiano, muito tem feito em prol do Clube).
    O mundo bonelliano tem muito a crescer e tudo faremos para que essa realidade seja uma constante, sempre com espírito de companheirismo e cooperação mútua.
    Grande abraço e parabéns.

    José Leonardus, Presidente do Conselho
    Deliberativo do Fã Clube Tex Brasil. (clubetexbrasil@gmail.com)

  3. Tex promove, no mundo inteiro, a união de pessoas que, não fosse por ele, jamais se conheceriam.
    Um fã de Tex quando se encontra com outro deixa a impressão de que já se conhecem há muitos anos, quando muitas vezes trata-se do primeiro contato ao vivo.
    Não fosse por Tex eu nunca teria ido a Portugal, e não conheceria duas famílias maravilhosas.

  4. “Tex”, juntamente com “Blueberry”, continua atraindo leitores de todas as idades. Parabéns ao pard G. G. Carsan pelo ótimo artigo sobre o Ranger mais temido do Oeste e amantes de histórias em quadrinhos western.

  5. Posto em nome do Pard Jim Halley, que não tem perfil ainda e não teve como postar aqui:

    Revolução mundial!!
    Mensagem por Jim Halley » Seg Mar 03,
    Pessoal, vi meio correndo a matéria do pard G.G. Carsan, e li os comentários dos pards, e me emocionei pois um certo pard e amigo pessoal citou a minha pessoa, eu não tenho um perfil no blog português (vou falar com o Zeca pra criar um perfil meu lá) e não pude postar comentários lá, mas posto aqui, fico satisfeito em ver as proporções internacionais que a revolução “Tex/Bonelli” vai tomando, confirmou mesmo as minhas palavras e abriu os olhos dos pards, para o único fator real do sucesso, que somos você e eu! Todos os créditos são de vocês, pois vocês fizeram tudo, eu apenas falei, todo o trabalho físico foram vocês que fizeram, claro que o processo ainda está começando, mas começando muito bem, mas agora amigos, precisamos manter o foco, Tex começou a sua “cavalgada rumo ao sucesso!” e o sucesso dessa empreitada depende de nós, fazer o “sucesso” acontecer a todo momento em cada comentário! Em cada postagem! Impregnar o mundo de sucesso, talvez algum pard possa dizer “eu divulguei na net, mas nunca entrei em revolução alguma!” mas a revolução “sucesso Bonelli” não é um grupo a se filiar, e sim uma força interior exteriorizada, e que está se manifestando, em tudo que vemos de Tex no mundo (como a edição Croata) e a expectativa do nosso gigante colorido! A revolução tem muitos caminhos, assim como o Clube Tex Brasil, tem opções para cada pard, tanto para aqueles que querem ser agentes “fantasmas” como eu, e para aqueles que querem se unir a grupos, como o clube e o fórum, enfim seja bem vindo a “revolução”.

    Abraços ao G.G. Carsan, o “Tex” Brasileiro (uma parte importante do sucesso futuro), ao meu amigo Wilson, ao pard José Leonardus, Jessé,Bounty, Kael e mais uma infinidade de pards que não teria como listar neste espaço!!

    P.S. – Queria dizer que a minha condição de “fantasma” vai acabar, vou contactar a Mythos ou a Web TV, se se interessarem em mostrar minha cara além de uma boa dose do meu “papo furado” ah e supostos desenhos!

  6. Fico maravilhado quando vejo homens feito menino falando de coisas inocentes em um mundo tão cheio de ódio e violência.
    Tex Willer nos proporciona esses doces momentos, e ter figuras como Zeca, Leonardus, Jim Harley, Afrânio e tantos outros degustando esse exepcional texto do G.G Carsan, me deixa convicto de que todas as energias gastas em prol do Clube Tex Brasil foram mais que bem aproveitadas.
    É uma honra me sentir menino de novo ao lado de gigantes como os senhores.
    Vida longa a Tex Willer, aos Clubes mundo afora e a todos os texianos.

  7. Muito bacana o Fã Clube Tex Brasil, porque um herói como o Tex, que tem tantos leitores fiéis no Brasil merecia uma homenagem destas.

  8. Venho agradecer aos texianos que se manifestaram acima nesta nova matéria que visa engrandecer e situar Tex no alto do pódio, sempre.
    Como se pode ver, apenas 4 pequenos tópicos, mas dá conta de 4 países diferentes, onde editores e fãs colocam o personagem em movimento.
    E o trabalho solitário do grande pard Amoreira, que já nos brindou com formidáveis desenhos, onde ele próprio encarna um pistoleiro mui perigoso, sempre chamando a atenção das garotas dos saloon onde passa.
    Que bom: HQ é cultura, lazer e aventura!

  9. Boa noite!

    Eu apoio a idéia de criar um grupo do Whatsapp com fãs do Tex Willer.
    O meu número de celular é 11963657136
    Nos vemos na próxima montanha encantada.

Responder a Afrânio Braga Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.