Inauguração da exposição “Il mio Tex, la leggenda del West nei disegni di Fabio Civitelli”

Por José Carlos Francisco

Sábado 19 de Fevereiro de 2011 na galeria Furio del Furia, um belíssimo local situado num antigo convento reconstruído em Foiano, uma cidade vizinha de Arezzo, foi inaugurada a exposição intitulada “Il mio Tex, la leggenda del West nei disegni di Fabio Civitelli” (O meu Tex, a lenda do Oeste nos desenhos de Fabio Civitelli).

Presentes Marcello Fatucchi, Assessor da Cultura e Turismo da cidade de Foiano, Roberto Fanticelli, Vice-presidente da Associação Carnavalesca, Fabio Civitelli, desenhador de primeiro plano de Tex Willer, Marco Bianchini, director artístico da Escola Internacional de Banda desenhada de Florença também ele desenhador de Tex.

No decorrer da inauguração, Fabio Civitelli contou a sua vida e as suas experiências como artista de banda desenhada, uma verdadeira e própria arte: cada vinheta do famoso Tex Willer é um pequeno quadro trabalhado nos mínimos detalhes tendo por trás um árduo trabalho de um roteiro altamente profissional. Civitelli não usa o Photoshop, como hoje se poderia imaginar pode imaginar, mas a mão e o lápis, e cada uma das suas páginas desenhadas tem um valor económico significativo, sendo obras desejadas por inúmeros coleccionadores de banda desenhada.

Tex é ainda muito actual e é uma personagem de grande sucesso, não só em Itália, mas também em países como Brasil e Portugal. A recente publicação de reimpressões das histórias em cores, levaram as vendas na Itália a um brilhante record, de modo que por várias semanas, as vendas ultrapassaram o fantástico número de 200.000 cópias semanais.

Para Fabio Civitelli, como ele o desenha, Tex é um homem prestante mas não massivo, ágil mas forte, com um olhar duro mas com um lampejo de ironia em seus olhos e um meio sorriso de quem está seguro de si e das suas razões, enquanto para Marco Bianchini, Tex é um homem tradicional, na melhor tradição da banda desenhada realista de nível mundial que se formou entre os anos 70 e 90.

Os dois artistas presentes na inauguração da exposição são de Arezzo (Civitelli nasceu em Lucignano, mas hoje reside em Arezzo) e fazem parte de um grupo exclusivo de pessoas. No mundo Texano fala-se de uma verdadeira escola aretina (de Arezzo) – recordamos também Rossano Rossi e Marco Santucci, outros dois artistas de Arezzo com grande relevo na saga de Tex. Para uma cidade como Arezzo, a concentração de artistas da banda desenhada supera por larga margem aquela de grandes cidades italianas.

Um verdadeiro prazer tê-los visto e ouvido e ainda mais admirar as páginas expostas na galeria Furio del Furia e que permanecerão em Foiano durante todo o período do Carnaval de Foiano, todos os quatro sábados e domingos em que sairão os carros alegóricos.

Há ainda uma curiosidade interessante, o convite para a exposição, assim como o desenho usado por Fabio Civitelli para presentear todos os presentes, foi aquele usado pela Mythos Editora no Brasil para ilustrar a capa da edição especial dedicada a Fabio Civitelli e que foi alvo dos maiores elogios pelas pessoas que compareceram à inauguração da exposição.

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.