Decorreu no Saloon Regiões localizado em Cacém City o 1º Convívio do CLUBE TEX PORTUGAL

Por José Carlos Francisco (texto), Carlos Moreira (fotos) e José Manuel Cristóvão (fotos)

Tex, desenhado por António Lança-Guerreiro dá as boas-vindas aos pards presentes no 1º Convívio do Clube Tex Portugal

Realizou-se no passado sábado, dia 15 de Fevereiro, pelas 20 horas, em pleno Saloon Regiões situado em Cacém City e com a presença do próprio Tex Willer, o 1º CONVÍVIO do CLUBE TEX PORTUGAL, que contou com a honrosa participação de mais de 3 dezenas de fiéis seguidores (sócios, dirigentes e simpatizantes) do famoso Ranger nascido em 1948.

Tex junto dos seus fãs e coleccionadores presentes no Saloon Regiões em Cacém City

Convívio esse que começou no Cacém, durante a tarde, em casa do pard Carlos Moreira, ponto de encontro para alguns dos seguidores do Ranger que se deslocaram de mais longe, com destaque para a sócia honorária Fernanda Martins que viajou propositadamente da capital dos Países Baixos para poder participar neste primeiro e histórico convívio do Clube e receber em mãos da Direcção do Clube o seu cartão de sócia assim como o pin oficial de adesão ao Clube, itens que Davide Bonelli, filho do saudoso Sergio Bonelli e actual responsável máximo da Sergio Bonelli Editore já tinha recebido em Itália por todo o apoio incondicional e constante incentivo que deu ao Clube desde o anúncio da sua criação (como bem frisa Jorge Magalhães no blogue O Gato Alfarrabista), o primeiro a nível mundial no que diz respeito ao Tex e o primeiro no nosso país dedicado em exclusivo a um herói da BD (como salienta Geraldes Lino no seu blogue “Divulgando Banda Desenhada”).

José Carlos Francisco, António Guerreiro, Mário João Marques, Hernâni Portovedo, Carlos Moreira e Fernanda Martins na bibliotex de Carlos Moreira

Sofia, Lurdes, Teresa, Fernanda, Andreia e Fátima na bibliotex de Carlos Moreira

Para além de Tex Willer (na pessoa de Ricardo Leite) e Fernanda Martins compareceram a este 1º Convívio do Clube Tex Portugal José Carlos Francisco, sua esposa e duas filhas, Mário João Marques, esposa e dois filhos, Carlos Moreira, esposa e filho, Orlando Santos Silva e esposa, Hernâni Portovedo, José Manuel Cristóvão, Fernando Marques, esposa e duas filhas, Carlos Gonçalves, Rui Cunha e dois filhos, António Freire e esposa, António Guerreiro, Geraldes Lino, João Amaral, Paulo Silva, José Eduardo Monteiro e esposa e ainda Pedro Pereira.

Tex em acção rodeado pelos seus fãs

Tex e os familiares dos pards presentes no Saloon Regiões

Este 1º Convívio oficial do Clube português, tratou-se de uma verdadeira Tertúlia Texiana já que como o próprio nome indica, a Tertúlia é na sua essência uma reunião de amigos com pelo menos um gosto em comum, que se reúnem de forma mais ou menos regular, para discutir vários temas e assuntos, embora em Cacém City e por motivos óbvios, tudo se concentrava em redor de Tex daí ser denominada Tertúlia Texiana, já que no fundo todos os presentes eram (são) apreciadores da personagem Tex Willer.

José Carlos Francisco e Ricardo Tex Willer

E foi uma verdadeira (e histórica) Tertúlia Texiana na real acepção da palavra, porque no quesito “Tertúlia” para além dos fãs e coleccionadores de Tex, acompanharam-nos em muitos casos as respectivas famílias e no quesito “Texiana” porque todas as conversas iam parar a Tex e também porque depois de um fausto jantar onde não faltaram sequer os famosos bifes de dois dedos de altura cobertos por uma montanha de batatas fritas foram tiradas várias fotografias com Tex sempre presente, para além da entrega dos cartões de sócio e respectivos pins de adesão ao Clube Tex Portugal a todos os sócios que compareceram no Saloon Regiões.

José Carlos Francisco, Carlos Moreira e Mário Marques distribuindo os itens texianos

Paulo Silva e Ricardo Tex Willer

Pedro Pereira e Ricardo Tex Willer

Mas houve outras surpresas, já que todos os presentes receberam ainda um desenho da autoria de António Lança-Guerreiro, feito propositadamente para este 1º Convívio do Clube Tex Portugal, desenho esse colorido e inspirado numa bela ilustração de Milo Manara e onde Tex dava as boas-vindas a todos os pards que compareceram ao “evento”.

Tex Willer sempre bem ladeado

Tex e seus pards

Além desse desenho especial e único, cada simpatizante do Ranger levou ainda para casa uma bela peça em acrílico que seguramente estará fadada a tornar-se uma peça coleccionável já que para além de uma belíssima ilustração de Tex Willer e Dinamite estava legendada com os dizeres “1º Encontro Anual – Clube Tex Portugal – Lisboa – 15.02.2014” e terá sequência nos próximos Convívios sendo sempre produzido na estrita quantidade de pessoas que se fizerem presentes.

Itens texianos do 1º Convívio do Clube Tex Portugal

Houve ainda um bolo texiano como sobremesa e que foi degustado por todos os presentes, um bolo que estava ornamentado com o logótipo oficial do Clube Tex Portugal e que foi cortado em fatias pelo próprio Tex que o serviu a todos os presentes que ficaram encantados e surpreendidos com esta surpresa comestível que foi totalmente devorada depois de votos de longa vida ao Clube Tex Portugal.

José Carlos Francisco e Ricardo Tex Willer e os votos de longa vida ao Clube Tex Portugal dados em uníssono por todos

Bolo Clube Tex Portugal

Tex Willer cortando o bolo do Clube Tex Portugal

No decurso do Convívio foi ainda realizado um sorteio de quatro edições especiais de Tex, brindes esses que foram sorteados pelas mãos das mais novas texianas presentes e que fizeram a alegria de Geraldes Lino (sorteado com o Mini Tex Gigante italiano desenhado por José Ortiz), Carlos Gonçalves (que ganhou a bela edição italiana dedicada a Sergio Bonelli), Rui Cunha (agraciado com uma edição especial holandesa, mas precisamente a última edição de Tex publicada na Holanda) e Fernando Marques (que acabou por ganhar um Tex Anual).


.


.

Neste que foi considerado, por muitos dos presentes, um dos melhores jantares-convívios em que já participaram, onde a diversão não faltou, inclusive para as senhoras e crianças, também teve alguns improvisos na toalha de mesa já que devido à presença de desenhadores, como por exemplo o João Amaral e o António Lança-Guerreiro, aproveitaram as toalhas de papel do restaurante para se entreterem a improvisar figuras do Ranger que acabaram por ser bastante cobiçadas e que obviamente acabaram por ser recortadas e devidamente guardadas, mas também o pard Orlando Santos Silva se divertiu a improvisar na toalha de mesa um seu Tex bem original…

António Guerreiro desenhando Tex durante o convívio do Clube Tex Portugal

João Amaral improvisando um Tex na toalha de papel

Tex de João Amaral desenhado na toalha de papel

E assim se prova uma vez mais que só uma personagem como Tex poderia proporcionar momentos maravilhosos e inesquecíveis nos quais pessoas e famílias que não se conhecem, são capazes de vencer centenas de quilómetros somente pelo prazer de estarem juntas e conviverem umas com as outras espontaneamente, vivendo a alegria da confraternização proporcionada por um herói de papel, criado no distante Setembro de 1948, fruto da mente criativa de G.L.Bonelli e da pena de Aurelio Galleppini…

Os pards à conversa

Tex Willer por Ricardo Leite

E se não fosse Tex, e seus criadores nunca conheceríamos estas pessoas encantadoras… são factos fabulosos, e que devem ser lembrados e falados com muito carinho, principalmente quando nos encontramos face a face com estes Amigos, que esperamos rever em próximas oportunidades!

(Para aproveitar a extensão completa  das fotografias acima, clique nas mesmas)

17 Comentários

  1. Olá,
    Sou brasileira mas moro na Itália em Bologna, estou fazendo um intercâmbio, meu pai é colecionador de Tex e gostaria de levar para ele algo de algum dos desenhistas (como um desenho autografado) ou alguma miniatura, vocês teriam como me passar algumas informações de onde eu poderia encontrar? Mandei via postal para ele o calendário 2014 mas infelizmente se perdeu e não chegou ao endereço. Desde já agradeço.

    • Prezada Bruna da Rosa,
      Bolonha é a terra de um dos mais consagrados desenhadores de Tex, o Andrea Venturi. Se você tiver como contactá-lo seguramente ele dedicará um desenho ao seu pai. Já quanto a miniaturas de Tex, o melhor local para consegui-las é precisamente aí na Itália. Tente por exemplo na Libreria del Fumetto em Bologna no seguinte endereço: Via B. Gigli 3/G

  2. Adorei o que vi, pena que não deu para ir a este encontro. Um abraço a todos e longa vida ao nosso Clube TEX.

  3. Eu parabenizo a todos os membros do Clube Tex Portugal pelo sucesso do seu 1º Encontro Anual.
    O bonito desenho do cartaz do evento, de António Guerreiro, foi inspirado naquele de Milo Manara.
    Saudações texianas desde Selva Cruel.

  4. Parabéns aos organizadores e a todos os participantes neste grande convívio, que assinalou festivamente o “arranque” oficial do Clube Tex. Destaque para tantas e tão gentis presenças femininas e alguns elementos jovens (a “nova seiva” de que os heróis de ficção tanto precisam para garantir a sua continuidade no tempo e na memória das gerações).
    Confesso que fiquei impressionado com a “sorte grande” que mais uma vez bafejou o Geraldes Lino e o Carlos Gonçalves, no sorteio de quatro preciosos itens texianos. Como também já faço parte dos “veteranos”, a rondar a mesma idade, se calhar a sorte também poderia ter-se lembrado de mim, presenteando-me com um desses brindes (… risos). Mais uma razão, entre tantas (porque o mais precioso de todos os brindes é a amizade e a camaradagem), para lamentar não ter podido comparecer.
    Um grande abraço e saudações texianas a todos, mesmo aos que estando ausentes também gostariam de ter participado nesta tertúlia.
    Longa vida ao Clube Tex Portugal, que está em muito boas mãos, como confirma esta reportagem!
    Jorge Magalhães

  5. Depois de ler esta reportagem fico ainda com mais pena de não ter podido ir mas espero não faltar ao próximo encontro!

  6. Adorei rever vários amigos e fazer outros em especial a Fernanda! A organização está de parabéns!!!

  7. Um magnífico evento, que correu muito bem, seja na organização impecável, seja na camaradagem e amizade dos participantes.
    Um abraço a todos.

  8. Olá, bons dias a todos os texianos. Fiquei satisfeito por saber e ler a noticia do 1º Convívio do Clube TEX Portugal. Pena que seja longe. Senão também teria ido para lembrar os velhos encontros dos “Macanudos”, em que tantas vezes participei. E esta forma de conviver e comunicar tem algo de parecido. Queria, já agora, perguntar como devo adquirir o cartão de associado do Clube Tex Portugal: talvez haja algum modelo pelo qual nós possamos imprimir aqui em casa. Não sei…
    Entretanto cumprimento todos os pards cá do Clube e também os simpatizantes.
    Um abraço para todos.

    • Prezado pard e consócio Manuel Ferreira Amaral,
      Em breve o seu cartão de sócio do Clube Tex Portugal assim como o respectivo pin de adesão ao Clube ser-lhe-ião enviados pelo correio, fique descansado 😉
      Entretanto como os nossos futuros convívios irão realizar-se um pouco por todo o país para possibilitar que mais sócios e simpatizantes do nosso Tex possam participar, espero que no futuro o Manuel nos privilegie com a sua presença num evento a realizar mais perto da sua residência 🙂

  9. Olá queridos sócios e amigos!!! Beleza, beleza, beleza!!! Uma pena não poder tido oportunidade de participar nesta fantástica tertúlia com o nosso grande Ranger! Quantos amigos consegui ver nas fotos!!! Um grande abraço a todos, com saudade.
    Fico na espera de poder estar convosco na próxima.
    Gianni
    PS – Bruna da Rosa: você está no Facebook?

  10. Para o meu 1º encontro, foi ótimo e adorei. Aos fundadores do clube dou os meus parabéns pela excelente organização.
    Fico a aguardar a marcação de novo encontro com ansiedade.
    Um abraço para todos.

  11. Como já aqui foi dito, um encontro memorável onde reinou a boa disposição, amizade e alegria.
    Quero deixar uma palavra de incentivo e agradecimento aos recém chegados há família Texiana, o Fernando Marques e o António Freire, espero que repitam a vossa presença em futuros eventos.
    Obrigado a todos os presentes.

    Abraços Texianos

  12. Um maravilhoso convívio e (re)encontro de amigos e amantes de Tex Willer, o único Ranger que consegue reunir à sua volta leitores de todas as idades. E a família texiana não pára de crescer. Por isso, este foi o 1º convívio do Clube Tex Portugal, dos muitos que estão aí para vir.
    Um abraço fraterno a todos os texianos (os presentes e os ausentes). Até à próxima tertúlia texiana.

  13. Foi com grande prazer que participei neste primeiro encontro anual do Clube Tex de Portugal. Foi a primeira vez que participei num evento relacionado com o nosso Tex, e quero realçar a simpatia, disponibilidade e boa disposição de todos. Neste evento, o essencial foi o convívio entre todos, e claro falar sobre o nosso Tex. Não existem vedetas, pois todos convivem abertamente uns com os outros, e os mais “velhos” tiveram a preocupação de pôr à vontade os mais novos. Quero aqui deixar um agradecimento ao pard Orlando Santos Silva e sua simpática esposa, que deram boleia a mim e à minha esposa, e sem os quais não me seria possível participar de tão agradável evento. Espero a partir de agora, poder participar noutros convívios que tenham o nosso ranger como tema principal. Um abraço para todos.

Responder a António Freire Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *