Antevisão Tex 567, desenhado por Rossano Rossi

O blogue português do Tex, divulga em mais uma antestreia, 2 páginas do próximo Tex italiano, o nº 567, a ser lançado no próximo dia 8 de Janeiro, com o título ”Dieci anni dopo“.
.

Dieci anni dopo - Página Antestreia ADieci anni dopo - Página Antestreia B

Argumento e roteiro de Claudio Nizzi, com desenhos de Rossano Rossi, que se estreia na série principal de Tex Willer, depois de já ter realizado o Almanacco del West 2005, e capa de Claudio Villa.

.
A pacífica vida de Paradise é ameaçada  pela arrogante e perigosa Rhonda Carpenter!

Depois de dez anos do primeiro encontro com Tex, os quakers da aldeia de Paradise, pedem-lhe novamente ajuda. Na sua valada, Rhonda Carpenter, uma arrogante e fascinante criadora de gado, tenta apropriar-se de todos os terrenos, ameaçando a comunidade dos quakers e os ranchos da região, entre os quais aquele de Basil Mannix e do seu filho Doug…

Tex italiano nº 567A propósito da capa desta edição, realizada como habitualmente por Claudio Villa, ela foi baseada precisamente na página que mostramos logo acima no lado direito e a propósito dessa mesma capa, Villa confidenciou ao blogue do Tex:

O pedido que tinha recebido era: “Tex e Carson entrando na aldeia (de quakers) e sendo olhados com hostilidade…
Como executá-lo?
Não podia mostrar os habitantes um a um com o rosto duro….
Não podia mostrar uma atitude muito hostil: Tex seria obrigado a defender-se…
Devia dar a ideia que Tex e Carson entravam… daí a enquadratura com eles menores do que usual (estão chegando…) e em primeiro plano um homem que devia “representar” um sentimento de hostilidade/defesa.
Veio-me à mente o gesto de um pai que protege o filho de qualquer coisa que teme… e o afasta, tentando escondê-lo…
O resto é ambientação, como o homem com o balde, parado a olhar e outro habitante do outro lado da estrada: olhares mudos, que visavam aumentar a “influência” do sentimento expresso em primeiro plano…
O céu não devia ser um céu “plano”, normal, azul, mas antes devia “combinar” com a atmosfera criada…

Passemos agora ao desenhador da história…
Rossano Rossi, un novo desenhador para TexRossano Rossi nasceu em Arezzo em 1964 e revelou desde pequeno uma óptima predisposição para o desenho. Depois de um período de estudo autodidacta estreia-se profissionalmente na segunda metade dos anos oitenta, colaborando com diversas publicações semanais e mensais (Intrepido, Blitz, Splatter, etc.) para as quais realiza numerosas histórias autoconclusivas de vários géneros (aventura, horror, fantasia, etc.).
No início dos anos 90 desenha algumas histórias de Mister No publicadas pela Sergio Bonelli Editore.

Integrado em pleno no staff de desenhadores da “Sergio Bonelli Editore” em 1994 realiza a primeira história da saga “La Stirpe di Elän” (“I signori del male”, “La caduta di Astartis” e “I due volti dell’incubo”) para a série mensal Zona X.
Com o encerramento da série, passa a trabalhar em Jonathan Steele, seguindo-se Nick Raider e estreia em Tex com o Almanacco del West 2005.
Desta vez, estreia-se na série regular de Tex com dois álbuns que sairão no início de 2008, ano em que Tex completa 60 anos. Rossi está acompanhado por outros desenhadores aretinos que estão a trabalhar em Tex e que são o decano  Fabio Civitelli e a dupla Marco Bianchini e Marco Santucci que também estão a realizar o seu primeiro trabalho dedicado a Tex.

Agradecemos à organização do XVI Salão Internacional de Moura, o MouraBD2007, por ter permitido a obtenção das fotografias, durante a exposição dedicada à nova vaga dos desenhadores de Tex Willer.

(Para aproveitar a extensão completa das imagens, clique nas mesmas)

4 Comentários

  1. O Rossano Rossi é um espetacular desenhista!…

    Estava dando ums olhada nas páginas, e o silêncio que paira no ar parece que algum perigo eminente está para desabar a qualquer momento naquele povoado…

    Será que esses quakers são aqueles de “Terra Prometida”? – Tex 95, 96 e 97 da Ed. Vecchi???

    Dionísio H. de Araújo

  2. Premetto che non conosco lo stile di Rossano Rossi: ma a me il viso di Tex sembra copiato pari pari da Ticci. Se è il suo stile, ok… ma se ha copiato Ticci la trovo una mancanza di originalità e di carattere (come per tutti gli altri disegnatori che scopiazzano i Grandi – Galep, Ticci, Villa…).
    Aquila della Notte

  3. Obrigado pelos elogios pard Gianni, mas como o blogue é de nós todos ele está sempre na vanguarda, já que temos vários colaboradores sempre enviando informações, textos e outros assuntos para disponibilizarmos a todos os Texianos que nos honram com a sua visita ao blogue do Tex!

    Quanto ao pard Dionísio, tudo leva a crer que realmente esta história traga novamente os quakers de “Terra Prometida”, mas teremos que aguardar para ter certezas.

Responder a Aquila della Notte Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *