Vídeo na Cerimónia de Inauguração da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal – Anadia: Capital Portuguesa do Tex

maio 4, 2017

Vídeo na Cerimónia de Inauguração da

4ª Mostra do Clube Tex Portugal
-
Anadia: Capital Portuguesa do Tex

A finalizar a memorável Cerimónia de Inauguração da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, realizada no passado sábado, dia 29 de Abril e com a presença dos autores Andrea Venturi e Leomacs e antes do Espumante de Honra (não nos esqueçamos que o evento foi na capital da Bairrada, mais precisamente no Museu do Vinho Bairrada) oferecido pela Direcção do Clube Tex Portugal, foi exibido um curto vídeo (perante um auditório praticamente repleto), realizado por Andreia Sofia Francisco, sobre o facto de Anadia ser a Capital Portuguesa do Tex mostrando a eternização de momentos inesquecíveis das Cavalgadas de Tex e dos seus autores e fãs  por Terras Bairradinas, como damos de seguida a conhecer hoje no blogue do Tex a todos os nossos leitores (a canção portuguesa – Juntos Somos Mais Fortes – pertence à banda “Amor Electro” cuja vocalista é Marisa Liz):


0

Andrea VENTURI e LEOMACS ABRILHANTARAM a 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, realizada no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, nos dias 29 e 30 de Abril

maio 3, 2017

Andrea VENTURI e LEOMACS

ABRILHANTARAM a 4ª Mostra do Clube Tex

Portugal
, realizada no Museu do Vinho

Bairrada, em Anadia, nos dias

29 e 30 de Abril

Por José Carlos Francisco (texto), Marco Guerra e Cristina Amaral (fotos)

LEOMACS e Andrea VENTURI ABRILHANTARAM a 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, realizada no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, nos dias 29 e 30 de Abril

Kit Carson (Ricardo Leite), Tex (Mário Marques), José Carlos Francisco, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Anadia (Eng. Jorge Sampaio), Leomacs, Andrea Venturi e Dr. Pedro Dias (Director do Museu do Vinho Bairrada)

Tex e Kit Carson foram heróis presentes em Anadia

Andrea Venturi e Leomacs, as estrelas texianas que brilharam em Anadia

Tex (Mário João Marques), José Carlos Francisco, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Anadia (Eng. Jorge Sampaio) e Dr. Pedro Dias (Director do Museu do Vinho Bairrada) e o estatuto de Anadia - Capital Portuguesa do Tex!

A 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, organizada pelo Clube português com o mesmo nome e com o apoio da Câmara Municipal de Anadia, abriu as portas ao maravilhoso mundo do Ranger, no passado sábado, dia 29 de Abril, pelas 15.00 horas, no interior do magnífico Museu do Vinho Bairrada, em plena Anadia e com as mui nobres e importantes presenças do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Anadia , o Exmº Sr. Engenheiro Jorge Sampaio e do director do Museu do Vinho Bairrada, Exmº Sr. Dr. Pedro Dias,  que com estas suas presenças vieram dignificar e ao mesmo tempo mostrar a consideração e relevo dado pelo Município de Anadia a esta 4ª Mostra do Clube Tex Portugal.

O auditório do Museu do Vinho Bairrada a encher-se para a inauguração da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

As ilustres presenças de Tex e Kit Carson no auditório do Museu do Vinho Bairrada

Discursos, mas também muita animação e sobretudo uma grande afluência de público fizeram parte do programa de abertura do evento, levado a cabo na região bairradina, pelo Clube Tex Portugal, que congrega os fãs de Tex Willer, criado em 1948 por Gianluigi Bonelli e Aurelio Galleppini, sendo o único clube português dedicado exclusivamente a um herói da BD, e o primeiro clube oficial de Tex no mundo, devidamente autorizado pela Sergio Bonelli Editore.

José Carlos Francisco, presidente do Clube Tex Portugal a discursar na cerimónia de inauguração

Eng. Jorge Sampaio, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Anadia, no uso da palavra

Dr. Pedro Dias, director do Museu Vinho Bairrada dando as boas-vindas aos presentes no evento texiano

Kit Carson e Tex (de óculos) e a apresentação dos autores

Andrea Venturi na cerimónia de inauguração da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

Leomacs na cerimónia de inauguração da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

A aposta da Câmara Municipal de Anadia em Tex é cada vez maior, tendo este ano adoptado oficialmente o estatuto de Capital Portuguesa do Tex, acto este que reconhece a importância que o município bairradino atribui à mais popular e carismática personagem dos fumetti. Decorrente desse acto e também como prova da consideração e apreço do município, realce para uma exposição permanente dedicada a Tex, numa ala inaugurada precisamente nesta 4.ª mostra, no Museu do Vinho Bairrada, tratando-se da única exposição permanente que não está relacionada com o vinho, mas que exibe as belíssimas artes com que os desenhadores de Tex agraciaram Anadia e a sua região nestes últimos 4 anos.

Vice-Presidente da Câmara Municipal de Anadia inaugura a exposição permanente dedicada a Tex

Anadia - Capital Portuguesa do Tex

Exposição permanente dedicada a Tex no Museu do Vinho Bairrada

Inauguração da exposição do Clube Tex Portugal

Inauguração da exposição do Clube Tex Portugal

Inauguração da exposição do Clube Tex Portugal

Inauguração da exposição do Clube Tex Portugal

Inauguração da exposição do Clube Tex Portugal

O evento que durante o fim  de semana contou com as presença de Andrea Venturi e Leomacs, conceituados bandas desenhistas italianos pertencente aos quadros da Sergio Bonelli Editore, integrados nas exposições pessoais dos autores, cada uma delas contendo uma dúzia de pranchas das histórias de Tex assinadas por Andrea Venturi (“Os pioneiros“) e Leomacs (“Ouro negro“) teve um estrondoso sucesso como provam os inúmeros elogios ao evento, mas sobretudo a excelente afluência de público nos dois dias desta 4ª Mostra do Clube Tex Portugal.

4ª Mostra do Ranger numa organização Clube Tex Portugal

Vista parcial da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

Decoração na 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

Desenho oficial da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, ladeado pela biografia de Andrea Venturi

Desenho oficial da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, ladeado pela biografia de Leomacs

Itens de Tex expostos na 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

Muito e diversificado material exposto na 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

Muito e diversificado material exposto na 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

Alguns dos objectos e exemplares dedicados a Tex que puderam ser vistos

O acontecimento bairradino, apresentou um programa diversificado e muito rico que incluiu conversas, conferências, aulas de desenho, sessões de autógrafos e de desenho ao vivo, mas o principal acontecimento foi o lançamento de “Ouro Negro, o quarto volume (genuinamente português se excluirmos o “Tex contra Mefisto”, numa iniciativa do Correio da Manhã há mais de uma década) da colecção Romance Gráfico Tex publicado no nosso país e com o selo da Polvo Editora, uma edição altamente elogiada, sobretudo pela qualidade do papel usado e da magnífica impressão que surpreendeu, obviamente pela positiva, inclusive o próprio Leomacs.

A abertura do champanhe pelos Mestres Venturi e Leomacs

José Carlos Francisco apresenta Ouro Negro

Lançamento do livro Ouro Negro

Equipa de apresentação de Ouro Negro

Andrea Venturi desenhando ao vivo

Leomacs desenhando ao vivo

Mário Marques e o desenho original e exclusivo de Andrea Venturi

O feliz Orlando com o Mestre Leomacs

Grande disponibilidade de Venturi e Leomacs para atenderem os seus fãs

Tex e Carson na arte de Andrea Venturi

Tex na arte de Leomacs

Ana Beatriz e a felicidade por ter ganho um Tex original e exclusivo de Leomacs, devidamente dedicado

Para além de tudo isso houve ainda várias tertúlias à mesa igualmente com a presença de Venturi e Leomacs e numerosa participação como as fotografias que ilustram este texto o documentam. E de modo a dar mais cor e brilho à exposição, foram também expostos inúmeros itens relacionados a Tex e ao seu mundo, com especial relevo para livros e revistas de diversos países e de alguma raridade, para além de diversas estátuas, estatuetas e bonecos do Ranger e demais personagens da série assim como muitos outros itens que deliciaram os visitantes, em especial os fãs e coleccionadores de Tex.

Leomacs, José Carlos Francisco e Andrea Venturi nos Paços do Concelho de Anadia

Tertúlia Texiana à mesa com a participação dos autores

Família Texiana no Museu do Vinho Bairrada

Foram muitas as pessoas, sobretudo fãs do cobói italiano Tex Willer, que escolheram Anadia para apreciar durante o fim de semana, que contou então, como dissemos anteriormente, com as presenças dos consagradíssimos e simpaticíssimos Andrea Venturi e Leomacs nesta 4ª Mostra do Clube Tex Portugal. Vieram, na sua maioria, de lugares distantes como Lisboa, Viana do Castelo, Coimbra ou Braga, mas houve até quem viesse de Itália e Brasil, mas não quiseram perder a oportunidade de conviver com dois dos seus autores favoritos e de aproveitar para conhecer Venturi e Leomacs. como foi por exemplo o caso do consagradissimo jornalista brasileiro Thiago Gardinali que veio cobrir a Mostra portuguesa para a televisão brasileira!

Thiago Gardinali entrevistando José Carlos Francisco

Thiago Gardinali entrevistando Leomacs

Andrea Venturi e a entrevista a Thiago Gardinali

A entrevista de Thiago Gardinali ao editor Rui Brito a propósito do lançamento da obra Ouro Negro

A entrevista ao editor Dorival Vitor Lopes

Venturi e Leomacs que aquando da cerimónia de inauguração foram apresentados ao público presente, foram alvo de uma tremenda ovação que demonstrou inequivocamente que os consagrados desenhadores italianos foram uma aposta certa da Direcção do Clube Tex Portugal para esta quarta  Mostra que contou também com as ilustres presenças do editor Dorival Vitor Lopes. e do tradutor Júlio Schneider.

Leomacs, Júlio Schneider, Andrea Venturi e Dorival Vitor Lopes

José Carlos Francisco na capital portuguesa do Tex

Andrea Venturi, jornalista Pedro Cleto e Leomacs e o desenho feito a 4 mãos

Teresa, Tex, Fátima e Kit Carson

Andreia Sofia com Tex e Carson

A alegria de Luiz Carlos pela companhia de Tex e Carson

Os desenhadores italianos tiraram centenas de fotos e fizeram muitíssimos desenhos de Tex com dedicatórias que sem dúvida passarão a ser o maior tesouro de todos os coleccionadores de Águia da Noite que os conseguiram. E o mais interessante é que realmente se estavam a divertir tanto quanto os seus admiradores. Não se cansavam de agradecer a todos os portugueses pela acolhida que receberam no nosso país e que jamais esquecerão, prometendo ambos voltar assim que possível ou quando forem novamente convidado para um evento português…

Os quatro pards

Clã Francisco na capital portuguesa do Tex

A cumplicidade de Cristina Amaral e Teresa Moreira na capital portuguesa do Tex

A direcção do Clube Tex Portugal com o mais recente sócio

Carlos Moreira entrega o pin oficial do Clube a uma personalidade anadiense

Andrea Venturi e a dedicatória desenhada no livro de honra do Museu

Leomacs e a dedicatória desenhada no livro de honra do Museu

Andrea Venturi, Leomacs e o espumante bairradino

Brinde ao Clube Tex Portugal

Um brinde a Tex

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

4

“Ouro Negro”, o livro de Tex com a chancela da Polvo n’As Leituras do Pedro

maio 2, 2017

Ouro Negro“,

o livro de Tex com a chancela da Polvo

n’As Leituras do Pedro

Capa EXCLUSIVA - Ouro Negro, de Gianfranco Manfredi e Leomacs, Polvo 2017

Ouro Negro
Colecção Romance Gráfico Tex #4
Gianfranco Manfredi
(argumento)
Leomacs
(desenho)
Polvo
Portugal, Abril de 2017
185 x 245 mm, 228 p., pb, brochado com badanas 125 mm

ISBN 978-989-8513-55-7
16,99 €

(Esta história foi publicada no Brasil, pela Mythos Editora, da revista regular Tex, nas edições #554 Ouro negro e #555 Inferno nos Poços.
)

Confronto perdido

Embora possa ser lida como uma história tradicional de Tex, a existir uma cronologia ‘real’ do herói, Ouro Negro, que teve apresentação pública no passado sábado com a presença do desenhador, deveria ser um relato do seu período final.
Nele, aqueles que actuam nos limites da lei – ou para lá deles – têm por detrás um parceiro mais poderoso que transforma a (inevitável) vitória de Tex num simples adiamento de uma derrota adivinhada, após um confronto que tem lugar a três tempos.

[Cuidado com a leitura do texto, porque posso adiantar mais do que os leitores querem saber…]


Primeiro acto: Tex e Carson são chamados ao palácio do governador do Texas. Embora um pedido de ajuda esteja subjacente à chamada, a sua presença tem um segundo propósito: serem alvos de uma homenagem pública.
É algo relativamente normal nos nossos dias, a distinção pública de personalidades que se distinguiram nas suas áreas de influência – artes, desporto, negócios, política, ensino, investigação… mas sê-lo-ia menos – começaria a ser aos poucos – no tempo da conquista do Oeste.
O desconforto de ambos, mas em especial de Willer, é notório. Não só pela sua natureza humilde e porque as suas prioridades são a justiça e a ordem, sem busca de qualquer tipo de recompensa, mas porque está claramente fora do seu ambiente.

Segundo acto: os rangers são enviados pelo governador até Hellsfire, uma cidade sem lei, dominada pela força por Bob Bradock. É irmão de Jonas, que explora os poços de petróleo dos territórios circundantes, impedindo qualquer tipo de concorrência.
Ao contrário da habitual entrada em força dos rangers, a sua acção desembocará num julgamento em tribunal, no qual Tex Willer fará de advogado de acusação. Mais uma vez fora do seu elemento natural, o ranger demonstrará falta de à vontade e de aptidão para a função.

Terceiro e último acto: Depois de enfrentar Bob, o confronto com Jonas Bradock, o irmão ‘com cérebro’ será inevitável. Os campos de petróleo do industrial assistirão ao enfrentamento, primeiro de palavras, depois a tiro, recuperando Tex o protagonismo que lhe (re)conhecemos. Ou talvez não, face ao desabafo com que encerra o volume.


Muito bem desenhado por Leomacs, num estilo realista pormenorizado e com bons contrastes de branco e negro que esta edição da Polvo salienta, Ouro Negro destaca-se pelo argumento de Manfredi, com um acrescento de realismo que impregna a narrativa com um tom (já) algo nostálgico e questiona – mesmo que só empiricamente – o futuro de Tex e daquilo que ele sempre representou.

Ouro Negro evocou em mim, de alguma forma, memórias de O Dedo do Diabo, em que a mesma civilização que aqui ‘incomoda’ Tex, nesse álbum de Comanche transubstanciada em eleições e numa nova ordem estabelecida, afasta o ruivo Red Dust de Greenstone Falls e dos seus amigos, em busca de lugares ainda livres e selvagens, ainda à sua medida…

E se homens reais, à imagem de quem Dust e Willer foram (superlativamente) criados, se revelaram indiscutivelmente necessários num lugar e num tempo determinados, como salienta nesta obra o criador de Mágico Vento, a sua existência a certo ponto caminhou rapidamente para um ponto de não retorno, como o futuro rapidamente se encarregaria de demonstrar.

A (in)adaptação aos novos tempos ou a fuga  foram as únicas vias disponíveis. Se Dust regressaria mais tarde, ainda útil, este Ouro Negro, mais um western bem conseguido, acaba por ser apenas um sinal isolado, numa longa cronologia assente na faceta viril, heróica e justiceira que sempre distinguiu Tex Willer.


Apresentação
Seguida de sessão de autógrafos
Sábado, 29 de Abril
Auditório do Museu do Vinho Bairrada, Anadia
Com Leomacs, Rui Brito e Mário João Marques
Moderação de João Miguel Lameiras

*Pedro Cleto, Porto, Portugal, 1964; engenheiro químico de formação, leitor, crítico, divulgador (também no Jornal de Notícias), coleccionador (de figuras) de BD por vocação e também autor do blogue As Leituras do Pedro (http://asleiturasdopedro.blogspot.com/).

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

3

Discurso de inauguração da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, Anadia, 29 de Abril de 2017

maio 1, 2017

Discurso de inauguração da

4ª Mostra do Clube Tex Portugal,

Anadia, 29 de Abril de 2017

Anadia, 29 de Abril de 2017

Exma. Senhora Presidente da Câmara Municipal de Anadia; Exmo. Senhor Vice-Presidente da Câmara Municipal de Anadia; Exmo. Senhor Director do Museu do Vinho Bairrada, Senhores Vereadores, Caríssimos Mestres Andrea Venturi e Leomacs, Senhores Convidados, Excelentíssima Assistência e Órgãos da Comunicação Social Presentes.

Muito boa tarde a todos! Antes de mais nada, sejam bem-vindos a esta bonita e hospitaleira terra, que é Anadia, capital da Bairrada, região de cultura vitivinícola, gastronómica e de inúmeras outras qualidades!

Depois dos grandes sucessos ocorridos com as três primeiras Mostras do Clube Tex Portugal, realizadas anualmente, precisamente aqui, no magnífico Museu do Vinho Bairrada, que contaram com as ilustres presenças dos prestigiados desenhadores Pasquale Del Vecchio, Pasquale Frisenda, Stefano Biglia, Massimo Rotundo e Maurizio Dotti, hoje reunimo-nos pelo quarto ano consecutivo, e, constitui para este, que é o único Clube no nosso país dedicado exclusivamente a um herói da BD e o primeiro Clube oficial de Tex no mundo, um novo marco importantíssimo da sua ainda curta, mas já consolidada história. Por isso, é com grande prazer e emoção, que inauguramos esta 4ª Mostra que proporciona a presença dos consagrados e sublimes desenhadores italianos, Andrea Venturi e Leomacs.

Queria aqui deixar claro, em nome do Clube Tex Portugal, o quanto foi, e é, também, importante para nós registar a sensibilização e carinho com que fomos apoiados desde o primeiro momento pelo Executivo Camarário, em especial pela Senhora Presidente da Câmara, Engenheira Maria Teresa Belém Correia Cardoso, aqui presente, agradecendo a sua ilustre e fundamental presença na inauguração desta 4ª Mostra.
Agradecemos também a distinta presença do Senhor Vice-Presidente da Câmara, Engenheiro Jorge Sampaio, que inclusive este ano foi determinante para que a Câmara Municipal de Anadia adoptasse o estatuto de Capital Portuguesa do Tex, acto este, que reconheceu toda a nossa importância e que certamente viabilizará outros grandes feitos dele decorrente.
Agradecemos igualmente toda a colaboração e disponibilidade do Sr. Dr. Pedro Dias, Director do Museu do Vinho Bairrada, no apoio a esta iniciativa cultural, possibilitando que a mesma se realize neste nobre e singular espaço.

Consideramos que, sem o apoio destes nomes, certamente seria inviável a promoção do nosso evento. Ressaltamos que é de extrema importância a participação do Poder Público, que, combinado com a parceria desta casa, possibilitam a propagação da cultura e do lazer na sua melhor qualidade, marcas desta terra tão singular.

Gostaríamos também de agradecer as ilustres presenças de Andrea Venturi e Leomacs, sobretudo porque acreditaram nesta iniciativa portuguesa e um muito obrigado a ambos, por terem realizado expressa e exclusivamente para este nosso evento, duas belíssimas ilustrações do Tex no nosso Município. É uma honra sermos presenteados com tal carinho e reconhecimento. Segue ainda um agradecimento muito especial ao editor brasileiro Dorival Vitor Lopes e ao tradutor Júlio Schneider, da Mythos Editora, que vieram propositadamente do Brasil para nos prestigiar, abrilhantando a nossa estimada Mostra.

Em meu nome pessoal aproveito ainda, para agradecer a todos os Sócios do Clube Tex Portugal, estejam ou não aqui presentes, porque este evento também só é possível devido à colaboração e disponibilidade individual, que somam e traduzem, no seu conjunto, o verdadeiro espírito texiano!

Para concluir, informo que no final desta sessão, será servido um espumante de honra, no espaço de Restauração e Cafetaria do Museu, para o qual ficam desde já convidados.

Obrigado a todos, pela Vossa presença, hoje, em Anadia, e desde já, desfrutem do nosso evento!

José Carlos Pereira Francisco,
Presidente do Clube Tex Portugal


(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

2

As ilustrações de Andrea Venturi e Leomacs para a 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

abril 30, 2017

As ilustrações de Andrea Venturi e Leomacs

para a 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

Por José Carlos Francisco

Andrea Venturi e Leomacs, os dois conceituados autores italianos que estão presentes na 4ª Mostra do Clube Tex Portugal nestes dias 29 e 30 de Abril no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, agraciarão os visitantes do evento com uma ilustração feita propositadamente por cada um deles para este evento português, ilustração essa que será devidamente autografada por cada um dos desenhadores que desse modo e com a colaboração da Direcção do Clube, homenagearão quem prestigiar o evento com a própria presença.

Andrea Venturi desenhou o Tex  e o seu pard Kit Carson em plena Praça Visconde Seabra, próximos ao monumento dedicado aos soldados do concelho de Anadia mortos no decurso da 1ª Grande Guerra Mundial, vendo-se ao fundo um dos edifícios mais emblemáticos da capital bairradina: a Câmara Municipal que em anos anteriores também já foi desenhada por Pasquale Del Vecchio e Stefano Biglia.

Ilustração de Andrea Venturi para a 4ª Mostra do Clube Tex Portugal - Anadia 2017

Por sua vez Leomacs desenhou o Tex num duelo na Main Street de Anadia, em pelo século XIX, tornando assim, nesta sua arte juntamente com a arte de Andrea Venturi, esta quarta presença do Ranger na capital da Bairrada, uma região rica e afamada pelo leitão, mas também pela produção de apreciados espumantes, muito mais especial.

Ilustração de Leomacs para a 4ª Mostra do Clube Tex Portugal - Anadia 2017

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

0

4ª Mostra do Clube Tex Portugal AMPLAMENTE noticiada

abril 29, 2017

4ª Mostra do Clube Tex Portugal

AMPLAMENTE noticiada

Por José Carlos Francisco

4ª Mostra do Clube Tex Portugal AMPLAMENTE noticiada

O Clube Tex de Portugal, criado em 10 de Agosto de 2013, por ocasião do 18º Salão Internacional de Banda Desenhada de Viseu, vai levar a efeito, como já foi amplamente divulgado aqui mesmo no blogue do Tex, nos dias 29 e 30 de Abril, no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, a sua 4ª Mostra que contará com as presenças dos consagrados desenhadores italianos Andrea Venturi e Leomacs.

A 4ª mostra do clube português dedicado ao Ranger reunirá duas dúzias de pranchas dos autores, seleccionadas pelos próprios, que darão aos visitantes desta quarta Mostra do Clube Tex Portugal, uma visão geral acerca de colaborações recente de Andrea Venturi e Leomacs para com a Sergio Bonelli Editore.


Mas teremos também em Anadia a exposição de verdadeiros itens de coleccionador, tais como livros temáticos, revistas de diversos países onde Tex é e/ou foi publicado, estátuas, estatuetas, selos, pins, puzzles, filmes, desenhos animados, postais, porta-chaves e tantos outros itens, como por exemplo um maço de cigarros “pirata” de Tex ou o diário de Tex, para dar mais brilho e cor a esta 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, mostra esta que inquestionavelmente está a fazer um grande furor, tamanho tem sido a sua divulgação nos sites, blogues e jornais portugueses e até mesmo em sites internacionais tem sido AMPLAMENTE noticiada.


E com o aproximar da inauguração do evento, que ocorrerá neste sábado, dia 29, pelas 15h e com as ilustres  presenças da Presidente da Câmara Municipal de Anadia, a Excm.ª Sr.ª Eng.ª Maria Teresa Belém Correia Cardoso, do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Anadia, o Excm.º Sr. Engenheiro Jorge Sampaio e do Director do Museu do Vinho Bairrada, o Excm.º Sr. Dr Pedro Dias, ainda mais noticiada irá ser nos sites especializados em banda desenhada e órgãos de informação nacional que somente na véspera ou no próprio dia costumam noticiar este género de eventos, pelo que mesmo antes de ser inaugurada, esta 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, é já um estrondoso sucesso e prova disso serão também as centenas de visitantes que teremos em Anadia, nos dois dias do evento e que comprovarão que a realização desta exposição texiana, no Museu do Vinho Bairrada, foi novamente uma aposta ganha que prestigiará uma vez mais a cidade de Anadia e a nossa amada banda desenhada em geral e o Tex em particular.


As presenças de Andrea Venturi e Leomacs, dois dos mais consagrados desenhadores do staff actual de Tex, presenças essas que vêm enriquecer sobremaneira o evento bairradino, já que todos os presentes ao evento terão a fantástica oportunidade de conviver durante dois dias e conversar com dois dos mais emblemáticos autores da banda desenhada italiana, para além de poderem enriquecer a sua colecção com um desenho exclusivo feito na hora, já que teremos sessões de desenho ao vivo no programa desta Mostra.

Para o Clube Tex Portugal as presenças de Andrea Venturi e Leomacs serão sempre um novo ponto alto no historial do Clube português, dado que por nunca antes estes autores terem estado presentes numa Mostra do Clube Tex Portugal, ficarão na História como tendo sido mais dois grandiosos desenhadores a expor num evento organizado pelo Clube Português.


Para finalizar informa-se que esta 4ª Mostra do Clube Tex Portugal será exclusiva da cidade de Anadia, pelo que caro leitor, fã e coleccionador do Ranger, não deixe de visitar a capital bairradina nos dias 29 e 30 de Abril para vivenciar mais um grande evento texiano.


(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

0

Fotos da produção do livro de Tex “Ouro Negro” em gráfica

abril 28, 2017

Fotos da produção do livro de Tex

Ouro Negro” em gráfica

Apresentação
seguida de sessão de autógrafos
Sábado, 29 de Abril
Auditório do Museu do Vinho Bairrada, Anadia
Com Leomacs, Rui Brito e Mário João Marques
Moderação de João Miguel Lameiras
(16,00 € para o público em geral no lançamento e 15,00 € para sócios do Clube Tex Portugal)

Tex: Ouro Negro
Colecção Romance Gráfico Tex #4
Manfredi (argumento)
Leomacs (desenho)
Polvo
Portugal, Abril de 2017
185 x 245 mm, 228 p., pb, capa mole com badanas 125 mm
16,99 € (para encomendar directamente ao editor Rui Brito escreva para o e-mail ruibritobad@gmail.com)

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

0